terça-feira, 24 de março de 2009

Liturgia - 25 de Março - ANUNCIAÇÃO DO SENHOR










Cor litúrgica: branco


Ofício solene próprio
Liturgia das Horas: 1508-982
Oração das Horas: 1223-764

Leituras: Is 7,10-14;8,10 – Sl 39(40) – Hb 10,4-10 – Lc 1,26-38
“Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo!”
Maria é escolhida pelo amor benévolo de Deus.

No nono mês antes do Natal, Solenidade da Anunciação do Senhor, dia em que a Virgem Maria acolheu o Verbo Divino em seu coração, por sua fé na mensagem do Anjo, e o concebeu em sua carne por obra do Espírito Santo.
"Ave, cheia de graça! O Senhor está contigo!"
A Anunciação do anjo à Maria marca o início da Redenção humana. Com seu “sim”, Maria divide a história da humanidade em antes e depois, em velho e novo. Através dela o Filho de Deus se fará homem e se fará presente e atuante em seu tempo e por toda a eternidade.Com sua atitude, Maria torna-se co-redentora, participando do resgate da humanidade em direção ao coração de Deus. Através de Maria, Deus se fará homem e na vida terrena experimentará o limite da condição humana para revelar-se Pai amoroso, Filho amado, Espírito amante.A festa da Anunciação a Nossa Senhora, é o momento em que Cristo começa a ser gerado no ventre de Maria. A jovem, que questiona o anjo por não entender como tal coisa poderia acontecer, já que não conhecia homem, consegue perceber nas palavras do mensageiro a certeza de Deus e sua verdade. Assim, abre seu coração e seu corpo ao extraordinário, àquilo que assombrará a humanidade por gerações: ser corpo virgem e gerar uma vida – mistério insondável de Deus, revelação suprema de seu poder em tornar possível o impossível aos olhos humanos.
Todas as gerações vos proclamarão bem-aventurada, ó Maria!

“Os céus são meus e minha a terra; minhas são as criaturas, os justos são meus e meus os pecadores. Os anjos são meus e a Mãe de Deus e todas as coisas são minhas; e o próprio Deus é meu e para mim, porque Cristo é meu e todo para mim.” (cf 1Cor 3,22-23)
São João da Cruz – D 26

“Não há rainha que force o Rei se render como a humildade; esta o trouxe do céu nas entranhas da Virgem, e com ela, nós o traremos preso por um fio de cabelo a nossas almas.”
Santa Teresa de Jesus – C 16.2

Cartas de Santa Teresa de Jesus no dia 25

1581 – C. 368 – Ao Padre Jerônimo Gracián – Sobre o modo de entender umas palavras acerca da fundação de Burgos:
“A meu parecer, jamais ouvi José que fosse já a minha ida a Burgos: não disse tarde nem cedo, senão que desta fundação não encarregue eu outra monja, como esteve tencionado a fazer.”

1581 – C. 369 – À Madre Maria S. José. Priora de Sevilla participa-lhe sua alegria pela terminação dos negócios da Reforma, e seu desejo de ir para o céu.

SANTO DO DIA



São Tarásio


São Tarásio nasceu no ano 730. Recebeu uma ótima educação cristã e literária; tinha como pai, o prefeito de Constantinopla. Tarásio era de caráter zeloso, de tal forma que foi nomeado pelo imperador para um alto cargo imperial. Enfrentou, em Deus, todas as tentações próprias da sociedade cheia de luxo. No século VIII, foi a heresia iconoclasta promovida pelo imperador Leão que, não compreendendo, aponta o culto às imagens como uma prática de idolatria. Ao assumir o patriarcado, São Tarásio, em comunhão com o Papa, combateu e conseguiu condenar esta heresia num Concílio. Cuidadoso com suas ovelhas, tinha um grande espírito de serviço, a ponto de dizer, ao ser questionado pelo seu especial cuidado para com os pobres: "Minha única ambição é imitar Nosso Senhor Jesus Cristo, que viveu para servir e não para ser servido".

Nenhum comentário: