quarta-feira, 21 de abril de 2010

5ª feira da 3ª semana da Páscoa - 22/04/10

LITURGIA DIÁRIA


5ª feira da 3ª semana da Páscoa/Cor Branca
Oficio do dia de semana do TPasc.
Missa pr de semana impar: Pf pascal
Leituras: At 8,26-40
Sl 65 (66),8-9.16-17.20 (R/. 1)
Jo 6,44-51

Liturgia das Horas -> Laudes Pag. 657 - H.Média Pag. 659 - Vésperas Pag. 659

Oração das Horas -> Laudes Pag. 526 - H.Média Pag. 527 - Vésperas Pag. 527

"Eu sou o Pão Vivo descido do Céu."

click to zoom

"Quem comer deste Pão viverá eternamente."

EVANGELHO (São João 6, 35-40)
Naquele tempo, disse Jesus à multidão: 44“Ninguém pode vir a Mim, se o Pai que Me enviou não o atrai. E eu o ressuscitarei no último dia. 45Está escrito nos Profetas: ‘Todos serão discípulos de Deus’. Ora, todo aquele que escutou o Pai e por Ele foi instruído, vem a Mim. 46Não que alguém já tenha visto o Pai. Só Aquele que vem de junto de Deus viu o Pai. 47Em verdade, em verdade vos digo, quem crê possui a Vida Eterna. 48Eu sou o Pão da Vida. 49Os vossos pais comeram o maná no deserto e, no entanto, morreram. 50Eis aqui o Pão que desce do Céu: quem Dele comer, nunca morrerá. 51Eu sou o Pão Vivo descido do Céu. Quem comer deste Pão viverá eternamente. E o Pão que eu darei é a Minha Carne dada para a Vida do mundo”.
Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

MEDITANDO O EVANGELHO DO DIA
"A língua humana não é capaz de glorificar suficientemente... «o Mediador entre Deus e os homens». O louvor humano não está à altura d'Aquele que diz de Si mesmo: «Eu sou o Pão vVvo, o que desceu do Céu: se alguém comer deste Pão, viverá eternamente». Com efeito, nós fomos expulsos do Paraíso de delícias por causa de um alimento, e é também por via de um Alimento que reencontramos as alegrias do Paraíso. Pelo alimento que Eva tomou, fomos condenados a um jejum eterno; pelo Alimento que Maria nos deu, abriram-se para nós as portas do Banquete Celeste."
(São Pedro Damião, Bispo e Doutor da Igreja)

"O nosso Salvador instituiu na última Ceia, na noite em que foi entregue, o Sacrifício Eucarístico do seu Corpo e do seu Sangue para perpetuar pelo decorrer dos séculos, até Ele voltar, o Sacrifício da cruz, confiando à Igreja, sua Esposa Amada, o memorial da sua morte e Ressurreição: Sacramento de Piedade, Sinal de Unidade, Vínculo de Caridade, Banquete Pascal em que se recebe Cristo, a alma se enche de Graça e nos é concedido o penhor da Glória futura. É por isso que a Igreja procura, solícita e cuidadosa, que os cristãos não entrem neste Mistério de fé como estranhos ou espectadores mudos, mas participem na Ação Sagrada, consciente, ativa e piedosamente, por meio duma boa compreensão dos ritos e orações; sejam instruídos pela Palavra de Deus; alimentem-se à mesa do Corpo do Senhor; dêem Graças a Deus; aprendam a oferecer-se a si mesmos, ao oferecer juntamente com o sacerdote, que não só pelas mãos dele, a Hóstia imaculada; que, dia após dia, por Cristo Mediador, progridam na unidade com Deus e entre si, para que finalmente Deus seja tudo em todos."
(Vaticano II - Constituição sobre a Sagrada Liturgia - Sacrosanctum Concilium)


http://www.tldm.org/News8/StEdithStein.jpg

"Quem se dá a Deus atinge na união de Amor com Ele a máxima plenitude do próprio ser, que é ao mesmo tempo conhecimento, doação do coração e ato livre."
(Edith Stein)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...