quarta-feira, 28 de abril de 2010

QUINTA FEIRA DA IV SEMANA DA PÁSCOA

IV Quinta Feira do Saltério (in Laudes = II Salmo)

Salmo 146 (147 A): Poder e bondade de Deus.

Um Salmo de louvores a Deus, que atua na história concreta de Seu Povo (vv. 2-3); que pode reconstruir o Seu Povo porque é “o Senhor dos Exércitos” (vv. 4-5); porque mostra Sua providência solícita com os homens e com os animais (vv. 7-9). É Sua presença, não a força das armas, a autêntica defesa do povo (vv. 10-11). Em poucas palavras, uma vez mais se cantam as prerrogativas do Deus de Israel: Senhor da história e da natureza. Esta síntese, frequente no Deutero-Isaias, advoga por uma composição do Salmo anterior ao século IV a C. O salmista celebra Yahweh como libertador de Israel, Criador e amigo dos “pobres”. Israel, apesar dos corações despedaçados, foi capaz de confessar o Seu Deus como o único.
Nós cristãos reconhecemos o amor que nos tem o Deus, Criador e Redentor. Nossa experiência pessoal pertence ao âmbito comunitário: quando éramos seres dispersos, fomos aqui congregados e aqui participamos, agora, da exaltação de Cristo; aqui saciamos nossa sede. Portanto, é lógico que nossos corações, lábios e todo nosso ser aclamem, em uníssono, o Senhor Todo Poderoso e cheio de bondade.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...