sábado, 15 de maio de 2010

EVANGELHO DO DIA - 16/05/10

http://www.fatima.com.br/novafatima2/images/stories/canto_da_fe/como_rezar_terco/a_ascencao_de_n_sr.jpg

«Então Jesus levou-os para fora, até perto de Betânia. Ali ergueu as Mãos e abençoou-os. 51Enquanto os abençoava, afastou-se deles e foi levado para o Céu.»

EVANGELHO (São Lucas 24, 46-53)

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 46“Assim está escrito: O Cristo sofrerá e ressuscitará dos mortos ao terceiro dia 47e no seu Nome serão anunciados a conversão e o perdão dos pecados à todas as nações, começando por Jerusalém. 48Vós sereis testemunhas de tudo isso. 49Eu enviarei sobre vós Aquele que meu Pai prometeu. Por isso, permanecei na cidade, até que sejais revestidos da Força do Alto”. 50Então Jesus levou-os para fora, até perto de Betânia. Ali ergueu as Mãos e abençoou-os. 51Enquanto os abençoava, afastou-se deles e foi levado para o Céu. 52Eles o adoraram. Em seguida voltaram para Jerusalém, com grande alegria. 53E estavam sempre no Templo, bendizendo a Deus.
Palavra da Salvação.
Glória a Vós, Senhor.

MEDITANDO O EVANGELHO DO DIA

"São Lucas, em seu Evangelho, fala da grande Promessa do Espírito Santo que confirma os Apóstolos na missão e nos poderes recebidos de Cristo: 'Eis que enviarei sobre vós o Prometido por meu Pai', 'recebereis força com a vinda do Espírito Santo sobre vós, e sereis minhas testemunhas... até aos confins do mundo. Dito isto, elevou-se para o alto, à vista deles, e uma nuvem o ocultou a seus olhos '. Espetáculo magnífico que deixou os Apóstolos atônitos 'com o olhar fixo no Céu', até que dois anjos lhes apareceram. É o cristão chamado a participar de todo o Mistério de Cristo e, portanto, também de sua Glorificação. Ele mesmo o havia dito: 'Vou preparar-vos um lugar. E quando eu tiver ido... voltarei novamente a vós e vos tomarei comigo, a fim de que onde estou, estejais também vós'. Constitui, portanto a Ascenção grande argumento de Esperança para o homem que, no seu peregrinar terreno, sente-se exilado e sofre longe de Deus. É a Esperança que implorava São Paulo para os Efésios e queria viva em seus corações. 'O Deus de Nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da Glória... ilumine os olhos de vossa inteligência para compreenderdes qual a Esperança a que vos chamou'. E onde fundava o Apóstolo esta Esperança? No grande Poder de Deus 'manifestado em Cristo, ressuscitando-o dos mortos e fazendo-o sentar-se a sua direita nos Céus, acima de todo o Principado e Poder (ou seja, dos Anjos)... e de qualquer outro nome'. A Glória de Cristo exaltado acima de toda criatura é, no pensamento paulino, a prova do que fará Deus por quem, aderindo a Cristo pela fé e pertencendo a Ele como membro do único Corpo de que é a Cabeça, participará de sua sorte. Isto requer cristianismo autêntico: crer e alimentar firme Esperança de que como hoje o fiél, nas tribulações da vida, participa da morte de Cristo, assim um dia participará da sua Glória Eterna. Os Anjos que no monte da Ascenção dizem aos Apóstolos: 'Esse Jesus que do meio de vós subiu ao Céu, um dia virá do mesmo modo com o que vistes ir para o Céu', admoestam os fiéis que, enquanto aguardam a volta final de Cristo, precisam por mãos à obra. Com a Ascenção termina a Missão terrena de Cristo e começa a dos discípulos. 'Ide - dissera-lhes o Senhor - ensinar todas as nações, batizando-as em Nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo'; devem eles perenizar no mundo sua Obra de Salvação pregando, administrando os sacramentos, ensinando a viver segundo o Evangelho. Todavia quer Cristo que tudo isto seja precedido e preparado pela oração, na expectativa do Espírito Santo que deverá confirmar e corroborar seus Apóstolos. Começa assim a vida da Igreja não com a atividade, mas com a oração, junto de 'Maria, Mãe de Jesus'."

(Frei Gabriel de Santa Maria Madalena-OCD)


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...