quarta-feira, 12 de maio de 2010

QUARTA FEIRA DA VI SEMANA DA PÁSCOA. 12/05/2010

II Quarta Feira do Saltério (Vésperas = I Salmo).

Ant 1 Que o vosso coração não se perturbe: crede em mim unicamente, aleluia.

Salmo 61 (62): A paz em Deus.

Provavelmente este salmo foi composto à sombra do Templo, refúgio, fortaleza e salvação dos fiéis israelitas (vv. 2-3. 6-7 e 8). O estribilho (vv.2 e 6) apresenta um coro: "Só em Deus a minha alma tem descanso", completado com uma genuína confiança e esperança, valores estes que não estão nos homens, nem na opressão, nem na riqueza, mas em Deus que detém o poder, a graça e a recompensa (vv. 9-13). Deus é o único fundamento sólido para construir a casa. Estas afirmações não são mera teoria no salmo, mas convicções autênticas, nascidas na vida do salmista. Em um momento difícil (vv. 4-7), Deus o salvou e sua vida encontrou a paz. Sua experiência vale para os outros (vv. 8-11). Ele não se cansará de proclamá-la uma, duas e uma centena de vezes, se necessário (vv. 12-13). A Bíblia de Jerusalém dá a este Salmo o título de “Deus, a única esperança”. Salmo didático que expõe a malícia dos homens, o nada das criaturas e a vaidade das riquezas. Os vv. 3 e 7 são um estribilho Em meio aos conflitos internos em Israel, o salmista coloca sua confiança em Deus; nEle estão o poder e a misericórdia. Ele dará a cada um segundo as suas obras. Os ímpios maquinam contra o salmista, porém ele está confiante porque aderiu ao seu Deus. Em Cristo, Deus se torna presente para nós e assim é o nosso Templo. Encontramos refúgio em Cristo e colocamos nEle a nossa confiança. Ele nos dá grande confiança para irmos até o Pai e desafogar os nossos corações diante dEle.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...