segunda-feira, 31 de maio de 2010

SEGUNDA FEIRA DA IX SEMANA DO TEMPO COMUM = 31/05/2010.

I Segunda Feira do Saltério (Vésperas = II Salmo)

Ant 2 Felizes os de puro coração, porque eles haverão de ver a Deus.

Salmo 14 (15): Quem é digno aos olhos de Deus?

O Salmo 14 servia aos israelitas que se dispunham a subir em peregrinação a Jerusalém para examinar-se sobre si eram ou não dignos de acercar-se ao Templo do Senhor; ante à pergunta dos peregrinos: “Senhor, quem morará em vossa casa e em vosso Monte santo habitará? os sacerdotes respondiam, recordando as condições requeridas para oferecer a Deus um culto que Lhe seja agradável.
A Bíblia de Jerusalém dá a este Salmo o nome de “O hóspede de Yahweh”. É um compêndio de moral, conforme os preceitos do Decálogo (Ex 20,1+). Os estudiosos da Bíblia classificam com freqüência o Salmo 14, objeto de nossa reflexão de hoje, como parte de uma “liturgia de ingresso”.
Como sucede em algumas outras composições do Saltério (cf., por exemplo, os Salmos 23, 25 e 94), se pode pensar em uma espécie de procissão de fiéis, que chegam às portas do Templo de Sião para participarem no culto. Em um diálogo ideal entre os fiéis e os levitas, se delineiam as condições indispensáveis para serem admitidos à celebração litúrgica e, por conseguinte, à intimidade divina.
Neste Salmo se enumeram as qualidades requeridas para cruzar o umbral que leva à “Tenda”, isto é, ao Templo, situado no “Monte Santo”, de Sião. As qualidades são onze, e constituem uma síntese ideal dos compromissos morais fundamentais, recolhidos na Lei Bíblica (cf. vv. 2-5).
Aqui se trata de ser hóspede, comensal na mesa do Senhor, para o qual se requer uma integridade de vida, objetivada nos dez mandamentos, enunciados neste salmo. Da integridade de vida se deriva uma consequência permanente. Deve-se ressaltar o caráter sapiencial do presente Salmo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...