sexta-feira, 28 de maio de 2010

SEXTA FEIRA DA VIII SEMANA DO TEMPO COMUM.28/05/2010.

IV Sexta Feira do Saltério (Vésperas = I Salmo).

Ant 1 Todos os dias haverei de bendizer-vos e contar Vossas grandes maravilhas.

Salmo 144, vv. 1-13 (145): Louvor à grandeza de Deus.

O Salmo 144 é um hino que celebra os atributos de Yahweh, especialmente sua realeza. O artifício do acróstico [composição poética constituída por versos cujas letras iniciais, médias ou finais formam um vocábulo ou uma frase] não diminui o ritmo do salmista, ou tão pouco sua originalidade e cordialidade, como notas características deste Salmo. Bem poderia passar por ser uma letanía de nomes divinos. O acróstico, por outra parte, tem o seguinte efeito: ao amparo de todas as letras do alfabeto, se agrupam todas as criaturas para louvar a misericórdia divina, e, deste modo, evocar toda a obra de Deus no decorrer de todos os tempos.
Para a celebração comunitária, convém ter em conta que, na primeira parte deste hino, podemos distinguir as seções seguintes:
• o prelúdio ou cântico de entrada formulado no singular (vv. 1-2);
• a celebração da grandeza de Deus (vv. 3-7);
• de sua bondade (vv. 8-10)
• e de seu reinado (vv. 11-13).
Há um «crescendo» interno que alcança seu clímax no reinado de Deus, onde reaparecem os motivos previamente festejados.
A Bíblia de Jerusalém denomina todo o Salmo 144 como: “Louvor ao Rei Yahweh”. “São grandes as obras do Senhor”. Porém, esta grandeza que sentimos na insuperável obra da criação e este poder são ultrapassados pela grandeza de Sua misericórdia. O salmista aclama o Senhor, admirável por sua grandeza, misericórdia, onipotência, verdade, providência e justiça.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...