sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

1º DE JANEIRO



Solenidade da Santa Mãe de Deus

A reforma litúrgica consagrou à Mãe de Deus a oitava do Natal, que coincide com o início do ano civil e que, conforme o Evangelho, é o dia em que impuseram o nome a Jesus: “Completados que foram os oito dias, foi-lhe posto o nome de Jesus” (Lc 2,21).
Com o tema do nome do Senhor, explicitamente recordado no Evangelho de hoje, harmoniza-se a primeira leitura com o texto da comovente bênção sacerdotal sugerida pelo próprio Deus: “Eis como abençoareis os filhos de Israel:dir-lhes-eis: o Senhor te abençoe e te guarde! O Senhor te mostre a sua face e te conceda sua graça!... Assim invocarão o meu nome... e eu os abençoarei” (Nm 6,23-27). Reservada outrora ao povo de Israel, a bênção do Senhor estende-se hoje a todos os povos, por intermédio de Jesus. É “em Cristo Jesus” que Deus abençoa “com todas as bênçãos espirituais” (Ef 1,3) cada homem que o procura com coração sincero. É em vista de Jesus, que volta “a ti a sua face e te dá a paz” (Nm 6,26). O melhor modo de começar o ano é invocando o nome de Deus para dele receber o dom precioso da paz. Pensar nesta criança de “oito dias” é pensar em sua Mãe. Assim, hoje, a Liturgia se dirige espontaneamente a Maria, a Virgem Mãe, presente de modo discreto em toda parte onde está seu Filho divino. Olhando-o, invoca a Igreja, para todos os fiéis, a intercessão materna de Maria. Ó Deus,... concedei-nos experimentar a intercessão daquela por quem nos tornamos dignos de receber o Autor da vida, Jesus Cristo, vosso Filho.” A bênção de Deus adquire, por assim dizer, um toque materno: s]ao os fiéis abençoados em Jesus por intercessão de Maria, porque somente a pureza e o amor desta humilde Virgem os tornam “dignos de receberem o Autor da vida”, Jesus, Filho de Deus. A bênção do Senhor prometida a Israel, por meio de Jesus e de Maria, sua Mãe, atinja hoje todos os homens, e traga a cada coração graça e paz. “Deus nos seja propício e nos abençoe” (Sl 67,21).

A presença de Maria aparece com insistência nos vários textos litúrgicos, mas de forma velada, perfeitamente conforme ao caráter dela, toda humildade e silêncio. Na segunda leitura, São Paulo menciona-a, mas não a nomeia; salienta unicamente o fato do nascimento de Cristo de uma mulher: “Deus enviou seu Filho, nascido de uma mulher... para que recebêssemos sua adoção como filhos” (Gl 4,4-5). Realiza-se virginalmente a Encarnação do Filho de Deus, mas pela via normal da natureza humana; nasce de uma mulher, Maria. Por Maria vem viver, verdadeiro homem, entre os homens. Juntamente porque pertence à raça humana, porque é irmão dos homens na carne, pode Jesus resgatá-los e torná-los seus irmãos no espírito e, portanto, participantes de sua filiação divina. A graça de adoção chega aos homens através de Maria a qual, sendo Mãe de Cristo, é também Mãe dos que, em Cristo, se tornam filhos de Deus. Se no coração dos fiéis está “o Espírito do... Filho que clama: Abba, Pai!” (Gl 4,6), isto é devido – havendo Deus assim disposto – também à função materna de Maria Santíssima. Com igual discrição apresenta o Evangelho da Missa do dia Maria Santíssima no ato de cumprir seu ofício de Mãe. A narração de Lucas deixa entrever Maria que, logo após o nascimento de Jesus, recebem os pastores, alegremente lhes mostra Jesus (LG 57), e atenta ouve o que referem sobre as grandes coisas anunciadas pelo Anjo. Em seguida, enquanto “os pastores voltaram, glorificando e louvando a Deus por tudo o que haviam visto e ouvido” (Lc 2,20), Maria permanece junto do Filho e guarda consigo “todas estas coisas, meditando-as em seu coração” (Lc 2,19). Maria é Mãe de Jesus, não só porque lhe deu a carne e o sangue, mas também porque penetrou-lhes o mistério e se associou a ele de maneira mais íntima: “consagrou-se totalmente a si mesma... à Pessoa e à obra de seu Filho, servindo ao ministério da redenção em dependência dele e com ele” (LG 56). Por isso Maria é “para nós Mãe, na ordem da graça” (LG 61).

Pe. Gabriel de Santa Maria Madalena, OCD

Ó Jesus, considero este novo ano como uma página em branco que vosso Pai me apresenta e em que escreverá, dia por dia, o que dispôs em seu divino beneplácito. Desde já, no alto da página, escrevo com absoluta confiança: Senhor, fazei de mim o que vos aprouver. E no fim da página, ponho já meu Amém, assim seja, a todas as disposições de vossa divina vontade. Sim, ó Senhor, sim a todas as alegrias, a todas as dores, a todas as graças, a todos os cansaços que me preparastes e que me ireis revelando, dia após dia. Fazei que o meu amém pascal, sempre seguido do aleluia, pronunciado com todo o coração, na alegria de uma completa doação. Dai-me o vosso amor e a vossa graça e serei bastante rica.

Ir. Carmela do Espírito Santo, Escritos inéditos.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Mensagem da Comunidade Santa Teresa de Jesus



- A Comunidade Santa Teresa de Jesus, deseja aos Frades, Monjas, Grupos e Comunidades, que o Menino Deus continue derramando muitas bênçãos e graças e ilumine a nossa vocação carmelitana para que perseveremos na caminhada em todos os dias de nossa vida.
Que o Novo Ano que se aproxima seja repleto de muita Paz, Amor, Fraternidade e muita Perseverança, para que possamos continuar unidos na verdadeira Amizade junto a Cristo, a Virgem Maria, São José e todos os santos do Carmelo.

FELIZ ANO NOVO!!!

Sonia - Presidente

Notícias da OCDS de Belém do Pará


NOTÍCIAS DE BELÉM DO PARÁ



Inicialmente em nome da Comunidade Santa Teresa dos Andes o desejo de um venturoso Ano Novo de 2011.
O Natal de 2010 foi um Natal diferente, em primeiro lugar pela partida de nossa Regina, depois de um longo sofrimento. Imaginem que ela esteve se preparando para suas promessas temporárias ao longo desses três últimos anos, porém sua doença se agravou não podendo ela esperar para fazer em conjunto com outras duas (Socorro e Graça). Desse modo pedi licença ao Frei Alzenir para que ela pudesse realizar seu grande desejo e então levei um sacerdote (Pe. Manoel, da Prelazia de Ponta de Pedras, na Ilha do Marajó) que recebeu suas promessas em nome dos Frades. Foi exatamente na sexta-feira, uma semana antes do Natal às 18 horas. No Hospital estive eu a Jarina, uma irmã da Regina e o Pe. Manoel. Vocês não podem imaginar o sorriso, a alegria da qual ficou possuída a Regina. Devo lhes dizer que foi o meu melhor Natal, aquele no qual pude sentir o verdadeiro sentido do mistério do Natal.  Eu tinha levado ao Hospital, uma semana antes, um pequeno livro (O MISTÉRIO DO NATAL) de nossa Santa Teresa Benedita da Cruz.
       Uma semana após esse grande momento, a Regina parou de respirar, depois de três dias em coma.
       Podem  imaginar que o enterro foi às 10 horas da manhã do dia 24, e que as dificuldades foram muitas para que tivéssemos um sacerdote para celebrar uma Missa com o corpo presente.
Tudo aconteceu da forma mais bonita e bela. Na Capela mortuária,  esteve além dos familiares e amigos, todo o Grupo da Comunidade Santa Teresa dos Andes, cantando e celebrando o Natal da Regina. Foi um momento de grande emoção quando na partida do corpo para o cemitério, cantamos "Formosa e Bela", do livro dos Cantares.
Pelo exposto, podem imaginar o depois, Missa de Natal para qual preparei um Coral com mais ou menos 70 vozes, atenção ao Carmelo das monjas de Benevides, enfim, algo de extraordinário aconteceu. Estava vivo, cansado mas muito feliz.
        Meus irmãos do Carmelo, Deus seja louvado. Que Ele e Maria nos protejam, conservem  nossa vocação com aquele ardor e amor constantes.
Com um abraço saudoso de toda turma de Belém.

João Bôsco

sábado, 25 de dezembro de 2010

Mensagem de Natal de Frei Alzinir

Outro dia vi um painel natalino, numa pousada em Diamantina –MG, em frente à praça JK.

Aproveito-me desta cena do casario colonial mineiro, perdido entre as ladeiras e montanhas, para umas palavras por ocasião das festas do Natal de Jesus.
Jesus nasceu numa estrebaria, pois “não havia lugar pra eles na hospedaria”. Mesmo assim Ele nasceu e quis ficar conosco... João escreveu: “O Verbo se fez carne e veio morar entre nós!” (Jo 1,14). Veio ser o Deus conosco, nascido na família de Maria e José. Ao assumir a carne e a fragilidade humana, o fez em um lar.
E assim, Jesus uniu-se a todo ser humano, trazendo-nos novamente o ser divino. Veio ser e trazer-nos aquela “Luz que ilumina a todos”, a centelha divina escondida no mais profundo de nosso ser. Sobre ela cantou João da Cruz em sua mais bela poesia, a Noite escura: “Sem outra luz nem guia, a não ser a que no coração ardia”; Luz que leva a unir “Amado com a amada, amada no Amado transformada”.
Que o Verbo, Luz que veio iluminar-nos, encontre lugar e ilumine sua Morada, seja para você “Luz que não conhece noite”.
E você, recebendo-a, seja iluminado e inundado por sua paz e alegria a cada dia do Ano Novo, espalhando o bem sobre os que estão à sua volta...
Feliz Natal!

Fr. Alzinir – S. Paulo – Brasil - Dez. de 2010

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Jesus Menino vivo em todos os Corações

Jesus Menino vivo em todos os Corações

O cotidiano nos impõe atividades, compromissos e mais atividades. Nosso tempo se torna mais escasso e nos causa a impressão de dias mais curtos e trabalhos mais longos. Onde buscar e onde encontrar tempo para orar, silenciar e contemplar... sinais tão caros aos carmelitas. Como transpor aquele Menino da humilde manjedoura para nossa vida e para o nosso dia a dia? Eis mais um Natal que se aproxima e como um exercício diário vamos refletir, vamos buscar entender e viver os mistérios daquela gruta em Belém..... Vamos construir e aumentar a intimidade com Deus na figura simples e bela do Menino Jesus. Vamos apreender com aquela que tanta liberdade e amor teve para com este “pequeno Menino”. Em diversas vezes, Teresa do Menino Jesus, nos mostra como conversava, como vivia o seu Menino Jesus. Deixemos ela nos ensinar:

Tua linda mãozinha nos atrai,
Menino de carícias encantadas.
Ó divino Jesus, o Teu sorriso
É que sempre cativa as avezinhas.
(P 43, 6)


"Pai Eterno, vosso Filho Único, o doce Menino Jesus é meu,
pois mo destes.
Eu vos ofereço os méritos infinitos de sua divina Infância e eu vos peço,
em Seu Nome, levar às alegrias do céu inumeráveis falange de criancinhas,
que seguirão eternamente o Divino Cordeiro".
(Oração 13)


Certa vez a Bem Aventurada Ana de Santo Agostinho, do Carmelo de Villanueva de La Jara (Cuenca) ao entrar em sua cela, numa noite da Semana Santa, recebeu uma inusitada e alegre visita, Jesus Cristo. E se dirigiu ao Mestre dizendo: como estás aqui? E Jesus lhe respondeu: “como Tenho sido tratado pelos homens; aqui me Venho há descansar um pouco contigo”. Assim, peçamos que o Bom Menino descanse também em nossos lares e em nossos corações.
Com o doce Menino Jesus nos apresentado por Teresinha, externamos nossos desejos de paz e saúde em todos os lares e que a família carmelitana se solidifique e fortaleça na presença do Jesus Menino.

Professor Hercílio Martelli Júnior
OCDS – Beata Elisabete da Trindade
Montes Claros – Minas Gerais

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

QUANDO SUA FALTA AO TRABALHO FAZ TODA A DIFERENÇA



Acho muito bom que todos nós nos demos conta de que somos todos uma parte de um grande todo. Ninguém é menos importante e, por conseguinte, ninguém pode se julgar mais importante do que os outros.
Cada um de nós é uma peça neste grande quebra-cabeças da vida. Faltando um, a imagem do TODO fica comprometida, incompleta. Quando é que vamos entender isso?
O garçom que trabalha no restaurante onde eu vou passar horas agradáveis com meus amigos, deve ser tratado com respeito, porque ele é importante. O rapaz que ajuda a empacotar minhas compras no supermercado merece o mesmo respeito que eu exijo para mim.
A menina do telemarketing que muitas vezes me aborrece com ofertas que não me interessam de cartões de crédito, é apenas uma funcionária que tenta sobreviver às custas de seu penoso trabalho e devo reconhecer sua dignidade, evitando provocações, impaciência, impropérios que não levam a nada...
Quero isso pro natal. Reconhecimento. Nos reconhecermos todos filhos do mesmo Pai.

Fr. Marcos Matsubara, ocd

Confraternização Natalina da Comunidade Rainha do Carmelo (Fortaleza-CE)


NATAL, FESTA DA BONDADE DE DEUS!!
O Carmelo militante entra em comunhão com o Carmelo triunfante em louvor ao Menino-Deus!
Nossa Confraternização aconteceu na casa do Luciano e Ruth às 17:00 horas, tudo estava preparado com muito carinho e capricho, nenhum detalhe foi esquecido:
Acolhida, nossa presidente, Efigênia nos convidou a rezar e agradecer pelo momento:

Oração inicial e proclamação do Evangelho (Mt 1, 18-24). Tivemos a presença especial do Pe. Francisco Menezes, ele que sempre foi tão presente:
 
Todos os presentes participaram:
Teve uma dinâmica, onde cantamos a poesia de Nossa Santa Madre, " Vossa sou, para vós nasci...", e em fila cada pessoa levou uma vela para oferecer ao Menino Jesus junto com uma frase dessa poesia:

O Menino Jesus, ficou todo iluminado com a velas:
O Pe. Francisco Menezes abençoou todos os objetos que ganhamos, medalhas, cds, livros... :



Pe. Francisco Menezes e Natália:

Comemoramos também os aniversariantes do trimestre e cada membro da comunidade retirou o nome da pessoa por quem iria rezar todo o ano de 2011:
Ana Stela e Jacqueline:
Momento do nosso jantar, Mário e Jacira:
Janaína, Cláudia e Jacqueline:
Neila, Raimundo, Gláucia, Moisés e Helena:
Regina, Larissa, Lilian e Carolina:
Nosso gesto concreto, sorteamos 4 cestas natalinas e as pessoas sorteadas se comprometem a doar esta cesta a uma família carente:
1ª cesta, Ruth:
2ª cesta: Jacqueline: 3ª cesta: Efigênia:4ª cesta: Ana Stela: Nossa festa foi maravilhosa!! Momentos que favorecem nossa fraternidade, um bom jantar com direito a um bom vinho, Raimundo, Jacqueline, Renato, Ana Stela, Natália e Moisés:
Que todos nós tenhamos um NATAL pleno de alegria e paz do Senhor e um ANO NOVO de muita confiança e esperança, iniciado junto Àquela que trouxe o Príncipe da Paz: Maria, Mãe de Deus e ao seu Filho seja dada a honra e glória eternas. Amém!! Feliz 2011!!!!


--
Postado por Natália Durand, ocds no Blog da Comunidade Rainha do Carmelo (OCDS) em 12/20/2010 02:40:00 AM

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Encontro de Espiritualidade Carmelita...

No dia 04 e 05/12/2010, a comunidade Alegria da Sagrada Face, realizou retiro espiritual no convento das Irmãs Dominicanas em Itapetininga/SP para seus membros. Tivemos também a presença de alguns membros da Comunidade Nossa Senhora do Carmo de Avaré, Juliana de Fabio de Bauru/SP e alguns simpatizantes. O retiro foi precedido da Santa Missa celebrada por PE. Alexandre. E logo após á Santa Missa nos dirigimos á sala de palestra.









Pe. Alexandre celebra a Missa de abertura


"Parai um pouco na estrada para observar e perguntar sobre os antigos caminhos, qual o melhor para seguirdes por ele" (Jer 6,16)


Este foi o tema de nosso retiro com nossa irmã Maria Eduarda.

O silêncio é importante para deixamos que Deus nos ilumine.


Retiro... Oportunidade... Convite... Momento silêncio para ouvir, para perguntar, para aprofundar...

Precisamos buscar, ter sede de Deus, se não tivermos peçamos a Deus que nos dê essa sede.

Qual é o melhor caminho para seguirmos?

Buscamos receber de Deus sabedoria, “saborear”, sentir o gosto de Deus.

Ter um encontro com Deus e conosco mesmo,este foi o motivo de nosso retiro.

Santa Teresa nos diz: “Devemos ser amigos fortes de Deus”.

No silêncio avaliamos nossa caminhada....
Sabemos que dentro de nós é que está á força e agitação do mundo nos atrapalha.O encontro nos ajudou a entrar nesse silêncio.

No verdadeiro silêncio que vem de Deus que é o próprio Deus...


Nossos Santos eram pessoas de silêncio de oração e queremos aprender com eles a nos recolher neste silêncio. Nós Carmelitas queremos e desejamos estar recolhidos para escutar nosso Deus querido.

Que a oração nos abrase pelo espírito do amor... Que o espírito do amor nos encha de amor.


São João da Cruz entregou completamente seu coração ao querido Deus e amado.

Somos chamados a acompanhar, para seguir Jesus. Sem Ele nada sou (Santa Teresinha)


“Que queres que eu te faça”... (Luc 18,41)

Qual é o meu chamado?

Escutar, estar com os ouvido e coração atentos...
Senhor o que queres que eu faça?
Num retiro tivemos oportunidade deste diálogo com o Senhor.

Nossa reforma é muito difícil. Temos que reforma a casa do nosso coração. Deus nesse retiro foi nos mostrando a reforma que precisamos fazer.

No advento lembramos muito Elisabete da Trindade, pois ela meditava a caminhada de Maria indo ao encontro de Isabel.


Quem tem uma verdadeira intimidade com Deus vai querer levar isso aos outros...

“O Deus da bondade se compraz em satisfazer os desejos da alma que não amam senão a Ele”... (Santa Teresinha)

Rezar com a vida. Que seta eu devo seguir?


De acordo com minha vida, qual é a vontade de Deus para o hoje de minha caminhada?.

O Senhor nos fala silenciosamente, com carinho.

Na oração diária Deus nos mostra aquilo que devemos fazer.

Só a experiência nos faz permanecer Nele.

“Continuemos fazendo progressos!

Senhor, a exemplo de Maria, possamos também responder todos os dias: eis me aqui!!!!


Foto oficial

Nossos agradecimentos a nossa querida Presidente Provincial Maria Eduarda pela iniciativa do retiro e condução nestes dois dias.


Ao padre Alexandre nosso obrigada por celebrar conosco.

Nossa gratidão ,mais uma vez ,às irmãs Dominicanas pelo emprestimo da casa.

ÀS Comunidades presentes, amigos e familiares NOSSO CARINHO.

Deus os abençoe!

ESTHER EM NOME DE TODA COMUNIDADE "ALEGRIA DA SANTA FACE"
No dia 12 de dezembro, a Comunidade Santa Teresa de Jesus - Campinho, fez seu retiro em preparação ao Natal de Nosso Senhor. Frei Odair, nosso assistente, esteve conosco durante todo o dia: falou-nos sobre o Livro da Vida, sobre a oração teresiana, e celebrou a Santa Missa.

domingo, 19 de dezembro de 2010

Se o nascimento de Jesus fosse hoje

Comemorações na Comunidade OCDS da "Sagrada Face" de Varginha - MG


Comunidade OCDS da "Sagrada Face" de Varginha        Comemoramos o dia de São João da Cruz com uma missa celebrada pelo Bispo Emérito de Taubaté: Dom Antonio Afonso de Miranda, concelebrada pelo vigário da Paróquia do Mártir São Sebastião Padre Sebastião.
A missa (pelo encerramento do ano jubilar da Paróquia) foi animada pelo Pároco Padre Jean que anunciou a presença da ordem e nos deu boas vindas.
Fomos mesmo muito privilegiados!
 Logo após a missa, fizemos nossa confraternização de Natal.  Elaboramos brincadeiras com perguntas sobre nossos santos e Caminho de Perfeição, todos participaram com muita alegria.      Marilda, nossa irmã, fez um texto homenageando nossos saudosos irmãos Romeu e Selma, deixando-se revelar suas qualidades poéticas.  Logo após revelamos o amigo oculto. Tudo foi muito animado e divertido. "Bendito seja Deus!"

retiro da comunidade Beata Elizabeth da Trindade em Coronel Fabriciano-MG





Primeiro retiro da comunidade Beata Elizabeth da Trindade em Coronel Fabriciano-MG, realizado nas depenências do Carmelo Santíssima Trindade B. Elizabeth da Trindade, ministrado por Ana Maria Scarabelli, momentos de grande aprendizado, interiorização e encontro com Deus. Na oportunidade apresentamos nosso grupo formado por 10 pessoas, tendo como presidente Sidnei Paiva, conselheira Conceição Noman, a segunda conselheira Maria da Consolação.
Aproveitamos para desejar a todos um santo Natal, que o menino DEUS sempre encontre lugar para nascer na manjedoura do nosso coração.

 Att

Maria da Conceição Barreto Noman de Castro

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Natal no Carmelo


Nada haverá de escura a noite de natal, pelo contrário, será a maior chama viva de amor de Deus para com os homens!

Maria Santíssima não se perturbou e soube que, com seu SIM, alcançaria Graças Divinas para a humanidade, e, já sabedora que tudo passa, teve paciência.

Na noite de natal Ela estará lá conosco, revivendo este inexplicável momento de amor, sempre nos ensinando que só Deus basta!

Na simplicidade da pequena via, desejo que o Amado meu visite cada família, em todos os lugares, pois tudo depende do amor.

Um Santo e Feliz Natal!

Marcelo Vilela, ocds.
Comunidade Beata Elisabete da Trindade - Montes Claros/MG

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Oração a Todos os Santos Carmelitas

Mais um ano está se encerrando. Um novo ano litúrgico já começou. Deixo aqui minha homenagem, em forma de oração, a todos os nossos irmãos e irmãs que já nos precederam e que estão a nos esperar no Carmelo Celeste, cantando sem cessar as Misericórdias do Senhor e os Amores do Amado.


Oração a Todos os Santos Carmelitas
Santíssima Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo! Vós sois adorado e glorificado por todos os vossos santos! Sabemos que amais e conheceis a cada um deles pois todos vos serviram na terra e, com suas vidas, imitaram o Santo dos santos, Jesus Cristo Senhor Nosso.
Sabemos que olhais com especial apreço para aquela multidão de eleitos que compõem o Carmelo Celeste.
Entre eles estão os santos profetas Elias e Eliseu, nossos patriarcas, bem como todos os santos homens do Antigo Testamento que os seguiram, no Monte Carmelo, em uma vida penitente, recolhida e abnegada.
Contemplamos aquela primitiva comunidade de eremitas cristãos, que vindos à Terra Santa por causa das Cruzadas, encontraram no Monte Carmelo um lugar propício para sua sede do recolhimento em Deus. Aí vemos as veneráveis figuras de S. Bertoldo, S. Brocardo e dos demais valorosos santos eremitas que, retirando-se do mundo, serviram-se da solidão das grutas do Carmelo para uma contínua contemplação dos vossos mistérios, ó Senhor, e assídua meditação de vossa Palavra. Não poderíamos também deixar de vos bendizer e agradecer pela gloriosa figura do bispo Sto. Alberto de Jerusalém, nosso legislador, que, cheio das luzes do Espírito Santo, nos redigiu uma sábia e piedosa Regra que tanto bem fez e faz a uma multidão de almas.
Honramos também todos aqueles benditos irmãos que implantaram a Ordem da Bem-Aventurada Virgem do Monte Carmelo em terras européias. Especialmente vos apresentamos o glorioso São Simão Stock, servo e filho devotíssimo da Virgem Maria, em cujas mãos Nossa Senhora entregou o grande dom do Escapulário do Carmo.
Olhai também para os méritos e as preces de vossos santos servos Sto. Alberto da Sicília, Sto. André Corsini, S. Pedro Tomás e demais presbíteros e bispos que tanto prestígio trouxeram à Ordem do Carmo por causa da fama de suas grandes virtudes e dons espirituais.
Pedimos que ouçais os louvores e doces suspiros que vos dirigem o coro de vossas servas, as santas virgens carmelitas, esposas de Cristo. Entre elas destacamos Sta. Maria Madalena de Pazzi, tão cheia de ardente amor por Vós e tão perfeita seguidora do Cristo Sofredor.
E nós, do Carmelo Descalço, juntamente com toda a Igreja, queremos vos louvar e agradecer pelo dom de nossa gloriosa mãe Santa Teresa de Jesus e de nosso santo pai São João da Cruz! Quanta alegria e quanta honra não vos trouxeram esses dois gigantes da fé que ainda hoje são potentes faróis a nos mostrar o caminho da oração e da perfeição evangélica! Agradecemos pelo dom de seus santos escritos, preciosos tesouros da sabedoria mística e alimento espiritual seguro para o coração humano, faminto de Deus. Aos nossos santos pais nos dirigimos humildemente pedindo sua benção e a graça de imitar-lhes as virtudes!
Também vos louvamos, ó Deus de Amor, por todos os demais santos e santas do Carmelo Teresiano, que deram à terra nova vida e alento, graças à beleza de suas vidas. Aqui destacamos nossa doce e “pequena” irmã Sta. Teresinha do Menino Jesus, a “maior santa dos tempos modernos” e Padroeira das Missões, que nova glória trouxe ao Carmelo Descalço e renovada esperança concedeu àqueles e àquelas que também aspiram à santidade e a sentiam como que “distante” de si. A ela nosso “muito obrigado” por ter partilhado conosco seu caminho espiritual, a “Pequena Via” do amor e abandono em Deus.
Ó, Deus Santo! São tantos os nomes dos nossos heróis na fé! São tantos e tantas aquelas figuras no Carmelo que refulgem uma santidade genuína, quer no silêncio dos claustros, quer na vida apostólica! Alguns já foram canonizados aqui na terra; todos já o foram no Céu! Como poderíamos deixar de citar Sta. Teresa Margarida, Sta. Teresa dos Andes, a Beata Elisabete da Trindade, São Rafael Kalinowski, o Beato Francisco Palau e muitos outros perfeitos seguidores do carisma teresiano-sanjuanista! Graças a eles e a elas a Igreja e o mundo dispôem de luzeiros seguros que apontam o Cristo e que expulsam as trevas que envolvem continuamente a pobre humanidade sufocando-a com o pensamento do mundo. Também a todos eles e a elas pedimos a graça da perseverança no seguimento do Cristo.
Finalmente, nunca poderíamos deixar de lembrar de todas aquelas testemunhas que matizaram o Carmelo com a cor rubra do sangue derramado por amor a Deus e à Igreja! Nomes gloriosos surgem neste momento: os Beatos Redento e Dionísio, as Beatas Teresa e companheiras, Beatos Miguel e companheiros, Beatas Pilar e companheiras, Santa Teresa Benedita, Beato Afonso e tantos outros que compõem o glorioso coro dos mártires carmelitas. Temos o dever de sermos gratos ao testemunho desses heróis na fé, semeadores daquele sangue fecundo que faz crescer novas “flores” no Carmelo.
Por fim, nós vos pedimos ó Deus, pelos méritos e pela intercessão de todos esses vossos santos servos e servas, que contemplam incessantemente vossa Face no Céu, que também nós, pecadores e peregrinos aqui na terra, possamos ser santos e santas, para vossa maior honra e glória.
Amém.

(Giovani C. Mendes, 19/07/2006)

AOS QUERIDOS IRMÃOS E IRMÃS CARMELITAS


"FOI NO DIA 25 DE DEZEMBRO DE 1886 QUE RECEBI A GRAÇA DE SAIR DA INFÂNCIA ;NUMA PALAVRA ,A GRAÇA DE MINHA COMPLETA CONVERSÃO"(SANTA TERESINHA MA 45 R )


EM UMA CARTA AO PADRE ROULLAND ,SANTA TERESINHA FALA TAMBÉM SOBRE SUA CONVERSÃO:

"A NOITE DE NATAL DE 1886 FOI ,É VERDADE ,DECISIVA PARA MINHA VOCAÇÃO ,MAS PARA DESIGNÁ-LA MAIS CLARAMENTE DEVO CHAMAR-LHE :A NOITE DE MINHA CONVERSÃO" ...TRANSFORMOU-ME DE TAL MANEIRA QUE NÃO MAIS ME RECONHECIA" CT 201.
ESTE ACONTECIMENTO FOI FUNDAMENTAL NA VIDA DE SANTA TERESINHA.
QUANDO SE APROXIMA O NATAL DO SENHOR ,PENSO QUE PODEREMOS MEDITAR NESTE MOMENTO FORTE DA VIDA DE NOSSA SANTINHA, PEDINDO AO SENHOR,ESTA FORÇA NOVA ,A CONVERSÃO VERDADEIRA DE NOSSOS CORAÇÕES ,O DESEJO DE ESTAR MAIS INTIMAMENTE COM ELE EM TODOS OS MOMENTOS ,FICANDO FIRMES EM NOSSA VOCAÇÃO ,CAMINHANDO NA FIDELIDADE E CONFIANÇA INABALÁVEL NELE.
PARA ISSO ,PEDIMOS QUE NOS AJUDE ,EM NOSSA CAMINHADA DE CARMELITAS.
MEUS AMADOS IRMÃOS E IRMÃS NO CARMELO TERESIANO ,GOSTARIA DE PODER ABRAÇÁ-LOS NESTE NATAL!!!!!MAS MESMO DE LONGE ,ENVIO MEU ABRAÇO , CARINHO E VOTOS DE UM SANTO E ABENÇOADO NATAL !!!!
POSSAMOS EM 2011 ESTAR JUNTOS E UNIDOS EM ORAÇÃO CRESCENDO ,AMADURECENDO A CADA DIA!!!!FELIZ ANO NOVO PARA VOCÊS!!!!!
MUITA FORÇA , CORAGEM E ALEGRIA NA CAMINHADA !!!!!
"IMPORTA UMA GRANDE E FIRME DETERMINAÇÃO DE NÃO PARAR ATÉ CHEGAR A META..."(SANTA TERESA DE JESUS C 21,2)
ANIMADOS PELOS ENSINAMENTOS DE NOSSOS SANTOS ,PROSSIGAMOS SEM NUNCA DESANIMAR !!!!!
MARIA EDUARDA


"ELE JAMAIS SE CANSA DE DAR,NEM SE ESGOTAM SUAS MISERICÓRIDIAS ;NÃO NOS CANSEMOS TAMBÉM DE RECEBER"(SANTA TERESA DE JESUS V 19,15)

AO NOSSO QUERIDO PROVINCIAL E AMIGO FREI ALZINIR,AO NOSSO AMADO DELEGADO PROVINCIAL PARA OCDS FREI AFONSO ,AOS ASSISTENTES ESPIRITUAIS QUE ESTIVERAM SEMPRE PRESENTES E NOS AJUDARAM NESTE ANO ,DESEJAMOS UM ABENÇOADO E SANTO NATAL .


QUERO APROVEITAR TAMBÉM PARA AGRADECER A TODOS OS FRADES E MONJAS ,NOSSOS IRMÃOS E IRMÃS QUERIDOS ,COM OS QUAIS COMPARTILHAMOS E APRENDEMOS.


NOSSO CORAÇÃO SE ENCHE DE ALEGRIA AO RECORDAR TODO APOIO QUE NOS DERAM!!!!!!

APRENDEMOS MUITO COM TODOS VOCÊS !!!!!

NESTE MOMENTO ,TENDO PRESENTE O QUE O SENHOR REALIZOU COM A AJUDA IMPORTANTE DE VOCÊS ,NA TAREFA INTERMINÁVEL DE NOS CONDUZIR PARA SEU CAMINHO ,AGRADECEMOS A ELE ESTA BENÇÃO EM NOSSAS VIDAS!!!!!


QUE EM 2011 ,A MISERICÓRDIA DE DEUS ,CONTINUE FAZENDO DE TODOS VOCÊS ,ESTE CANAL DE GRAÇA ,PARA NOS AUXILIAR A PREPARAR A TERRA DE NOSSOS CORAÇÕES ,TORNANDO -A UM TERRENO FÉRTIL ,FLORIDO E PREENCHIDO COM A FRAGÂNCIA DA PRIMAVERA .

SÓ PODEMOS DIZER MUITO OBRIGADA POR TUDO!!!!!!FELIZ NATAL !!!!!FELIZ ANO NOVO!!!!!


CONTEM COM NOSSAS ORAÇÕES E AMIZADE


MARIA EDUARDA

"SEJA BENDITO PARA SEMPRE AQUELE QUE TANTO CUIDADO TEM TIDO COMIGO"(SANTA TERESA DE JESUS V 40,17)

AGRADEÇO AO CONSELHO PROVINCIAL ,SECRETÁRIA,TESOUREIRA,RESPONSÁVEIS PELAS COMISSÕES E TRABALHOS,POR TEREM ACEITADO COM TANTO CARINHO MEU CONVITE ,DIZENDO SIM PARA ESTA CAMINHADA HORA INICIADA .
APROVEITO PARA DESEJAR-LHES UM SANTO E ABENÇOADO NATAL COM JESUS RENASCENDO NA GRUTA DE SEUS CORAÇÕES.
ESTENDO ESTES VOTOS AOS SEUS QUERIDOS FAMILIARES E TAMBÉM AOS IRMÃOS E IRMÃS DE SUAS COMUNIDADES E GRUPOS.
QUE NO PRÓXIMO ANO ,O SENHOR POSSA ILUMINAR OS NOSSOS PASSOS PARA REALIZARMOS BEM OS SEUS PROJETOS !!!!
MEU ABRAÇO FRATERNO , CHEIO DE TERNURA E GRATIDÃO!!!!!!
MARIA EDUARDA

SÃO JOÃO DA CRUZ - 14/12/2010


Presbítero, Doutor da Igreja e Nosso Pai
Solenidade na O.C.D.
Nasceu em Fontiveros, em 1542. Fez-se carmelita em Medina Del Campo, no ano de 1563. Instrumento providencial nas mãos de Teresa de Jesus, ajudou-a em sua obra desde a primeira fundação dos frades contemplativos, em Duruelo, em 28 de novembro de 1568. Estando doente em Ubeda, “foi cantar matinas no céu” na noite de 13 de dezembro de 1591. É guia indiscutível no caminho do espírito. Célebres são suas obras: Subida do Monte Carmelo, Noite escura, Cântico espiritual, Chama viva de amor. Pio XI conferiu-lhe o título de Doutor da Igreja universal em 24 de agosto de 1926.
São João da Cruz é pai e mestre espiritual do Carmelo teresiano, doutor da vida cristã no seu dinamismo teologal, cantor da formosura de Deus e da beleza da criação. A sua lembrança torna-se, hoje, liturgia vivia. Através do louvor divino, sua oração, sua poesia, seu canto eterno de glória tornam-se viático e oração do Carmelo peregrino aqui na terra. Sua doutrina foi uma exegese viva do Evangelho, por isso, a Palavra de Deus ilumina a sya experiência, e seus ensinamentos têm alcances inimagináveis na meditação dessa palavra. A liturgia desta solenidade é Palavra de Deus e palavra de São João da Cruz, numa síntese entre meditação e louvor.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Mensagem de natal 2010- de Nosso Provincial Frei Alzinir ocd


Do Verbo divino

A Virgem grávida

Está a caminho...

Pede-vos pousada!

Caros Irmãos e Irmãs no Carmelo Teresiano: Paz!

Inserida no tempo do Advento, a festa do Santo padre João da Cruz no dia 14 de dezembro nos premia com sua atitude de continua vigilância e atenção, de acolhida do mistério de Jesus, o Verbo encarnado no seio de Maria por obra do Espírito Santo.

Para o Santo, Jesus Cristo é o Deus que vem até nós. É o dom da proximidade de Deus, o Verbo encarnado para “estar conosco”, para dar o conhecimento e ser garantia do amor irreversível do Pai por nós: “Não me tirarás, Deus meu, o que uma vez me deste em teu único Filho, Jesus Cristo, em quem me deste tudo quanto quero...” Ele é o “espelho sem mancha do Eterno Pai”, em quem devemos contemplar o próximo e a quem João da Cruz dirige-se normalmente com os apelativos de “Palavra”, “Esposo” e “Amado”.

Jesus, a “Palavra” definitiva e eterna do Pai é a sua revelação mais perfeita, sua mais completa forma de dizer-se a nós. A palavra – oral, escrita ou testemunhal - é veículo de comunicação entre as pessoas. “Uma palavra falou o Pai, que foi seu Filho; e a pronunciou no eterno silêncio e em silêncio há de ser ouvida pela alma”. É o silêncio fecundo de Maria e que permite-nos à luz da fé, acolher docilmente, encarnar na própria vida a Palavra, “permanecer” nela, ter a “Vida em abundância” e a alegria que Jesus veio trazer a nós.

A partir da atitude de abertura por parte de Deus, podemos entender porque João chama frequentemente a Jesus de “Esposo”. É o “dulcíssimo Jesus, Esposo das almas fiéis...” que desposou a natureza humana consigo “debaixo da macieira”, isto é na cruz, redimindo a natureza humana, concedendo-lhe com isso a vida e “descobrindo-lhe as disposições de sua sabedoria” divina, “como só Ele sabe, tão sabiamente e formosamente tirar dos males bens”. A finalidade desta união esponsal com a natureza humana é a de fortalecê-la e enriquecê-la com as virtudes, a fim de que “seguindo as pegadas” do Verbo Esposo e “discorrendo pelos caminhos” com os companheiros, “cada alma ... conforme sua própria vocação, segundo o espírito e estado que Deus lhe dá, com muita diversidade de exercícios e obras espirituais”, siga pelo “caminho que consiste na perfeição evangélica...”. E esta consiste na “igualdade de amor com Deus” que aspira à vida eterna, “aquele peso de glória a que me predestinaste, ó Esposo meu, no dia de tua eternidade, em que houveste por bem determinar a criação de meu ser...”

O “Amado” que deixa o seio da Trindade para ser o Deus visível entre nós, está “escondido no íntimo ser da alma”; a fere com seu amor e a provoca a “sair de si e de todas as coisas” segundo “o afeto e a vontade”. Neste “sumo recolhimento dentro de si mesma”, entende que Ele “nunca falta à alma”. Mas ela há de buscá-Lo pela fé e pelo amor, em solidão e pobreza de todas as coisas, “não se contentando com nenhuma outra coisa fora Dele”. Este será o sinal de que O ama de fato e O tem como único Esposo.

O santo padre João da Cruz viveu aquele advento de 1577 no cárcere de Toledo. Lá ele compôs os Romances trinitários e cristológicos. Neles transparecem a ternura e o amor entre os “Três” divinos, que em sua condescendência vem até nós: Jesus assume nossos trabalhos, traz-nos a alegria; vem ser nosso Companheiro.

Faço votos que ele encontre acolhida em cada um e em suas comunidades! E que todos tenhamos um fecundo Advento e feliz festa de S. João da Cruz.


Desejo-lhes um feliz e Santo Natal e que o

Ano de 2011 seja repleto das graças do Senhor!

Fraternalmente,


Fr. Alzinir F. Debastiani - Advento - Natal 2010

sábado, 11 de dezembro de 2010

SÃO JOÃO DA CRUZ É UM APAIXONADO POR DEUS QUE NOS ENSINA ESTA PAIXÃO

AO APROXIMAR-SE A SOLENIDADE DE SÃO JOÃO DA CRUZ ,NOSSO CORAÇÃO CARMELITANO SE ENCHE DE ALEGRIA E DESEJOS DE CATIVADOS POR SUA VIDA E ESCRITOS, AUMENTAR NOSSA INTIMIDADE COM O SENHOR DA VIDA.
DA ESPANHA DO SECULO XVI SURGE O MÍSTICO ,O POETA ,O ESCRITOR ,O CONTEMPLATIVO QUE CONCENTROU SUA VIDA ,INTEIRAMENTE O SEU SER E VIVER NA COMUNHÃO COM DEUS E A PARTIR DELE COM OS IRMÃOS E IRMÃS ,DEIXANDO-NOS ESTE EXEMPLO E CONVITE PARA QUE NÓS, TAMBÉM NESTE SÉCULO ,POSSAMOS REVELAR ,CONVENCER E SEDUZIR AOS QUE ESTÃO AO NOSSO REDOR ,LEVANDO-OS TAMBÉM A ESTE ENCONTRO ,A ESTA PAIXÃO POR NOSSO SENHOR.
SABEMOS, QUE PARA ISSO PRECISAREMOS ESTAR A CADA DIA NOS FORMANDO ,APRENDENDO E VIVENDO NA PRESENÇA E INTIMIDADE CONSTANTE COM NOSSO AMADO .
SÓ QUEM TEVE A EXPERIÊNCIA PODERÁ TRANSMITI-LA AOS OUTROS.
NOSSA RESPONSABILIDADE DE CARMELITAS É GRANDE!!!!.
PRECISAMOS ESTAR ,COMO SÃO JOÃO DA CRUZ ,LOUCAMENTE E PERDIDAMENTE APAIXONADOS PELO SENHOR E ASSIM PODEREMOS TRANSMITIR AOS DEMAIS ESTE SEGREDO.
DESEJO A TODOS, IRMÃOS E IRMÃS, UM FELIZ DIA DE SÃO JOÃO DA CRUZ !!!
QUE POSSAMOS COLOCAR NOSSA CONFIANÇA E ESPERANÇA EM NOSSO SENHOR E ASSIM CAMINHAR NA FÉ E ALEGRIA
MEU ABRAÇO FRATERNO
MARIA EDUARDA
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...