quarta-feira, 13 de abril de 2011

COMO REGAR O JARDIM DA ALMA





COMO REGAR O JARDIM DA ALMA
Parece-me que li ou ouvi esta comparação ‑ como tenho memória ruim, não sei onde nem por quê; mas, para o meu objetivo aqui, basta-me citá-la. Quem principia deve ter especial cuidado, como quemfosse plantar um jardim, para deleite do Senhor, em terra muito improdutiva, com muitas ervas daninhas. Sua Majestade arranca as ervas daninhas e planta as boas. Façamos de conta que isso já aconteceu quando uma alma decide dedicar-se à oração e começa a se exercitar nela. Com a ajuda de Deus, temos de procurar, como bons jardineiros, que essas plantas cresçam, tendo o cuidado de regá-las para que não se percam e venham a dar flores, cujo perfume agradável delicie esse nosso Senhor, para que Ele venha a se deleitar muitas vezes em nosso jardim e a gozar entre essas virtudes.
Vejamos agora a maneira de regar, para sabermos o que fazer e o quanto isso nos há de custar; verificar se o lucro é maior do que o esforço e o tempo que o trabalho levará.
Parece-me que é possível regar de quatro maneiras:
Ø tirando a água de um poço, o que nos parece grande trabalho;
Ø tirá-la com nora e alcatruzes movidos por um torno; assim o fiz algumas vezes:
dá menos trabalho que a outra e produz mais água;
Ø trazê-la de um rio ou arroio; rega-se muito melhor, a terra fica bem molhada, não é preciso regar com tanta freqüência e o jardineiro faz menos esforço;
Ø contar com chuvas freqüentes; neste caso, o Senhor rega, sem nenhum trabalho nosso, sendo esta maneira incomparavelmente melhor do que as outras.
continue lendo este texto:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...