domingo, 18 de março de 2012

Vive numa cela onde mora o Espírito

(Jerônimo Gracián, Esposizione spirituale e mística

della Regola Carmelitiana, s.l., 1595, cap.3)

Podes morar em três celas. A primeira é o seio da Santíssima Virgem Maria no qual entram os castos e puros para adorar o Cristo no recesso do coração virginal.

A segunda é a chaga do peito de Cristo, onde se abrigam os fervorosos que fogem dos tumultos do mundo, como a rola e o pássaro procuram seus ninhos, para gozar o calor do sangue ardente.

A terceira, porém é o teu coração, no qual se encontra a gruta de Elias, o divino silêncio que ensina as trevas luminosíssimas (= escuridão luminosa) que transformam, e a coluna de fogo que ilumina o mundo, indo ao mais íntimo do coração, e manifestando os inefáveis segredos da oração.

Fica retirado e recolhido na cela em que sintas melhor, meditando dia e noite e, quando necessitas ocupar-te com outros afazeres, carrega a cela contigo, como faz o caracol.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...