domingo, 1 de abril de 2012

SOMOS OS BURRINHOS DE JESUS





O Dia dos Ramos é festa, alegria. Jesus entra triunfante em Jerusalém aclamado pelo povo que, feliz, estende mantos por onde Ele passa e agita ramos de oliveira e palmeiras dizendo: “Bendito aquele que vem no nome do Senhor”. Mas como vem Jesus? Vem cavalgando um burro onde ainda ninguém tinha montado. O burro, na antiguidade, nunca tinha sido usado por nenhuma pessoa e trabalho, era destinado a pessoas importantes. Hoje Jesus necessita de nós como “burrinhos” para que possa penetrar nas nossas casas, nas famílias, no trabalho. Tudo o que fazemos não somos nós que o fazemos mas é Jesus através de nós. Somos “burrinhos de Jesus” mas o burro é importante porque carrega o Senhor. É uma lição de humildade, de simplicidade, que devemos aprender. Como é belo saber que Jesus necessita de nós para ser anunciado e amado e para que os outros o amem de verdade. As leituras deste domingo de ramos são bonitas. Nos falam de como nós devemos nos comportar na vida.
Na primeira leitura o profeta Isaias nos apresenta o servo sofredor de Javé que é uma figura que anuncia Cristo. Deve ter uma língua de anunciador, saber escutar e saber não desanimar nunca diante das dificuldades. Não devemos fechar os olhos mas sermos corajosos nestes últimos tempos: eu quero ser SEMEADOR DE ESPERANÇA, há semente que nasce da noite para o dia, outras que precisam de meses e outras anos.... eu quero semear sementes que dêem frutos daqui a 100 anos para que sejam árvores que não morrem.
NA segunda leitura, Paulo Apostolo nos oferece Cristo como modelo que não se envaidece por ser Filho de Deus mas assume os nossos sofrimentos, se faz um de nós, exceto no pecado, e se faz obediente e “escutador” de todos que ele socorre nos seus sofrimentos. O Evangelho que é a paixão, do Evangelho de Marcos tem como moldura no início e no fim, a presença de mulheres. É importante, a mulher é a nova educadora dos corações, a ela cabe a responsabilidade de mudar o mundo e torná-lo mais humano, mais fraterno. Mulher educa e ensina, não “no grito” como os homens mas no amor, na delicadeza. Quem não entende o gesto da mulher que perfuma os pés de Jesus, os avarentos de sempre, dizem: poderia se dar esse dinheiro aos pobres”; que fique claro Jesus nos ensina que a pobreza é um mal que deve ser estirpado, mas nos diz que o amor e a delicadeza é um bem. E no fim, nós temos as mulheres que observam onde será colocado o corpo de Jesus, elas amam. Quando se ama, se ama para sempre.
Celebremos esta semana santa olhando e vivendo na escuta dos que sofrem e aliviemos a dor dos pobres. Que você pretende fazer? Não faça da Páscoa uma festa que se reduz a presentes e ovos e colomba pascal. Disso falarei da próxima vez.
Que Deus te abençoe e a Virgem Maria, nossa Mãe, e Santa Teresinha façam chover uma chuva de rosas e de bênçãos aí sobre sua família e aqui no Egito sobre mim e todos os egipcianos.
Aos meus amigos do facebook, paz e benção.
Feliz Páscoa.

ABUNA BATRIK
01/04/12


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...