sexta-feira, 7 de setembro de 2012

PARAOLIMPÍADAS 2012



Frei Alzinir Francisco Debastiani, ocd

Nestes dias tenho assistido a algumas competições dos Jogos Paraolímpicos de Londres. Ver aquelas pessoas, às vezes em cadeiras de rodas, outras com próteses, outras com pernas mecânicas, sem braços, com partes de pernas ou mesmo sem a visão ou audição... 
São "defeitos", segundo a mentalidade de parte da sociedade que somente valoriza a perfeição, a beleza física, a eficiência e investe milhões em produtos de beleza, cirurgias, silicone, etc...
Porém, olhando além das aparências, como não perceber a outra Beleza que está além da aparência física?
Como não ver que cada vida destas pessoas e de tantas outras portadoras de deficiência é um dom que vem do Autor de cada uma destas vidas?
Entre nós dizemos que cada pessoa é um Castelo habitado pela Trindade.

Penso que as Paraolimpíadas nos dizem muito, até muito mais do que as Olimpíadas em si mesmas  com sua beleza e seus records, pois nos mostra que o fato dos atletas parolímpicos estarem ali competindo já é uma vitória. 
Vitória contra os preconceitos, vitória contra os limites físicos, vitória contra o fatalismo, etc... para nos dizer que são pessoas humanas vivas, possuem uma dignidade humana e são capazes de muitas coisas. 
Se não possuem alguma parte do corpo, mesmo assim aprenderam a valorizar-se e souberam desenvolver-se com o que tinham, graças à sua garra e ao apoio de outros que os ajudaram e acreditaram neles.
 Enfim, é  recordar aquele convite feito pela Campanha da Fraternidade de 2006, cujo lema era: "Levanta-te, vem para o meio" (Mc 3,3).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...