sexta-feira, 16 de novembro de 2012

“Não façamos torres sem fundamentos”


XXIX CONGRESSO DA OCDS


 São Roque - SP

FREI AFONSO , OCD
·         “Enfim, irmãs minhas, aquilo com que quero concluir é que não façamos torres sem fundamentos, porque o Senhor não olha tanto a grandeza das obras como ao amor com que se fazem; e desde que façamos o que pudermos, Sua Majestade fará com que vamos podendo cada dia mais e mais conquanto não nos cansemos logo; mas, no pouco que dura esta vida, e porventura será ainda menos do que cada uma pensa, ofereçamos interior e exteriormente ao Senhor o sacrifício que pudermos, pois que Sua Majestade o juntará com o sacrifício que Ele ofereceu por nós na Cruz a seu Pai para que tenha o valor que o nosso amor tiver merecido, embora sejam pequenas as obras” (VII M 4,15). 

·         “Se não tiverdes essa determinação, não espereis grandes benefícios. Porque o fundamento de todo este edifício, como já disse, é a humildade (...). Para que esse edifício tenha bons alicerces, procure cada uma ser a menor de todas, e sua escrava, vendo como ou em que podeis servi-las e dar-lhes prazer. O que fizerdes neste caso o fareis mais para vós do que para elas. Assentareis pedras tão firmes que vosso castelo não desabará” (VII M 4,8).

·         “Já sabeis que a primeira pedra deve ser a boa consciência; e, com todas as vossas forças, libertai-vos até dos pecados veniais e segui o mais perfeito” (Caminho de Perfeição 5,3).

·         “Repito que, para que o façais, não deveis assentar vossos alicerces só em rezar e contemplar. Com efeito, se não buscardes virtudes e o exercício delas, ficareis sempre anãs. E praza a Deus que não seja apenas no crescer, porque já sabeis que quem não cresce, diminui” (VII M 4,9).

·         “Grande fundamento é... começar e seguir com determinação e sem querer consolações, a levar caminho de cruz desde o princípio” (V15,13).

·         “O Fundamento dos fundamentos para Santa Teresa é Cristo Jesus: “É por meio desse Senhor nosso que nos vêm todos os bens. Ele o ensinará; o melhor modelo é contemplar a sua vida” (V22,7). “Ele é a fonte de todas as virtudes”(V14,5) e com Ele se aprende a praticar o bem com abnegação, fidelidade e determinação: “Parece-me que com seu voo, nos atrevemos a voar, como acontece com os filhotes das aves quando o aprendem. Ainda que não possam dar grandes voos, eles pouco a pouco imitam seus pais. É de grande proveito, posso afirmá-lo (III M 2,12).

·         Na prática, a necessidade de buscar fundamentos sólidos para a vivência cristã, já é uma resposta amorosa e previdente de Deus: “Deus dá a essa alma um imensurável desejo de não descontentá-Lo em coisa alguma, por pouquinho que seja, nem de agir com imperfeição, mesmo que possa” (6M 6,3). 
  
Textos bíblicos para aprofundamentos:
Mt 7,24-29; Jo 15, 1-8; 1Cor 3, 9-13; 1Pd 2, 4-10;
Ef 2, 19-22; 1Cor 10, 31-33; Cl 3, 12-17.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...