sábado, 29 de março de 2014

A AVE MARIA - 1ª Parte

    Caros irmãos e irmãs da OCDS da Província São José do Sudeste do Brasil, boa noite, saúde e paz!
    Irmãos e irmãs, no intento de provocar no coração de todos uma maior devoção, amor e carinho por Nossa Senhora, a quem já muito amamos, publicarei semanalmente uma explicação sobre um trecho da oração "Ave Maria", a saudação angélica e de Sant'Ana, que, a posteriori, foi acrescentada de uma segunda parte após o Santo Concílio de Éfeso (430 d.C.), que proclamou o Dogma da Maternidade Divina de Maria. 
  Acredito que todos nós nos beneficiaremos muito com as explicações, que poderão ser repassadas livremente pelas Comunidades e Grupos OCDS, bem como em nossas respectivas pastorais e familiares. O texto foi extraído de uma publicação da Editora "Cavaleiro da Imaculada", de Porto (Portugal), de autoria de Gabriel Bosco (com alguns enxertos feitos por mim). 
   Espero que gostem. 
   Ave Maria, Gratia Plena! 
   Giovani Carvalho Mendes, ocds 
     (Comunidade Rainha do Carmelo, de Fortaleza - Ceará)





     Ave Maria
  Foi assim que começou a reconciliação do Céu com a terra...
Dentro daquela humilde habitação de Nazaré havia uma Virgem, com quem os anjos vinham rezar. Nada isto tem de extraordinário: os anjos rezam conosco e por nós... O extraordinário está no seguinte fato: aquela Virgem tinha o Coração mais puro que a Trindade Augusta havia criado, e por isso mesmo Lhe era o mais querido que havia sobre a terra. Educada no Templo, conhecia os segredos das Escrituras. Sabia que era já chegado o tempo predito por Daniel para a vinda do Messias, o Redentor por quem a humanidade decaída chorava. 
  Prostrada em prece, Maria - assim se chamava aquela Virgem. Toda Ela está mergulhada em humildade. E a sua humildade é tão profunda que atrai de Deus a missão mais alta. Isto mesmo Ela o revelará dentro de pouco tempo, no seu cântico incomparável do "magnificat": "porque Deus olhou para a humildade de sua serva". 
Assim faz Deus em todos os tempos, com as almas humildes. 
E eis que os anjos, que rezam com Ela, abrem alas à passagem de um embaixador celeste: o arcanjo Gabriel. Este não vem rezar com Ela: vem rezar-Lhe a Ela:

  "Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo, bendita és Tu entre as mulheres" (Lucas 1, 28)!

Tomás de Kempis
   Eis a prece trazida do Céu por um anjo. Com esta prece começou a Redenção da humanidade. Tão pequenina é esta oração, e ao mesmo tempo tão poderosa, que com ela se move o Coração de Maria e com ela se obtém os favores e graças mais assinalados. E porque com a Ave Maria começou a Redenção e o fim da escravidão que o inferno mantinha sobre a humanidade, é que Tomás de Kempis podia escrever que: "os demônios temem a tal ponto a Rainha do Céu que, ao proferir-se o seu grande nome, fogem de quem o profere como de fogo que abrasa. 
Santo Afonso de Ligório
  Nestas palavras: "Ave Maria", está a saudação mais querida à Virgem Santíssima. Ouçamos Santo Afonso: "Desejamos agradar à divina Mãe? Saude-mo-La então muitas vezes com a Ave Maria! Apareceu um dia a Santíssima Virgem à Santa Matilde e disse-lhe que ninguém A poderia obsequiar melhor do que com essa saudação. Se assim a praticarmos, receberemos graças singulares desta Mãe de Misericórdia". 
São Luís de Montfort
   Falando a Ave Maria, São Luís Maria Grignion de Montfort, o grande apóstolo da devoção de escravidão total a Maria, afirma que poucos cristãos, ainda os mais ilustrados, conhecem seu preço, mérito, excelência e necessidade. E, depois de notar que é sinal de reprovação o aborrecer e desprezar a Ave Maria, e sinal de predestinação o amá-la e rezá-la exultante, o mesmo apóstolo de Maria tem esta página admirável sobre essa oração angélica: "A Ave Maria é a mais bela de todas as orações depois do Pai Nosso; é o mais perfeito cumprimento que podeis fazer a Maria, pois, constitui a saudação a Ela dirigida pelo próprio Deus Altíssimo mediante o Arcanjo"...
   "A Ave Maria bem rezada, isto é, com atenção, devoção e modéstia, é, segundo os santos, o pavor dos demônios e o marreta que os esmaga; é a santificação da alma, a delícia dos anjos, a melodia dos predestinados, o cântico do Novo Testamento, o prazer de Maria, a glória da Santíssima Trindade... É o ósculo casto e afetuoso enviado a Maria". 
Beato Alano de La Roche
     A própria Virgem Maria, falando ao Beato Alano de la Roche, disse estas palavras dignas de meditação: "Repara, meu filho, e faze-o conhecer a todos que um sinal próximo e provável de condenação eterna é ter aversão, tibieza e negligência em rezar a saudação angélica, reparadora de todo o mundo". 
   Quanto Maria ama esa saudação, lembremos de dois fatos. Quando São Bernardo de Claraval passava por uma imagem de Maria, sempre a saudava: "Ave Maria"! Ave, Bernardo! - foi a resposta que ele recebeu uma vez dessa imagem, querendo Nossa Senhora significar-lhe assim quanto lhe agradava tal obséquio. 
   Foi quando os pastorinhos de Fátima, dedilhando o seu terço na Cova da Iria em 13 de maio de 1917, A saudavam, limitando-se a dizer: "Ave Maria, Santa Maria", que a doce Rainha do Céu apareceu e comunicou a sua mensagem. 
   É que essa saudação, saída do coração, com amor ou com dor, atravessa as nuvens e sobe ao trono celeste da piedosa Mãe de Deus. Ao nome de Maria, comovem-se os anjos, comove-se o próprio Coração de Cristo, seu divino Filho, e até na terra as almas devotas encontram doçura e conforto. 
Beato Bernardino de Bustis
   O livro "As Glórias de Maria" (de Santo Afonso de Ligório) cita um fato contado pelo Beato Bernardino de Bustis (autor do Ofício da Imaculada Conceição) que, tendo ele ensinado a um passarinho a dizer "Ave Maria", veio um dia um gavião apanhá-lo. O passarinho disse "Ave Maria" e o gavião logo morreu. 
  Felizes as almas que imitam tal passarinho em aprender a Ave Maria e em rezá-la sempre que o tentador as acomete! 
São João Bosco
   Houve um santo que realizou obras colossais, que hoje enchem o mundo. A maior de todas as obras foi a própria santificação, que levou o imortal Pontífice Pio XI a chamar-lhe "o colosso de santidade". Foi ele São João Bosco. Pois, o segredo dos seus êxitos e triunfos ele mesmo o revelou: "Antes de começar qualquer empresa, rezo uma Ave Maria"! 

   Nota do publicador: 
  Um detalhe que podemos notar na oração da Ave Maria é que a saudação "Ave" era muito usada pelo povo, militares e nobres romanos para saudar seus imperadores: "Ave, César! Ave, Tibério! Ave, Nero"! Pois bem, quando um príncipe do Céu, o grande Arcanjo São Gabriel, saúda à Virgem Maria com um "AVE", significa: sois Vós, ó Virgem Maria, a minha Rainha e Soberana! Salve! Ave! 
  Um outro detalhe, digamos, "pitoresco": AVE é o inverso de EVA (já notaram?). Podemos assim dizer que Maria, em sua obediência e humildade, foi o "inverso", a reparadora do crime de nossa mãe Eva que pecou por desobediência e orgulho. 

                                                                                   (continuará...) 

   

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...