sábado, 16 de agosto de 2014

Dia do Padre!


(Reflexão e oração para o “meu dia”. Frei Pierino Orlandini)


Dia do Padre, quer dizer, “meu dia!”
Foi um dia muito especial ou, melhor, um tempo especial, quando  Deus me olhou de maneira especial. Foram vários olhares ternos e amorosos e convincentes de Deus em minha vocação sacerdotal. Várias vezes Deus deu-me a entender que ser sacerdote de Cristo era o meu caminho. Insistiu progressivamente, talvez para que deixasse de lado minha timidez e minha  pequenez, antes; mais tarde, para eliminar minhas dúvidas existenciais; ainda mais tarde, para fortalecer-me na decisão de seguir o chamado de Jesus, sempre misterioso, mas, aos poucos, sempre mais claro.   Eu era ainda um menino, quando percebi os primeiros sinais de minha vocação especial. Foi um primeiro olhar especial, que mudou minha vida, pois me senti chamado, escolhido desde este primeiro “piscar de olhos” amoroso de Deus.  Escolhido para servir, do jeito de Jesus Servo e  Sacerdote! Eu era ainda tão pequeno, para discutir com Ele, com o próprio Deus, sobre o mistério do porque de sua chamada! Discutir com Deus? Tentei fazer perguntas a Ele, ao próprio Deus que me chamava a seguir deu Filho. E dá para discutir com Ele sobre sua vontade? Hoje penso – com certeza – que com Deus não se discute. Para Deus não se fazem perguntas sobre  o porquê das coisas da vida. Ele sabe o porquê de tudo.
 O tempo foi passando e, na longa caminhada de estudos, oração, silêncio, discernimento e entrega, Jesus foi-me convencendo e Ele mesmo foi forjando em mim, sempre do  seu jeito, uma alma de Apóstolo e quis que eu fosse um Profeta, um “outro Cristo”. Hoje, depois de 44 anos de grandes alegrias e realização, dificuldades, sofrimentos, desafios e lutas constantes, continuo percebendo seu olhar convidativo que me chama de novo  e me percebo dizendo a cada dia um novo “Sim”. Aqui, neste campo do Senhor, no Brasil, onde  o próprio Deus me colocou, procuro semear o bem, com simplicidade,  com palavras e gestos, e testemunhar com alegria o amor recebido, cumprindo o mandato de anunciar o seu Reino, com a força que me vem exclusivamente Dele, que me chamou para servir, consciente de minha pobreza e de sua graça – “minha graça te  é suficiente!”- Ele me assegura -, e com a força da oração e do carinho do povo que o próprio Jesus me confiou.
O mundo, isto é, a humanidade toda,  crianças, jovens, adultos, idosos, os pobres, os pecadores,  as famílias inteiras necessitam ou, melhor, não podem viver sem a presença do sacerdote, representante de Cristo,  de suas mãos ungidas que perdoam, de suas palavras e gestos que encorajam  e transmitem a graça do Sacramento, que levam a Palavra e a presença real do próprio Cristo. Deus me chamou para isso e o povo necessita de minha presença, para que tudo isso aconteça. Que graça!
Aqui estou, indignamente, Senhor! Dá-me teu coração, teu amor, teus lábios, tuas mãos, tua sabedoria, teus pés, tua paixão, tua vida e faze de mim um fiel transmissor  da vontade do Pai, que quer a salvação e a vida em abundância para todos. E que meu Sim pronunciado um dia alegremente, seja renovado ainda mais alegremente hoje, depois de infinitas provas de amor tuas e do povo que me confiaste, nas alegrias e nas lutas e dificuldades do dia a dia.
Se o povo te agradece, Senhor,  por esta “invenção” – a instituição do Sacerdócio Ministerial – a invenção mais preciosa e original do teu amor criador, eu, chamado a ser teu instrumento e canal de tua graça neste ministério, embora me reconheça um “canal meio furado”, te agradeço ainda mais, com imensa gratidão.
Peço-te, Senhor Jesus, tua graça constante , para que eu seja fiel à missão que, com infinita misericórdia, a mim confiaste. Faze que minha existência se renove no dia a dia, tornando-me Evangelho vivo. Tu que me chamaste para o teu seguimento neste nosso tempo faze que eu, contemplando o teu rosto, saiba responder com alegria à maravilhosa missão que me confiaste, para o bem do povo e de todos os homens.
 Eu creio, Senhor, mas aumenta minha fé. Eu espero, Senhor, mas aumenta minha esperança. Eu amo, Senhor, mas aumenta meu amor. Amém.
Frei Pierino Orlandini OCD


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...