segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Homilias e Conferências do XVI Encontro de Presidentes, Formadores e Conselheiros






RESUMO DAS CONFERÊNCIAS




DIA 20 DE NOVEMBRO


Missa de Abertura com o Provincial Frei Cleber,ocd

Justificativa do tema do Encontro

Encontrar com Aquele que nos ama.

DOS PROFETAS A TERESA E DE TERESA A NÓS!


Qual é a característica do Profeta? Portador de uma Palavra, portador da Esperança, gerador da Esperança. O Profeta é um porta voz de Deus. A Palavra de Deus é portadora da Vida. O único que nos pode fazer portadores da Esperança é Jesus, o Portador da Boa Notícia e é Ele que os Profetas anunciaram esta Palavra dos Profetas que chegou até Teresa e essa Palavra que chega até nós.

O Senhor nos chamou a nos compadecer com aqueles que sofrem. O encontro com nós faz um com os outros. Os Profetas Elias e Eliseu, nasceram no Carmelo; Retiro, Penitências e Oração, encontram com Deus e anuncia esse encontro com o Senhor.

Teresa ensina a oração mental, oração de amizade, encontro pessoal com Jesus. Ser Carmelita é ser amigo forte de Jesus, viver uma relação com Jesus. Teresa saia do encontro com Jesus transformada.

Jesus já nos alcançou, Ele já nos salvou.

Que tipo de sinal eu estou sendo Senhor? Eu sou um sinal de misericórdia, de salvação, de esperança, sinal de amor de deus ou estou preocupado somente coma minha salvação?

Testamento de Santa Teresa (Capítulo vinte e nove, parágrafos trinta e três a trinta e sete de vinte e seis de Março de mil quinhentos e sessenta e sete em Palência) Este foi um presente de Deus pelo o seu aniversário de sessenta e sete anos.





DIA 21 DE NOVEMBRO

Frei Fábio,ocd

Tema do Encontro: DOS PROFETAS A TERESA, UM CAMINHA A SEGUIR.


Leitura do Livro dos Números Capítulo onze, versículos vinte e quatro a trinta

Frei Fábio começou dizendo do RUAH, sopro de vida, sopro do Espírito, vento.

O profeta é boca de Deus, Ele é o interprete da palavra de Deus. Os Profetas são chamados de uma maneira irresistível, de maneira que não tem como dizer não. Deus dá forças para os que são chamados a ser Profetas. O Profeta é alguém que com sua vida fala. (ou pelo menos deveria ser assim)

O Pai remodela o ser humano, como novo Adão, novo homem e Eva, nova mulher, novo ser.

O Profeta tem que saber traduzir, discernir a Palavra. Mesmo sendo pecadores, Deus nos chama para sermos seus profetas.

Santa Teresa, no dia de sua Profissão de Fé, ela pediu: “Senhor que nenhuma alma se perca no dia de hoje”! O caminho é muito importante para Santa Teresa.

Ruah, o que faz o ruah na vida de uma pessoa.(Ezequiel trina e seis, versículos trinta e sete seguintes, (OSSOS RESSEQUIDOS)).

O profeta é inspirado, o profeta recebe uma inspiração. O que nos falta para sermos profetas, como São João da Cruz, Santa Teresinha, Elias e Eliseu, São Francisco de Assis, como tantos outros? Assim como eles você é Batizado, então não falta nada. Então ninguém pode dizer que não esta preparado para uma Missão.



O profeta, não só fala da Palavra de Deus, ele é a palavra de Deus, o profeta se torna Palavra, ele passa por uma experiência do Espírito (RUAH). Uma das definições de RUAH, sopro do Espírito. Sopro, vento é dimensão do Espírito. Deus nos dota de capacidade.

No Batismo, recebemos a vida e a graça. O Espírito, nos diviniza, transforma nossa humanidade e nos santifica. Pelo Batismo, recebemos tudo o que os Santos receberam.

Deus nos dota com a capacidade de acolher sua revelação, de acolher a ação do Espírito. Até em pecado a pessoa pode ter uma experiência de Deus.

O Espírito nos dá a vida. É a Palavra de Deus, que transforma. Deus não precisa de pessoas Teresianas e sim de Teresas.





22 DE NOVEMBRO

Homilia do Frei Wilson

Santa Missa Celebrada na Matriz de São Roque

LEIGOS E LEIGAS


Jesus Cristo também foi Leigo.

Jesus Cristo Rei do Universo! Geralmente, ouvimos falar de reis, nem com figura de pastor, que ouvimos na Palavra, não falam de Jesus, não falam de Deus. Em geral esses títulos, esses não são servidores. No Reinado de Jesus, todos os poderes, toda a sua riqueza, estão a serviço dos homens e das mulheres, a serviço de Deus.

O que vemos na Palavra de Deus, que seus reis, as lideranças, muitas vezes não governavam a favor do povo e ai o povo acabava perdido como ovelha sem pastor, acabava saindo da aliança da vida, do caminho de Deus e por isso viviam o exílio e se perdia e se deixando dominar por tantas e tantas coisas, ao invés do Senhor, os homens e as mulheres acabavam sendo escravos de muitas coisas.

E hoje o que nos prendem e nos desumaniza, o que nos impedem de sermos aquilo pelo o qual o Senhor Deus nos criou? Por isso mesmo Deus nos promete, que Ele mesmo virá cuidar, nos conduzir, proteger e fazer com que nós cheguemos à plenitude da vida, pelo o qual Ele nos criou.

Quem acolhe o Senhor como Líder, vai se tornando pouco parecido com Ele. Basta olharmos para os Santos e Santas, que colocaram a Deus como o Senhor de suas vidas, nos corações onde Deus reina, as pessoas se tornam solidárias, se tornam generosas, na sua entrega a Deus as pessoas não colocam no lugar de Deus, nada que não sejam Deus, nem poder, nem o ter e nem prazer, que muitas vezes tomam o lugar de Deus. Os Santos e Santas, colocaram Deus no seu lugar, e para isso se tornaram um com Deus. Por isso os nossos Santos, como Santa Teresa entre outros Santos e Santas, Nossa Senhora, e com eles vemos a beleza de Deus e olhando para eles nós também podemos fazer a experiência de Deus, porque nós também recebemos os Sacramentos, e através da Palavra somos chamados a parecer com Deus, no serviço, colocando as nossas riquezas, as nossas forças, a serviço daqueles que mais precisam.

Às vezes queremos ajudar só aqueles que nós achamos que merecem, e não aqueles que precisam, já pensou se Deus fosse cuidar só daqueles que merecem? Se assim fosse estaríamos perdidos. Por mérito nós não merecemos nada, mais por pura misericórdia de Deus, por pura bondade, Deus vem ao nosso socorro, vem em nosso auxílio para nos libertar, para nos salvar, para nos conduzir porque nós nos perdemos.

O importante é que sejamos capazes de ouvir a Deus, nos vos encontrar a alegria e de acolher aquilo que nos ensina, se nós caminharmos na justiça iremos encontrar alimento. Mais do que pensar em nós, a felicidade esta em se doar para o outro, foi isso que Jesus ensinou com suas Palavras, mais principalmente com sua vida até o fim e deu sua vida por nós, por isso mesmo que as pessoas não mereçam, nós devemos amá-las com a graça de Deus, devemos perdoá-las, nós devemos e podemos auxiliá-las nas suas necessidades, porque assim então nós nos tornaremos semelhantes ao Nosso Deus, conforme a imagem que nós fomos criados.

Pelos Sacramentos nós nos unimos ao Senhor para continuar na nossa vida a Missão que Ele nos ensinou, todos nós membros do Corpo Místico de Cristo, que é Igreja, Cristo continua presente através dos seus membros, através dos seus discípulos, fazendo com que Deus seja colocado que é devido a Ele. Deus é bom e não precisa de nós, mas conta com a nossa colaboração para seu Reino. O reino aqui na terra é um reino de serviços aos nossos irmãos, pela paz e justiça.





22 DE NOVEMBRO

CONFERÊNCIA

JOVITA

A PALAVRA DE DEUS ALIMENTARÁ A EXPERIÊNCIA CONTEMPLATIVA DO SECULAR E SUA MISSÃO NO MUNDO

(CONTITUIÇÕES 18)


Primeiro somos cristãos e depois Carmelitas.

(Livro escrito pelo Papa Bento Dezesseis Jesus de Nazaré)

No final do Livro do Deuteronômio, Deus faz uma promessa, que deveria de vir um Profeta como Moisés. Um Profeta que falaria com Deus face a face.  Moisés traz a característica principal é de falar face a face com Deus, a doutrina dele provém desse contato, de falar face a face com Deus. Ele nos mostra o rosto de Deus, assim ele mostra o caminho que devemos seguir.

Moisés fala face a face com deus como um amigo fala com seu amigo. (Deut. 33,11), tal é o relacionamento íntimo que ele tem com Deus. Moisés faz um pedido: “Mostra-me o teu rosto, Deus diz: Tu podes me ver de costas, mais o meu rosto tu não poderás ver.”! Só uma pessoa é capaz de ver o rosto de Deus. JESUS. Somente Ele Jesus pode ver o rosto de Deus, Ele não Deus como Moisés de costas, mais sim face a face. Jesus repousa no seio do Pai e nos faz O conhecer. De onde vem a doutrina, a palavra, as ações de Jesus? Vem desse contato com o Pai.

Jesus é a Palavra do Pai e todo a doutrina é a Palavra do Filho. Todas as noites, Jesus orava sozinho com o Pai. Essa oração de Jesus é uma conversa do Filho com o Pai, onde a alma de Jesus se envolvia na oração. O discípulo que assim caminha com Jesus, será introduzido na comunhão com Deus.

Qual é principal mensagem de Moisés? Os Mandamentos! Quando Deus se manifesta a Moisés, Ele não se manifesta com o rosto, Ele é o Senhor Deus, o Senhor dos Exércitos. Quando Moisés recebeu de Deus as Tábuas das Leis, Deus exercia conosco uma paternidade uma formação paterna impressionante e muito profunda.

Pensamos um pouco sobre os Mandamentos e nossa formação como pessoas, enquanto seres humanos. Tirando os quatro primeiros Mandamentos, os seguintes vêm de umas séries de nãos, ou outros quatro primeiros vem mostrar nosso relacionamento com Deus. Pensando nos nãos, nós ficamos pensando em nossa própria criação. Todos nós hoje nos controlamos nossos impulsos porque passamos por um processo de formação. Quem nos deu os nãos quando éramos pequenos? Os nossos pais. Temos uma figura que nos é um não por excelência... A figura materna é uma figura acolhedora, mais a figura paterna, é os nos põe limites. A postura do pai, a palavra do pai estabelece um limite dos instintos infantis, que a criação não pode fazer tudo o que quer.

A pessoa precisa aprender a conversar com as outras pessoas. Hoje esta havendo uma geração de criança que não conhece limites e que querem fazer tudo o que vem na cabeça e às vezes pelo o fato dos pais estarem muitos ausentes, muitos ocupados por trabalharem ambos fora, não conseguem mais dizer não, entretanto o não é necessário, para que possamos saber que somos até onde possamos ir, e ele estabelece um limite pessoal. A criança deve ser formada para controlar seu próprio instinto, porque ela precisa aprender a conviver com outras pessoas, ela precisa aprender a conviver com os irmãos dentro de casa. Hoje pelo o fato de os pais trabalharem fora estão tendo muita dificuldades de dizer não, às crianças. Muitas vezes os pais, em vez de um processo formativo de seus filhos, fazem um processo deformativo.

A Palavra de Deus tem uma força, tem uma potência de criação, Ela é também formadora, é capaz de ir nos formando. Deus também faz com que a nossa palavra também tivesse potência, a potência Formadora, Deus nos deu o pode de nos associar á sua Palavra formadora, para podermos nos formar e a forma r ou outros. Mais acontece muitas vezes de os pais ao invés de ajudarem no processo formativo do ser humana, eles ajudam num processo deformativo.

A Palavra de Deus tem uma potência muito forte, mais a nossa também. A nossa potência na palavra tem o poder de formar ou de deforma. Quando falamos aos nossos filhos: “Nosso como esse menino é burro, não aprende nada”, estamos colocando em sua cabeça, no seu inconsciente que ele não capaz, e o que ele será quando crescer? A palavra com força emotiva é a que fica no inconsciente, a criança faz uma conexão, entre a palavra e aquilo que ela significa para ela e fica registrado no inconsciente. Às vezes os pais deformam os filhos com uma boa intenção, talvez porque tenha recebido dos pais. A nossa palavra tem a potência de construir e de destruir de formar e de deformar. Para que nossa palavra tenha a potência construtiva é preciso que tenhamos dentro de nós essa potência construtiva, e onde conseguimos isso? Na formação religiosa que recebemos de nossos pais, essa conexão com Sagrado. Essa conexão com o sagrada é muito importante, esse dimensão de termos com Deus Pai. Para podermos amar é preciso nos conhecer.







23 DE NOVEMBRO

MISSA DOMINGO CRISTO REI DO UNIVERSO

HOMILIA FREI PIERINO,ocd

AMIZADE COM DEUS



A Santa Madre Teresa nos ensina, que se nós como Carmelitas, se não tivermos uma profunda comunhão com Deus, se nós nãos nossa acostumarmos encontrar com Deus face a face, no silêncio na profundidade do nosso coração, nós não teremos a mínima possibilidade de conhecer Jesus e nosso irmão necessitados, mesmo que Deus esteja presente neles, o importante é acostumarmos a reconhecer ao Senhor e conversar com Ele. Sermos profetas. Profeta é aquele que tem uma forte experiência com Deus, e esse conhecimento profundo de Deus, conhecendo-O conhece a sua vontade e se sente impulsionado a proclamar aquilo que Deus quer para todos anunciando então o seu amor, a sua misericórdia, a sua justiça e também denuncia todos os males e porque não colocando a esperança no coração dos irmãos. Deus é Deus da esperança.

Profeta não é aquele que tanto adivinha o futuro, mais aquele que vive o presente e sabe interpretar os sinais da história e no meio desses sinais, saber ter a presença de Deus a bondade de Deus. E procurar interpretar esses sinais de Deus que às vezes são misteriosos, e que pode ser interpretados somente por alguém que vive uma profunda Amizade com Deus.

Amizade é uma palavra que conhecemos no nosso meio Carmelitano Teresiano. Quando nós nos acostumamos, mais não como rotina, mais quando adquirimos o hábito de nos encontrarmos com Deus face a face e nos dialogamos com Deus. Devemos ser portadores de sua vontade, sermos seus interprete e porta vozes de sua vontade.

É a missão do profeta, de se sentir impulsionado a falar aquilo que Deus quer. Fazer a vontade de Deus, fazer aquilo que Deus quer em todas as circunstâncias de nossa vida. Fazer como Teresa, da Amizade com Deus, uma resposta de amor a Deus, que é amor.

É importante termos a consciência que Deus nos ama sempre apesar daquilo que somos, mesmo quando nós nos afastamos do seu caminhão, Deus continua a nos amar. Quando nos encontramos com Deus, nós transformamos nossa vida, vida de oração. E nós como Carmelitas desejamos caminhar ao encontro com Deus.

PROFETAS Þ TERESA Þ NÓS

Vemos que Santa Teresa ainda é atual, mesmo depois de quinhentos anos de seu nascimento, muitos ainda falam dela. Ela se tornou Profetisa, pela a sua experiência com Deus.

ACREDITAR Þ VIVER  Þ  ANUNCIAR , é o a Igreja espera de nós hoje.

                    PROFETAS Þ JESUS Þ NÓS (Seguimento de Jesus), nós somos seguidores de Jesus.

                    PROFETAS Þ JESUS Þ TERESA Þ NÓS, nós caminhamos nessa vida e não caminhamos desorientados, portanto não percamos a luz que nos guia, não percamos o ideal que queremos atingir, subindo a montanha, o Caminho de Perfeição, de Santidade, o caminho do amor, o caminho da Amizade com Deus e que depois se transforma em caminho de amor.

Santa Teresa dizia: “Quando o amor existe no nosso coração, Deus se manifesta se existe pouco amor ele se manifesta pouco, se existe muito amor, ele se manifesta muito”!

 Por isso a nossa vocação é a comunhão com Deus, que é amor. Deus é justiça, Deus é providência, Deus é, sobretudo que nos ensina os Santos: “Deus é amor misericordioso”, comunhão com o Senhor e que se transforma em comunhão como os nossos irmãos e irmãs. Temos que reconhecer a presença de Jesus, através de nossos irmãos.



®Gravado e Editado por: Márcio Aparecido da Santíssima do Santíssimo Sacramento, ocds

Comunidade Nossa Senhora do Carmo - Arquidiocese de Goiânia-Goiás

Home page: www.trindadegoias.com.br




Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...