sábado, 16 de maio de 2015

O CARMELO SECULAR TOMA A PALAVRA NO CAPÍTULO GERAL


O dia de hoje (15 de maio), dentro do Capítulo Geral, foi inteiramente dedicado à nossa Ordem Secular. O Frei Alzinir Debastiani, delegado geral para a OCDS e a família teresiana, apresentou um detalhado informe sobre a vida da Ordem Secular ao longo destes seis últimos anos, pondo especial acento em dois fatos importantes: a aprovação da Ratio e as modificações nas Constituições, no tocante à vida de comunidade e a devoção a São José. Igualmente, apresentou os resultados do inquérito realizado junto às comunidades OCDS perante o Capítulo Geral.
Posteriormente, a irmã Mirna Torbay, da Comunidade OCDS de Ávila e colaboradora no CITES, deu uma palestra sobre Santa Teresa e os leigos, muito interessante, para iluminar as relações entre os frades, monjas e seculares, como membros de uma única família em torno ao Jesus de Teresa e a Teresa de Jesus.
Após as intervenções dos capitulares, foram suspensas as sessões até à tarde.
Às 17 horas tivemos uma rodada de intervenções em que fomos informados sobre os modos de colaboração entre a OCDS, os frades e as monjas. Tomou a palavra, em primeiro lugar, a irmã Ana Pfister, do Carmelo Secular de Paris, à qual se seguiram José Manuel Espugues e Loli Velchis, do Carmelo Secular da Província Ibérica, os quais nos informaram, entre outras coisas, do Projeto Quetzal, que frades e seculares levam a cabo na Guatemala para a ajuda a desfavorecidos.
Finalmente, Frei Reynaldo Sotelo, comissário das Filipinas, nos apresentou os projetos levados a cabo pela Ordem em seus três ramos naquele país, muito avançados e de enorme interesse.

Após a sessão da tarde, os capitulares se dirigiram ao Palácio de Congressos “Lienzo Norte”, de Ávila, para assistir à estreia do musical “Para Vós Nasci”, sobre Santa Teresa de Jesus. 













Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...