terça-feira, 19 de maio de 2015

RETIRO DE ORAÇÃO TERESIANA

     
RETIRO DE ESPIRITUALIDADE CARMELITANA – OCDS
Data: 1º a 03 de maio de 2015

A Oração Teresiana: intimidade com Deus
Lema: “Para Vós nasci”.


O nosso convite para o Retiro, foi encaminhado à OCDS, à OCD, a amigos e conhecidos apaixonados pelo Carmelo, mas foi um convite especial àqueles que gostariam de conhecer o nosso Carmelo, para viver e experienciar Deus, e, para esses dias, o Frei Antonio Fabiano – OCD, nos conduziu com carinho e sabedoria para nos proporcionar com a Oração Teresiana: a intimidade divina.

“Queridos irmãos e irmãs em Cristo, “(...) onde dois ou três, estiverem reunidos em meu nome, ali estou Eu no meio deles”, Mt 18,20,

é o próprio Cristo que o diz, portanto,  é aqui que queremos com os olhos fixos N’Ele, nosso querido Senhor, o Amigo do coração de Santa Teresa de Jesus, em seus 500 anos de nascimento, trazer aos amigos incondicionais de Deus, a intimidade que O faz mais próximo e “dentro” de nossos corações, “dentro” do nosso intelecto e consequentemente, “dentro” de nossas vidas.

Venha orar conosco na intimidade com Deus, nos passos do caminho Teresiano, comungando o silêncio do deserto interior.

Como batizados que somos, o ser profeta, sacerdote e rei, nos confirma como filhos(as) da Igreja.

Bendito(a) seja você que transforma o mundo com a própria vida!
Bendito(a) seja!”

Pedimos a intercessão da Santa Madre Teresa de Jesus, para:
Nos iluminar com sua força e perseverança
Com seu amor incondicional
Para descobrirmos o caminho sagrado que nos leva ao Divino Amigo,
Aquele com quem queremos estar pois sabemos que nos ama!

Mensagem da Ciça de São João da Cruz – OCDS/ Caratinga – MG.


E paralelo ao Retiro, no CTE aconteceram as reuniões do nosso Conselho Provincial OCDS para demandar sobre as muitas atividades que teremos, com a graça de Nosso Senhor até 2016.






Iniciamos o Retiro percorrendo a vida da Santa Madre, dividindo- a em três etapas, de acordo com alguns autores: o primeiro período até os seus vinte anos, é o tempo em que ficou na casa paterna no qual perde sua mãe e se coloca nas mãos da Virgem Maria e adota- a como sua mãe, precisa cuidar dos irmãos e, mesmo assim vive intensamente cada momento.


Era uma mulher muito inteligente, gostava de fazer amizades, e tinha o dom de unir as pessoas – esta será uma característica forte na sua espiritualidade.

SENTIA- SE AMADA E AMAVA INTENSAMENTE.





 

O segundo período dura 27 anos de sua vida religiosa, no Mosteiro da Encarnação, em Ávila, e, recordamos momentos muito importantes aqui, entre muitos outros:
·        O momento de sua conversão definitiva – diante de uma imagem do Cristo muito ferido; disto ela mesma fala no livro da Vida;
·        A proibição, sobretudo às mulheres, de ler livros – O Cristo se torna seu Livro Vivo (1559).




O terceiro período dura 20 anos de 1562 a 1582, ano de sua morte.
Esse tempo é dividido em três funções, educadora, fundadora dos mosteiros femininos e masculinos, e, ainda escritora- todos os livros que temos foram escritos durante esse período.

Santa Teresa é uma mulher de amizade com Deus e com os homens e vimos aqui, que não há um método de Oração Teresiano, e sim que
A AMIZADE, O EXERCÍCIO DA AMIZADE DIVINA E HUMANA,  é o seu método.

O “método”, é, portanto, o caminho da amizade – a intimidade divina acontece na relação pessoal – onde também não há método – cada amizade é uma descoberta particular, um caminho único que percorremos com aquela pessoa. 





O amor é a força que alimenta a vida humana e nos faz procurar uma relação mais íntima com a pessoa amada.

A descoberta, e, a experiência do amor de Deus na vida de Santa Teresa, foi muito íntima, sem imagens, sem idéias; foi uma graça muito particular de Deus, uma graça divina e humana, porque ela sabia muito bem que possuía uma graça especial para querer e ser querida pelos outros.
Essa é a maior de todas as graças:
ter a capacidade de amar e ser amada pelos outros;
e devemos pedir esta graça ao Senhor.
E NOSSOS CAMINHOS PERPASSAM OUVINDO SOBRE OS CAMINHOS PERCORRIDOS POR SANTA TERESA, nos quais “nos exorta”:

·        JESUS É O ÚNICO MESTRE!
·        É Jesus que nos ensina a rezar o Pai Nosso a cada dia – aqui começa a INTIMIDADE DIVINA – com o próprio Jesus.
·        A IMPORTÂNCIA DO SILÊNCIO: O Mestre Divino ensina sem palavras.
·        “Pensai em vós mesmas irmãs...” (irmãos).
·        Fixai os olhos em Jesus!
·        Deixe Deus falar!
·        Sejam honestos (as) consigo mesmos (as), Jesus está com você.
·        A humildade é caminhar na verdade.
·        Nunca abandone a oração – rezando bem, rezando mal.




 

Estamos apreendendo e aprendendo “QUEM É O SENHOR” e “PARA QUEM ESTOU REZANDO”, para ter amizade com Deus nós temos que ter características de Deus.

 


A HUMANIDADE DE CRISTO EM SANTA TERESA DE JESUS – perpassa pelo deserto interior, profunda experiência com o Senhor, sempre!









Frei Antonio Fabiano, continua a nos “trabalhar” com os passos da amizade de Santa Teresa com o divino amigo, e cita alguns livros que contribuíram para sua formação, como, por exemplo, o Prólogo : suas muitas cartas, onde trata de todos os assuntos que precisava, de compras, de doações, de instrução, de exortações e muitos outros temas.... com um humor singular.

A “Determinada determinação”, expressão famosa ao longo dos anos, que revela sua firmeza para com seus intentos e relações até culminar na relação mística do amor: A PORTA DO CASTELO É A ORAÇÃO.
Encantada com o bicho da seda e o seu desenvolver, encontra nesta maravilha  de Deus a forma para traduzir a realidade espiritual – onde se tece a seda – ESTA CASA É CRISTO –  e a borboletinha linda, que nasce: é a vida nova em Cristo.
Portanto, para ela é a HUMANIDADE DE CRISTO que estabelece o vínculo, a relação Dele com a  nossa própria humanidade e com todas as criaturas.
  
A ORAÇÃO CURA O CORAÇÃO
Na casa de Teresa, Marta e Maria caminham de mãos dadas, e na adoração ao Senhor, no Santíssimo Sacramento, bebemos da intimidade no silêncio do coração, ao final do dia.










O nosso domingo, dia do Senhor, culmina com as GRAÇAS MÍSTICAS e o Êxtase de Santa Teresa (obra de Bernini – acima), possui o dia celebrado no Carmelo, com a Transverberação de seu coração. 


Relicário com o coração
Transverberado de Santa Teresa (Alba de Tormes/ Espanha).


Quem é o místico?

O MÍSTICO É AQUELE QUE EXPERIENCIA DEUS de maneira profunda, única e pessoal.

Caminhando pelo Livro da vida, Cap. 11- 22, conversamos sobre as visões intelectuais, que serão as mais elevadas, as visões imaginárias e corpóreas, o que gerou comentários pertinentes, curiosos e como todos os outros assuntos abordados, os esclarecimentos do Frei Antonio Fabiano foram sábios... lembrou, ainda, as anedotas da época com a própria Santa Teresa.....

Observou que o místico estará sempre em outra “frequência” que as outras pessoas, sendo ardoroso, amoroso  e sempre estará com o olhar fixo no Senhor, tudo é voltado somente para ELE.

Ao final vimos o trecho sobre as Visões do céu e, ainda, sobre o matrimônio espiritual em Moradas – o desposório místico EXPERIÊNCIA PROFUNDA EM DEUS – PROFUNDAMENTE PESSOAL.
Os caminhos para a ORAÇÃO TERESIANA, portanto, considerando o percurso do que experienciamos, aqui, são: “(...) não (...) pensar muito e sim amarmos muito (...) o amor é o sim total” – caminhos para a relação com o outro e com Deus.













Agradecemos ao Frei Antonio Fabiano, a casa que nos recebeu, a cada participante que rezou conosco a cada passo, e, especialmente ao Conselho da OCDS, na pessoa do Luciano Dídimo, que idealizou o Retiro sobre a Oração Teresiana, rezou por ele e cá estamos ao término do primeiro entre muitos que virão, com a graça de Deus.



Agradecemos a intercessão de nossa querida Santa Teresa, pois, com ela vamos caminhando e começando sempre de novo, revendo nossa relação com Deus e consequentemente com o outro, cada ser do nosso entorno, quantas vezes se fizer necessário, para estarmos com Quem sabemos que nos ama.

Bendito seja Nosso Senhor!
                                                                       Liz Lelis Rocha – OCDS
                                                                     Comissão de Intercessão





Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...