sábado, 21 de novembro de 2015

Festa da Apresentação de Nossa Senhora e dia de oração pelas comunidades de vida contemplativas



(pro orantibus)
Frei Alzinir Debastiani,ocd


O  dia 21 de novembro no calendário litúrgico é celebrada a memória litúrgica da Apresentação de Nossa Senhora ao Templo. Desde o século IV é celebrada no Oriente e mais tarde no séc. XII, também no Rito Romano. Sua origem está ligada ao apócrifo de Tiago e à dedicação da Igreja Santa Maria Nova em Jerusalém, no ano de 543.

Falando sobre a devoção a Maria, o Beato Paulo VI escreveu que “por detrás do que têm de apócrifo, propõe conteúdos de elevado valor exemplar e continuam veneráveis tradições, radicadas sobretudo no Oriente (21 de novembro: Apresentação de Nossa Senhora)” (Marialis Cultus 8). Antes de tudo e como valor espiritual, quer significar a entrega total de si feita por Maria SS. ao plano divino da salvação.

Santa Teresa de Jesus tinha uma particular devoção por esta festa, como aparece na sua Carta de 21 de novembro de 1575 e quis que fosse celebrada com solenidade nos mosteiros por ela fundados.

Com esta festa, a Igreja quer nos recordar sobre o valor da vida contemplativa na Igreja com um dia de oração e ajuda concreta às comunidades religiosas de vida contemplativa na Igreja. Quer sensibilizar-nos para esta realidade fundamental da vida cristã: o chamado de cada pessoa humana à comunhão com Deus através da oração.

Como membros da família do Carmelo teresiano, do qual fazem parte frades, monjas e leigos, somos estreitamente unidos em uma mesmo carisma vivido de formas diferentes e complementares. Com isto em mente nos unimos às nossas queridas monjas Carmelitas descalças espalhadas nos cerca de 54 Mosteiros no Brasil e muitos outros presentes no mundo inteiro, pedindo ao Senhor que as chamou a estar diante de Dele pelo bem da humanidade; que as sustente e faça crescer no amor a Ele e aos próximo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...