sábado, 17 de setembro de 2016

SANTO ALBERTO DE JERUSALÉM, Bispo e Legislador de Nossa Ordem - Festa (17 de setembro).



Não é carmelita no sentido estrito, porém, é celebrado na Ordem do Carmo com toda a propriedade, como filho querido, por haver sido seu Legislador.

Nasceu no Castelo Gualtien, diocese de Reggio Emilia (Itália), em meados do século XII, da família Avogadro ou dos condes de Sabbioneta.
Em 1180 foi eleito Prior dos Cônegos Regulares de Santa Cruz de Mortara (Pávia). Em 1184 é eleito bispo de Bobbio e, no ano seguinte, de Vercelli, diocese que governou pelo espaço de vinte anos.
Durante esse tempo desempenhou, com grande acerto, delicadas missões nacionais e internacionais, encarregado por papas e imperadores. Todos acudiam a ele, sabedores de sua prudência, firmeza e independência.
Foi o que se podia chamar de “árbitro especialista” dos mais intrigados dos mais intrigados litígios que tinham relação com a Igreja.
Dadas suas qualidades e olhando o bem da Igreja Universal, o papa Inocêncio III o nomeou Patriarca de Jerusalém, ainda doendo-lhe perdê-lo, dizendo do mesmo em 17 de fevereiro de 1205: “ainda nos és muito necessário na região da Lombardia, pois confiamos plenamente em ti para que nos representes inclusive nos mais difíceis assuntos”...
Em 16 de junho de 1205 anunciava este mesmo papa aos prelados da Terra Santa que lhes enviava a Alberto, “varão provado, discreto e prudente como legado seu para a província eclesiástica de Jerusalém”.
Chegou à Palestina em princípios de 1206 e fixou sua residência em Accon (São João de Acre) porque Jerusalém estava ocupada pelos sarracenos.
Suas extraordinárias qualidades de mediador especialista, também as exercitou com fruto durante os nove anos que durou seu patriarcado.
Para nós – os carmelitas – sua obra mais benemérita foi a entrega da Regra ou Norma de Vida que leva seu nome e que ainda hoje observa o Carmelo em todas seus múltiplos ramos.
Em 14 de setembro de 1214, em Accón, enquanto participava Santo Alberto em uma procissão, foi assassinado a punhaladas por um Mestre do Hospital do Espírito Santo, ao qual havia repreendido e deposto de seu cargo por causa de sua vida má.
Sua recordação, que começou a celebrar-se na Ordem em 1504, celebramos agora em 17 de setembro com a categoria de festa.


SUA ESPIRITUALIDADE
Pelos anos 1206-1209, à petição dos eremitas que moravam no Monte Carmelo, entregou ao “irmão (Brocardo) e companheiros” uma Norma de Vida ou Regra, que chamamos “Regra de Santo Alberto”.
Alberto codificou em breves traços, ricos em citações bíblicas, a tradição monástica do Carmelo. São normas concretas e preceitos disciplinares. Insiste, sobretudo, na meditação da Palavra de Deus para melhor servir a Jesus Cristo, na oração, silêncio, mortificação e trabalho.
A entregou em um só corpo, porém hoje a temos dividida em um prólogo, dezoito capítulos e um epílogo.
Quantidade enorme de autores de dentro e de fora da Ordem tem comentado durante estes mais de sete séculos que conta de existência este maravilhoso documento legislativo-espiritual.
Muitos homens e mulheres se santificaram observando esta Regra, que foi aprovada e recomendada por vários Pontífices.
O hino do Ofício das Leituras de sua festa sintetiza sua espiritualidade
Alberto, sol refulgente, / pastor e legislador, / teus filhos hoje te celebram, / escuta sua invocação. / Da paz e a concórdia, mensageiro e confessor, / és farol que nos dás / em fé e costumes fulgor. / Pátrias fronteiras transborda / de tua virtude o cheiro; / e cheia Jerusalém / tua dignidade e tua honra. / resplandecendo na Igreja/santo e prudente reitor, dando santa Regra ao Carmelo / o guias por sendas de amor. / Faz que em nós aumentem / caridade, graça, oração; / e contigo a Deus rendamos / sempiterna adoração”. Amém.


SUA MENSAGEM
 Que amemos a Igreja até morrer por ela.
 Que nossa maravilhosa Regra seja trampolim para o Céu.
 Que gastemos nossa vida “em obséquio de Jesus Cristo”.

 Que nosso sonho e meta seja: “servir fielmente a Jesus Cristo”.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...