quarta-feira, 31 de julho de 2019

ORAÇÃO PARA A CICLA SUL – ARGENTINA 2019


Oração 

Senhor da vida, guie-nos para beber do poço do seu Espírito. Vós nos chamais a participar na missão do seu Filho, faz que, dedicados ao seu serviço e seguindo seu exemplo, possamos realizar tudo o que está ao nosso alcance.

Toque nossos corações, abra nossos ouvidos para ouvir o clamor do mundo.

Leva-nos a abraçar a verdade da nossa identidade carmelitana e dai-nos a sabedoria para encarnar o futuro com amor, gratidão e alegria.

Concede-nos que, dando a conhecer seu Amor no mundo, muitos sejam atraídos para Ti. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.


****


Señor de la vida, guíanos a beber del pozo de tu Espíritu. Nos has llamado a participar en la misión de tu Hijo, haz que, dedicados a su servicio y, siguiendo su ejemplo, podamos llevar a cabo todo aquello que esté a nuestro alcance.

Toca nuestros corazones, abre nuestros oídos para escuchar el clamor del mundo.

Llévanos a abrazar la verdad de nuestra identidad carmelitana y danos la sabiduría para encarnar el futuro con amor, gratitud y gozo.

Concédenos que, dando a conocer su Amor en el mundo, muchos sean atraídos hasta Ti. Por Jesucristo, nuestro Señor. Amén.




Colaboradores: Fábio e Juliana
Comissão de Espiritualidade - Província São José - OCDS

Revista Virtual Monte Carmelo - OCDS - Nº 163 - Abr/Mai/Jun 2019


Prezados irmãos compartilhamos com todos vocês mais uma edição de nossa Revista Virtual Monte Carmelo.

Acesse o link:


E acompanhe as matérias:

- Santo do Mês: Beato João Batista Mantuano.
- Voz da Igreja: Homilia do Papa - Pentecostes.
- Testemunho: Artur Viana.
- Espiritualidade: São José, homem de silêncio e oração.
- Formação Humana: A importância da Psicoterapia.
- Congresso N/NE da OCDS
- VII Encontro Nacional do Laicato
- Notícias das Comunidades/Grupos OCDS


Desejamos uma boa leitura!

Comissão de Comunicação da OCDS

III CONGRESSO DE CASAIS OCDS




3° Congresso de Casais da OCDS - Província São José.
De: 30/08 a 01/09
Local: Centro Teresiano de Espiritualidade – São Roque / SP

Tema: “Matrimônio, caminho de santidade.”
Lema: “Sede santos, porque Eu sou Santo.” (Lv. 11,44).


PROGRAMAÇÃO:

1° Dia:
16:00h – Acolhida;
17:30h – Santa Missa;
18:30h – Jantar;
19:30h – Abertura oficial do Congresso;
20:00h – Adoração ao Santíssimo Sacramento e Completas;
21:00h – Descanso.

2° Dia:
07:30h – Santa Missa com Laudes;
08:30h – Desjejum;
09:30h – Palestra: Exortação do Santo Padre sobre o chamado à santidade no mundo atual - Fr. Maycon, OCD;
10:30h – Coffee Break;
11:00h – Terço Mariano;
12:00h – Almoço;
14:00h – Palestra: O exemplo de São Luiz e Santa Zélia na educação dos filhos - Renato e Alessandra - Casal da Comunidade Sagrada Família de São Paulo;
15:00h – Coffee Break;
15:30h – Deserto/ vivência e oração a três;
17:00h – Vésperas;
18:30h - Jantar
20:00h – Sessão pipoca - exibição do filme: Diário de uma paixão

3° Dia:
07:30h – Santa Missa com Laudes;
08:30h – Desjejum;
09:30h – Palestra: Família de Nazaré: Espelho para o casal - Wilson e Neide, OCDS - Casal da Comunidade S. José de Sete Lagoas/MG;
10:30h – Coffee Break;
11:00h – Avaliação e encerramento oficial do Congresso;
12:00h – Almoço.


Rezemos pelo bom êxito do Congresso:



Fraterno abraço a todos,

Comissão de Casais OCDS

domingo, 21 de julho de 2019

01 MINUTO COM AS CONSTITUIÇÕES DA OCDS.


Art.6. A Regra de Santo Alberto é a expressão original da espiritualidade do Carmelo. Foi escrita para leigos que se reuniram no Monte Carmelo para viver uma vida dedicada à meditação da Palavra de Deus sob a proteção da Virgem. Nessa Regra encontram-se os princípios que guiam a vida carmelitana:
 a) viver em obséquio de Jesus Cristo;
b) ser diligentes na meditação da Lei do Senhor;
c) dar tempo à leitura espiritual;
d) participar na liturgia da Igreja, tanto na Eucaristia como na Liturgia das Horas;
 e) interessar-se pelas necessidades e bem dos demais na comunidade;
 f) armar-se com a prática das virtudes ao mesmo tempo que vive uma vida intensa de fé, esperança e caridade;
g) procurar o silêncio interior e a solidão na nossa vida de oração;
h) usar prudente discrição em tudo o que fazemos.

Breves comentários:

Quando Alberto, Bispo de Jerusalém e Patriarca da Terra Santa, escreveu a “Fórmula de Vida” (Regra) para os primeiros eremitas do Monte Carmelo teve em mente o maior acontecimento da história: o nascimento de Jesus, Deus Encarnado no meio do seu povo. Alberto fez deste acontecimento da fé o valor central da Regra do Carmelo: “Cada um deve viver em obséquio de Jesus Cristo e servi-lo fielmente com coração puro e reta consciência.” Seguir Jesus e servi-lo na Igreja, imitando os modelos da Virgem Maria e do Profeta Elias. Manter o espírito alerta por meio da oração.
(Andréia Virgínia, OCDS)

É importante extrair  o essencial dessa regra: silêncio,  escuta, oração  , discrição,  simplicidade para falar com a prática  do  amor e nunca ostensivamente.  O carmelita secular é  oração  no meio do mundo,  transmite Jesus  por dever estar transformado Nele. Assim fala de Cristo  em uma linguagem  que todos  podem entender.
(Ruth  Leite Vieira,OCDS)


01 MINUTO COM AS CONSTITUIÇÕES DA OCDS

Art. 5- O Profeta Elias representa a tradição do Carmelo e é o inspirador para viver na presença de Deus, buscando-O na solidão e no silêncio, com zelo pela glória de Deus. O Secular vive a dimensão profética da vida cristã e da espiritualidade carmelitana promovendo a lei do Deus de amor e de verdade no mundo e especialmente fazendo-se voz daqueles que não podem, por si mesmos, expressar este amor e esta verdade.

Breves Comentários:

 O secular encontra na pessoa de Elias inspiração e testemunho. Foi ele quem disse: “Eu me consumo de ardente zelo pelo Senhor Deus dos exércitos (I Reis 19, 10)”. Em luta com os falsos profetas de seu tempo, Elias proclamou o Reino de Deus e trabalhou arduamente para seu estabelecimento. Um Carmelita Secular no mesmo espírito de Elias é chamado a criticar os valores, ações, sistemas e metas que são hostis ao Evangelho. 
A relação com Cristo deverá gerar em cada um dos carmelitas o desejo de se tornar uma presença orante, fraterna e profética no meio onde se vive e se relaciona. Essa maneira de compreender a dinâmica do Carisma Carmelitano proporcionará a cada carmelita, ao se deparar com as adversidades da vida, responder: O que faria Jesus, aqui e agora, no meu lugar? Confiando que por meio do meditar dia e noite na lei do Senhor, o Carmelita saberá discernir a vontade de Deus.
(Andréia Virgínia, OCDS)

Ser testemunha  no nosso tempo  não  é  estar livre das intempéries  que assolam a humanidade  hj. O nosso  chamado  é  responder, a partir  da oração  contemplativa,  com santidade  a tudo que solapar nossa existência  na família,  trabalho, vida social  e diversas relações  humanas a que  somos obrigados,  pela nossa condição,  a experimentar.
(Ruth  Leite Vieira,OCDS)

EREÇÃO CANÔNICA DA COMUNIDADE SÃO JOSÉ - SETE LAGOAS/MG


Uma comunidade da OCDS nasce do desejo de uma pessoa de rezar no estilo do Carmelo Descalço, conforme ensinou Santa Teresa de Jesus, nossa fundadora.
Não se pode rezar do jeito teresiano sozinho. Evoluir nessa espiritualidade exige que tenhamos “amigos na oração”, isto é, pessoas que rezem como nós. Então, é possível atingir a plenitude da vida de oração caminhando juntos.
Entretanto, algumas pessoas sentem o chamado para, além de buscar a plenitude da espiritualidade, trabalhar para preserva-la e divulga-la. Assim começam os grupos vocacionados á OCDS.
Com a vivência, o grupo vai discernindo se quer continuar a caminhada ou não. Acompanhados pelas outras comunidades da OCDS e pelas outros irmãos da família do Carmelo Descalço (frades e monjas) aprende quais são os deveres, compromissos, obrigações e direitos de pertencer a OCDS.
Uma das características fundamentais da espiritualidade carmelitana é a eclesialidade. No tempo em que recebe formação carmelitana, o grupo deve se dispor e agir a serviço da igreja local na qual está inserida.
Uma comunidade OCDS tem, entre suas principais missões, servir à Igreja, viver, preservar e divulgar a espiritualidade do Carmelo Descalço, originada em Santa Teresa de Jesus, com a companhia de São João da Cruz, ambos Doutores da Igreja.
Quando um grupo já fez um discernimento e decide pertencer à OCDS, percorre o trajeto previsto para ser aceito pela Província a qual pertence como uma de suas comunidades.
A ereção canônica é o passo final para o reconhecimento pleno. A Província solicita, oficialmente, ao responsável pela igreja local a licença para erigir uma comunidade secular da OCD em seu território.
A ereção canônica é um ato jurídico, no qual uma comunidade, após discernimento e acompanhamento do núcleo da Família Carmelitana (Seculares, frades e monjas), é reconhecida oficialmente pela OCD, por ato do Superior Geral dos Irmãos Descalços da Bem-Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo e Prior do mesmo Santo Monte, cargo atualmente ocupado pelo Pe. Saverio Cannistrà, OCD.
Junto com a formalização da anuência da Província OCD e da Diocese, os documentos da comunidade são encaminhados para a Casa Geral OCD, em Roma, avaliados e, uma vez aprovados, será feita a ereção canônica da comunidade. A partir dai a comunidade é reconhecida no mundo inteiro.
A ereção canônica não é o ponto de chegada, mas sim o ponto de partida. É um marco na história da comunidade, mas é preciso viver e perseverar para que essa história continue e ajude a transformar o mundo seguindo os ensinamentos de Jesus Cristo.
Em 31 de maio de 2019, na Casa Geral, em Roma, foi emitida uma carta que concedeu ao P. Frei Pierino Orlandini OCD, a faculdade de erigir, em nome do Superior Geral, a Comunidade da Ordem Secular da Bem-Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo, sob o título de SÃO JOSÉ, na cidade e Diocese de Sete Lagoas (MG).
Fundamentaram essa carta o pedido do grupo, o consentimento do ordinário da igreja local, o Ilmo. Revmo. Dom Aloísio Jorge Pena Vitral e as Bulas Papais de Nicolau V (Cum nulla fidelium , 07/09/1452), Sixto IV ( Dum atenta, 28/11/1476), Clemente VIII (Cum dudum, 23/03/1594) e Romanum Pontificem (20/08/1603).
No dia 16 de julho de 2019 em Missa Solene de Nossa Senhora do Carmo, na Capela São José recebemos das mãos do nosso Delegado Provincial Frei Pierino Orlandini, OCD, o indulto da ereção canônica de nossa comunidade.
A solenidade de Nossa Senhora do Carmo 2019 foi e será  inesquecível para todos nós da Comunidade São Jose OCDS de Sete Lagoas/MG.



























quarta-feira, 17 de julho de 2019

VIDA ESPIRITUAL NO CARISMA TERESIANO-SÃOJOANISTA

Lucas Anderson Oliveira
Comunidade Flor do Carmelo de Santa Teresinha
Fortaleza/CE. 

Para uma autêntica vida espiritual temos que perceber dois pontos centrais de nossa espiritualidade, que consistem em nossa ação e na ação de Deus. Nem sempre agimos conforme o desejo de Deus para nossas vidas, quantas vezes fizemos escolhas que depois percebemos que não condiziam com a vontade de Dele? Quase sempre, o nosso humano, e por isso, nossa vontade humana, tende a falar mais alto que a vontade celeste, assim, o que nos ajuda a entender melhor os projetos de Deus às nossas vidas é ter uma vida espiritual intensa e constante. 

Ter espiritualidade não significa apenas respeitar e acreditar em Deus, mas consiste na obediência total aos seus planos e projetos. É deixar o Senhor comandar a vida e ser suscetível a Sua vontade. Como falamos anteriormente, o nosso humano quer sempre falar mais alto que aqueles propósitos que vêm do alto, por isso é tão difícil entregar-se totalmente a vontade Daquele que nos ama. E para ter essa autêntica espiritualidade, não se desviando da obediência ao Senhor, não podemos deixar de rezar, ou seja, temos de ter uma oração constante, um diálogo incessante com o Divino Mestre. 

Ainda dentro dessa perspectiva ambivalente de nossa vontade em relação à vontade de Deus, temos uma distinção entre a vida espiritual e a vida carnal: 

a) Vida Espiritual: consiste em uma vida em que se busca a união com Deus, na busca constante por Sua vontade e na entrega sem reservas ao Seu infinito amor. 

b) Vida Carnal: contrária à vida espiritual, uma vida carnal procura sempre satisfazer-se por nossa própria vontade, que tende a desejar as paixões e efemeridades do mundo. Aqui, teríamos os três inimigos: a carne, o mundo e o demônio, que em determinados contextos estão bem relacionados. 

Santa Teresa de Jesus ao escrever sobre as moradas, fala de maneira implícita e explícita dessas duas vidas e nas batalhas que travamos ao longo de nosso caminho em relação às duas. Escolher uma vida espiritual é escolher a cruz, é escolher o amor e o sacrifício. Para alcançarmos as sétimas moradas e o matrimônio espiritual com Deus, como nos apresenta a Santa, devemos escolher uma vida espiritual e reconhecer todos os desafios e consequências advindos dela. 

Antes de avançarmos nessa espiritualidade faz-se necessário trilharmos o caminho do autoconhecimento, porém, não é qualquer conhecimento, além do conhecimento de nós mesmos, precisamos do conhecimento de nossa vida em relação a Deus. É preciso refletir se a nossa busca das vontades de Deus está surtindo efeito e se realmente nós as estamos buscando, e para que essa busca seja verídica, temos que tentar nos colocar de acordo com a vontade Daquele que nos ama, nos perguntando: será que Ele agiria da forma como eu estou agindo? Além disso, é preciso determinação, ou mais, de determinada determinação, como Santa Teresa nos disse, para encontrarmos Deus em todo e qualquer lugar, não nos ausentando de perto Dele nenhum momento. 

E a oração? A oração encontra um lugar especial na vida espiritual, porque a oração é o trato de amizade com Deus, como bem Santa Teresa nos colocou. Como podemos ter uma vida de entrega ao Senhor se não temos um contato diário e constante com Ele? A oração nos possibilita esse diálogo. É possível também que durante a oração façamos memória das obras que o Senhor realizou e realiza em nossas vidas, isso nos ajuda a estreitarmos o laço com Ele e a acreditar mais em Seu infinito amor. A vida espiritual não se resume apenas na oração, mas a oração se torna crucial, e até imprescindível aos demais aspectos da espiritualidade. 

Como estamos falando de oração podemos falar do tripé oracional de Santa Teresa de Jesus, que consiste no amor, no desapego e na humildade. O amor engloba tanto o amor ao Senhor, reflexo do amor Dele, quanto o amor ao próximo, reconhecendo no outro a face de Deus. Aqui se encaixa bem o segundo mandamento da lei de Deus, como bem é retratado no evangelho segundo Mateus, “amar ao próximo como a Ti mesmo” (Mateus 12, 30). É na convivência fraterna e no amor ao próximo que podemos reconhecer essa dimensão essencial de nossa espiritualidade. Se eu não consigo amar ao próximo e enxergá-lo além de julgamentos será que eu amo realmente a Deus? 

O desapego é outro ponto oracional e espiritual bastante complexo, por isso, retomamos a noção de vida carnal que discutimos ao início do texto. Enquanto seres humanos, tendemos a nos apegar tanto a objetos quanto às situações e experiências, sejam elas boas ou ruins. Quantas vezes nos apegamos demais a bens materiais de forma que isso nos atrapalha em nossa convivência com Deus? Por outro lado, podemos não demonstrar apego nenhum a bens materiais, mas em nosso íntimo existem outros apegos. Quantas vezes nos prendemos às situações do passado que nos causam dor, sofrimento, e, muitas vezes, até o ódio em relação às outras pessoas? Por isso, faz-se tão necessário o desapego, não só material, mas também espiritual. 

Por fim, o último elemento do tripé oracional de Santa Teresa é a humildade, aqui nos leva a pensar no reconhecimento de nós mesmos e de nosso lugar, pensando que todos são importantes para Deus, mesmo dentro de suas particularidades. Não podemos e nem devemos ser melhores do que ninguém porque rezamos mais ou temos mais intimidade com Deus. O Senhor nos ama da mesma maneira dentro de nossas idiossincrasias. Nem seremos os maiores e nem seremos os menores, para Deus seremos nós mesmos, dentro de nossos valores. 

Que saibamos dentro de nossas individualidades e por meio da oração, agir com total entrega e amor ao Senhor. Por meio do desapego, nos abramos a todas as potencialidades divinas dentro das nossas possibilidades, para que o Amado realize tudo por nosso meio, sendo humildes, a eternidade e o céu de Deus se fará em nós e por meio de nós.

terça-feira, 16 de julho de 2019

SOLENIDADE DA BEM AVENTURADA VIRGEM MARIA DO MONTE CARMELO


Saudamos neste dia, a Virgem singular, Rainha do Céu e da Terra, Rainha do Carmelo. Saudada pelo anjo no seu Ave, e saudada no Carmelo como "Estrela do Mar". Com a Igreja o Carmelo proclama: "A Virgem Maria, é saudada como membro eminente e inteiramente singular da Igreja, seu tipo e exemplar perfeitíssimo na fé e na caridade; e a Igreja católica, ensinada pelo Espírito Santo, consagra-lhe, como a mãe amantíssima, filial afeto de piedade". (LG 53 - A Virgem e a Igreja)

A Rainha da vinha florida, da vinha de tantos nomes e repleta de fulgor, é ela a Virgem do Carmo. Rezamos e cantamos a tua beleza e grandeza, ó Mãe dos Carmelitas! Dizemos com a Igreja, como carmelitas: "A Virgem Santíssima, predestinada para Mãe de Deus desde toda a eternidade simultâneamente com a encarnação do Verbo, por disposição da divina Providência foi na terra a nobre Mãe do divino Redentor, a Sua mais generosa cooperadora e a escrava humilde do Senhor" (LG 61 - A maternidade espiritual). 

Com Teresa de Jesus, a temos como guarda do Carmelo, pois Teresa ao obedecer o seu Divino Filho, dirá: “Sua Majestade mandou-me instantemente que o procurasse realizar com todas as minhas forças, fazendo-me grandes promessas de que o mosteiro não se deixaria de fazer, e nele se serviria muito a Deus, e que lhe pusesse o nome de S. José: ele nos guardaria a uma das portas e Nossa Senhora à outra e Cristo andaria conosco.” (Vida 32,11)

Com João da Cruz, contemplamos o seu glorioso exemplo de "união com Deus", porque foi toda amor: "A gloriosíssima Virgem Nossa Senhora, estando desde o princípio elevada a esse alto estado (união), nunca teve impressa em sua alma forma de nenhuma criatura, nem por ela se moveu..."(3S 2,10 - São João da Cruz)

Como Santa Teresesinha do Menino Jesus exulta em suas poesias, nós exultamos neste dia: “Oh! quisera cantar, Maria, porque te amo. Porque é que o teu doce nome me comove o coração, e porque é que o pensamento da tua grandeza suprema não é capaz de inspirar-me medo. Se te contemplasse na tua sublime glória, muito mais brilhante do que todos os bem-aventurados, não podia acreditar que sou tua filha."

Com a Igreja afirmamos: "Mas o Pai das misericórdias quis que a aceitação, por parte da que Ele predestinara para mãe, precedesse a encarnação, para que, assim como uma mulher contribuiu para a morte, também outra mulher contribuisse para a vida. É o que se verifica de modo sublime na Mãe de Jesus, dando à luz do mundo a própria Vida, que tudo renova."(LG 56 - Maria na Anunciação)

Com o Carmelo, a saudamos:
"Flor do Carmelo vinha florida, esplendor do céu, 
Oh! Mãe, Virgem singular,
Doce Mãe sempre Virgem
Aos Carmelitas dai privilégio, 
Estrela do Mar"

Salve, salve, a Bem Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo!

(Por Estela Márcia da Paz Moreira de Araújo - Estela Maria Teresa de Jesus, OCDS)

segunda-feira, 15 de julho de 2019

NOVENA DE NOSSA SENHORA DO CARMO - 9º DIA (15/07/19)


9 Dia: Missão na Vinha do Senhor.

ORAÇÃO INICIAL (todos os dias):
Sinal da Cruz. 
Vinde Espírito Santo. 

"Flor do Carmelo vinha florida, esplendor do céu,
Oh! Mãe, Virgem singular,
Doce Mãe sempre Virgem
Aos Carmelitas dai privilégio, Estrela do Mar"

"A que se por igual confiança, em uma como em outras imagens, que representem Nossa Senhora".
(3S 36,1 - São João da Cruz)

Ó Rainha do Carmelo, que velais pela missão na Vinha do Senhor, com maternal proteção, acolhei com solicitude as ações missionárias do Carmelo e de toda a Igreja, em comunhão com o Santo Padre, o Papa Francisco, e fazei-nos dignas testemunhas do amor que geraste para o mundo, que é o próprio Cristo Jesus. 

Pai Nosso...
Ave-Maria...
Glória ao Pai...
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.

ORAÇÃO FINAL (todos os dias):
Bendita e Imaculada Virgem Maria, beleza e glória do Carmelo, Vós que tratais com bondade inteiramente especial aqueles que se vestem do vosso amadíssimo Hábito, volvei sobre mim também um olhar propício e cobri-me com o manto da vossa maternal proteção.
Pelo vosso poder fortificai a minha fraqueza; pela vossa sabedoria esclarecei as trevas do meu espírito, aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade. Ornai a minha alma com as virtudes que me faça agradável ao vosso Divino Filho e a Vós.
Assisti-me durante a vida, consolai-me na morte pela vossa amável presença à Santíssima Trindade, como vosso Filho dedicado para Vos louvar e bendizer eternamente no paraíso. Amém!

domingo, 14 de julho de 2019

NOVENA DE NOSSA SENHORA DO CARMO - 8º DIA (14/07/19)


8° Dia: Vocações carmelitanas.

ORAÇÃO INICIAL (todos os dias):
Sinal da Cruz. 
Vinde Espírito Santo. 

"Flor do Carmelo vinha florida, esplendor do céu,
Oh! Mãe, Virgem singular,
Doce Mãe sempre Virgem
Aos Carmelitas dai privilégio, Estrela do Mar"

"Nossa Senhora, modelo de oração nas bodas de Caná".
(C 2,8 - São João da Cruz)

Ó Rainha do Carmelo, que sempre concedestes as maiores graças aos que vos pedem. Como fizestes nas Bodas de Caná, intercedei junto ao vosso Filho pelo aumento e santificação das vocações carmelitanas - sacerdotais, religiosas e seculares -, por honra do vosso nome e para a glória do Reino de Deus.

Pai Nosso...
Ave-Maria...
Glória ao Pai...
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós!

ORAÇÃO FINAL (todos os dias):
Bendita e Imaculada Virgem Maria, beleza e glória do Carmelo, Vós que tratais com bondade inteiramente especial aqueles que se vestem do vosso amadíssimo Hábito, volvei sobre mim também um olhar propício e cobri-me com o manto da vossa maternal proteção.
Pelo vosso poder fortificai a minha fraqueza; pela vossa sabedoria esclarecei as trevas do meu espírito, aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade. Ornai a minha alma com as virtudes que me faça agradável ao vosso Divino Filho e a Vós.
Assisti-me durante a vida, consolai-me na morte pela vossa amável presença à Santíssima Trindade, como vosso Filho dedicado para Vos louvar e bendizer eternamente no paraíso. Amém!

sábado, 13 de julho de 2019

NOVENA DE NOSSA SENHORA DO CARMO - 7º DIA (13/07/19)


7° Dia: Fervor carmelita.

ORAÇÃO INICIAL (todos os dias):
Sinal da Cruz. 
Vinde Espírito Santo. 

"Flor do Carmelo vinha florida, esplendor do céu,
Oh! Mãe, Virgem singular,
Doce Mãe sempre Virgem
Aos Carmelitas dai privilégio, Estrela do Mar"

"À alma transformada, dá Deus algumas vezes o sentir e o padecer, para que mereça mais e afervore no amor, como fez Deus com a Virgem Maria".
(C 20,10 - São João da Cruz)

Ó Rainha do Carmelo, no Monte Carmelo, a vós consagraram o primeiro templo do mundo, para celebrarem o Mistério de amor do vosso Filho Jesus. Cuidai para que os missionários carmelitas cresçam sempre mais no fervor a Ele, e Nele, a torne conhecida e amada. 

Pai Nosso...
Ave-Maria...
Glória ao Pai...
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós!

ORAÇÃO FINAL (todos os dias):
Bendita e Imaculada Virgem Maria, beleza e glória do Carmelo, Vós que tratais com bondade inteiramente especial aqueles que se vestem do vosso amadíssimo Hábito, volvei sobre mim também um olhar propício e cobri-me com o manto da vossa maternal proteção.
Pelo vosso poder fortificai a minha fraqueza; pela vossa sabedoria esclarecei as trevas do meu espírito, aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade. Ornai a minha alma com as virtudes que me faça agradável ao vosso Divino Filho e a Vós.
Assisti-me durante a vida, consolai-me na morte pela vossa amável presença à Santíssima Trindade, como vosso Filho dedicado para Vos louvar e bendizer eternamente no paraíso. Amém!

sexta-feira, 12 de julho de 2019

NOVENA DE NOSSA SENHORA DO CARMO - 6º DIA (12/07/19)


6° Dia: Retidão nas intenções e ações.

ORAÇÃO INICIAL (todos os dias):
Sinal da Cruz. 
Vinde Espírito Santo. 

"Flor do Carmelo vinha florida, esplendor do céu,
Oh! Mãe, Virgem singular,
Doce Mãe sempre Virgem
Aos Carmelitas dai privilégio, Estrela do Mar"

"A gloriosíssima Virgem Nossa Senhora, estando desde o princípio elevada a esse alto estado (união), nunca teve impressa em sua alma forma de nenhuma criatura, nem por ela se moveu..."
(3S 2,10 - São João da Cruz)

Ó Rainha do Carmelo, que tendes concedido as mais extraordinárias graças através de vosso Santo Escapulário, ajudai-nos a trazê-lo dignamente, conservando a pureza de coração e de costumes, repelindo a tudo o que possa ferir o vosso olhar puríssimo e o Sacratíssimo Coração de vosso Filho. 

Pai Nosso...
Ave-Maria...
Glória ao Pai...
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós!

ORAÇÃO FINAL (todos os dias):
Bendita e Imaculada Virgem Maria, beleza e glória do Carmelo, Vós que tratais com bondade inteiramente especial aqueles que se vestem do vosso amadíssimo Hábito, volvei sobre mim também um olhar propício e cobri-me com o manto da vossa maternal proteção.
Pelo vosso poder fortificai a minha fraqueza; pela vossa sabedoria esclarecei as trevas do meu espírito, aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade. Ornai a minha alma com as virtudes que me faça agradável ao vosso Divino Filho e a Vós.
Assisti-me durante a vida, consolai-me na morte pela vossa amável presença à Santíssima Trindade, como vosso Filho dedicado para Vos louvar e bendizer eternamente no paraíso. Amém!

quinta-feira, 11 de julho de 2019

NOVENA DE NOSSA SENHORA DO CARMO - 5º DIA (11/07/19)


5° Dia: Fidelidade à Lei de Deus.

ORAÇÃO INICIAL (todos os dias):
Sinal da Cruz. 
Vinde Espírito Santo. 

"Flor do Carmelo vinha florida, esplendor do céu,
Oh! Mãe, Virgem singular,
Doce Mãe sempre Virgem
Aos Carmelitas dai privilégio, Estrela do Mar"

"Os anjos são meus, e a Mãe de Deus é minha - oração da alma enamorada." 
(D 26 - São João da Cruz)

Ó Rainha do Carmelo, que destes aos vossos filhos o Santo Escapulário como penhor de salvação. Nós vos agradecemos e suplicamos, que por meio deste sacramental, muitos se voltem para Cristo, e assim todos vivamos com fidelidade a Lei de Deus, e alcancemos uma vida santa e feliz, nesta e na outra vida.

Pai Nosso...
Ave-Maria...
Glória ao Pai...
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós!

ORAÇÃO FINAL (todos os dias):
Bendita e Imaculada Virgem Maria, beleza e glória do Carmelo, Vós que tratais com bondade inteiramente especial aqueles que se vestem do vosso amadíssimo Hábito, volvei sobre mim também um olhar propício e cobri-me com o manto da vossa maternal proteção.
Pelo vosso poder fortificai a minha fraqueza; pela vossa sabedoria esclarecei as trevas do meu espírito, aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade. Ornai a minha alma com as virtudes que me faça agradável ao vosso Divino Filho e a Vós.
Assisti-me durante a vida, consolai-me na morte pela vossa amável presença à Santíssima Trindade, como vosso Filho dedicado para Vos louvar e bendizer eternamente no paraíso. Amém!

quarta-feira, 10 de julho de 2019

NOVENA DE NOSSA SENHORA DO CARMO - 4º DIA (10/07/19)


4° Dia: Prática das boas obras.

ORAÇÃO INICIAL (todos os dias):
Sinal da Cruz. 
Vinde Espírito Santo. 

"Flor do Carmelo vinha florida, esplendor do céu,
Oh! Mãe, Virgem singular,
Doce Mãe sempre Virgem
Aos Carmelitas dai privilégio, Estrela do Mar"

"Tome como advogada a Nossa Senhora - para proteger a vocação."
(Ep 12 - São João da Cruz)

Ó Rainha do Carmelo, que visitastes vossos filhos Carmelitas no Monte Carmelo, consolando-lhes e dando-lhes graças abundantes.
Derramai sobre nós as mesmas graças, ajudando-nos a crescer no amor e na prática das boas obras.

Pai Nosso...
Ave-Maria...
Glória ao Pai...
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós!

ORAÇÃO FINAL (todos os dias):
Bendita e Imaculada Virgem Maria, beleza e glória do Carmelo, Vós que tratais com bondade inteiramente especial aqueles que se vestem do vosso amadíssimo Hábito, volvei sobre mim também um olhar propício e cobri-me com o manto da vossa maternal proteção.
Pelo vosso poder fortificai a minha fraqueza; pela vossa sabedoria esclarecei as trevas do meu espírito, aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade. Ornai a minha alma com as virtudes que me faça agradável ao vosso Divino Filho e a Vós.
Assisti-me durante a vida, consolai-me na morte pela vossa amável presença à Santíssima Trindade, como vosso Filho dedicado para Vos louvar e bendizer eternamente no paraíso. Amém!

terça-feira, 9 de julho de 2019

NOVENA DE NOSSA SENHORA DO CARMO - 3º DIA (09/07/19)


3° Dia: Dilatação do Reino de Deus.

ORAÇÃO INICIAL (todos os dias):
Sinal da Cruz. 
Vinde Espírito Santo. 

"Flor do Carmelo vinha florida, esplendor do céu,
Oh! Mãe, Virgem singular,
Doce Mãe sempre Virgem
Aos Carmelitas dai privilégio, Estrela do Mar"

"A gloriosíssima Virgem Nossa Senhora, estando desde o princípio elevada a esse alto estado (união)... sempre sua moção foi pelo Espírito Santo ".
(3S 2,10 - São João da Cruz)

Ó Rainha do Carmelo, lembrai-vos que vossos filhos Carmelitas do Monte Carmelo, após o Pentecostes, abraçaram o Evangelho e anunciaram por toda parte o Reino de Deus, ensinando a todos a vos conhecer e amar. Ensinai aos carmelitas de nosso tempo o compromisso com propagação deste mesmo Reino.

Pai Nosso...
Ave-Maria...
Glória ao Pai...
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós!

ORAÇÃO FINAL (todos os dias):
Bendita e Imaculada Virgem Maria, beleza e glória do Carmelo, Vós que tratais com bondade inteiramente especial aqueles que se vestem do vosso amadíssimo Hábito, volvei sobre mim também um olhar propício e cobri-me com o manto da vossa maternal proteção.
Pelo vosso poder fortificai a minha fraqueza; pela vossa sabedoria esclarecei as trevas do meu espírito, aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade. Ornai a minha alma com as virtudes que me faça agradável ao vosso Divino Filho e a Vós.
Assisti-me durante a vida, consolai-me na morte pela vossa amável presença à Santíssima Trindade, como vosso Filho dedicado para Vos louvar e bendizer eternamente no paraíso. Amém!

segunda-feira, 8 de julho de 2019

NOVENA DE NOSSA SENHORA DO CARMO - 2º DIA (08/07/19)


2° Dia: Confiança filial.


ORAÇÃO INICIAL (todos os dias):
Sinal da Cruz. 
Vinde Espírito Santo. 

"Flor do Carmelo vinha florida, esplendor do céu,
Oh! Mãe, Virgem singular,
Doce Mãe sempre Virgem
Aos Carmelitas dai privilégio, Estrela do Mar"

"A Mãe de Deus é minha - oração da alma enamorada." 
(D 26 - São João da Cruz)

Ó Rainha do Carmelo, que fostes contemplada e honrada no Monte Carmelo durante séculos 
pelos sucessores de Santo Elias, como filhos nos confiamos, e pedimos que venha reinar em nossas vidas e em nossas famílias, ensinando-nos a subir o Monte que é o Cristo, a partir de uma vida comprometida com a Boa Nova da salvação.

Pai Nosso...
Ave-Maria...
Glória ao Pai...
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós!

ORAÇÃO FINAL (todos os dias):
Bendita e Imaculada Virgem Maria, beleza e glória do Carmelo, Vós que tratais com bondade inteiramente especial aqueles que se vestem do vosso amadíssimo Hábito, volvei sobre mim também um olhar propício e cobri-me com o manto da vossa maternal proteção.
Pelo vosso poder fortificai a minha fraqueza; pela vossa sabedoria esclarecei as trevas do meu espírito, aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade. Ornai a minha alma com as virtudes que me faça agradável ao vosso Divino Filho e a Vós.
Assisti-me durante a vida, consolai-me na morte pela vossa amável presença à Santíssima Trindade, como vosso Filho dedicado para Vos louvar e bendizer eternamente no paraíso. Amém!

domingo, 7 de julho de 2019

NOVENA DE NOSSA SENHORA DO CARMO - 1º DIA (07/07/19)


Província São José do Sudeste do Brasil 

Tema "O Carmelo em missão com a Igreja" - 2019

"Os leigos colaboram na obra de evangelização da Igreja e participam da sua missão salvífica, ao mesmo tempo como testemunhas e como instrumentos vivos". (Ad Gentes 41)

#ComissãoDeEspiritualidade
#AlmaCarmelita 


1° Dia: Socorro dos pecadores.

ORAÇÃO INICIAL (todos os dias):
Sinal da Cruz. 
Vinde Espírito Santo. 

"Flor do Carmelo vinha florida, esplendor do céu,
Oh! Mãe, Virgem singular,
Doce Mãe sempre Virgem
Aos Carmelitas dai privilégio, Estrela do Mar"

"Àquele grande merecimento que Deus fez à Virgem Maria, na Conceição de seu Filho, o anjo São Gabriel chamou de sombra do Espírito Santo ".
(Ch 3,12 - São João da Cruz)

Ó Esplendor do Carmelo, que fostes contemplada pelo Profeta Elias na nuvenzinha que subia do mar, depois transformada em chuva copiosa, derramai sobre toda a humanidade as graças de vosso Coração Imaculado, e socorrei os pobres pecadores, para que encontrem o caminho da conversão, por meio de um eficiente trabalho missionário. 

Pai Nosso...
Ave-Maria...
Glória ao Pai...
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós!

ORAÇÃO FINAL (todos os dias):
Bendita e Imaculada Virgem Maria, beleza e glória do Carmelo, Vós que tratais com bondade inteiramente especial aqueles que se vestem do vosso amadíssimo Hábito, volvei sobre mim também um olhar propício e cobri-me com o manto da vossa maternal proteção.
Pelo vosso poder fortificai a minha fraqueza; pela vossa sabedoria esclarecei as trevas do meu espírito, aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade. Ornai a minha alma com as virtudes que me faça agradável ao vosso Divino Filho e a Vós.
Assisti-me durante a vida, consolai-me na morte pela vossa amável presença à Santíssima Trindade, como vosso Filho dedicado para Vos louvar e bendizer eternamente no paraíso. Amém!

sexta-feira, 5 de julho de 2019

Novena Nossa Senhora do Carmo - 2019


Convidamos a todos irmãos a rezarem conosco a 
Novena de Nossa Senhora do Carmo - 
07 a 15 de julho de 2019. 

Tema: "O Carmelo em missão com a Igreja".

"Os leigos colaboram na obra de evangelização da Igreja e participam da sua missão salvífica, ao mesmo tempo como testemunhas e como instrumentos vivos". (Ad Gentes 41)

Acompanhe todos os dias da novena em nosso blog e nos grupos do whatsapp da Província São José, a partir do dia 07/07/19....

terça-feira, 2 de julho de 2019

XIV Congresso Norte/Nordeste da OCDS: "São José, Modelo dos Carmelitas"


Por: João Vitor
Comunidade São João da Cruz
São Luís/MA



Entre os dias 20 e 23 de junho de 2019, foi realizado o XIV Congresso Norte-Nordeste da OCDS, em São Luís (MA). Com o tema “São José, Modelo dos Carmelitas” e o lema “Eu queria muito persuadir todos a serem devotos desse Glorioso Santo” (Vida 6,7), os membros da OCDS e convidados regozijaram-se durante os dias do Congresso, em uma experiência de aprofundamento, meditação, oração e ação de graças a Deus pelos feitos grandiosos na Sagrada Família e, particularmente, na vida do Glorioso Patriarca São José. 

A Comunidade São João da Cruz de São Luís (MA), organizadora do evento, recebeu os congressistas na Casa de Retiro Oásis, situada na respectiva cidade. A solenidade de Corpus Christi foi celebrada na missa de abertura do Congresso, momento em que também Franciliane dos Santos Lima, membro da Comunidade São João da Cruz, fez suas promessas temporárias. Ao final da celebração, foram admitidos à Ordem dos Carmelitas Descalços Seculares: Ana Mary Gomes Lima de Menezes, Terezinha de Jesus Dias Magalhães, Hugo Bernar de Azevedo Couto e Fhabyula da Silva Cunha Couto. 



Após a celebração eucarística, houve a abertura do XIV Congresso Norte/ Nordeste, cuja mesa foi composta por Frei Luís Fernando OCD, Delegado Provincial Norte-Nordeste; Irmã Maria Inês da Eucaristia OCD, Carmelo Santa Teresinha (Maceió/AL); Ana Stela de Almeida Silva e Mônica Maria Dodt Coelho, conselheiras provinciais; e Teresinha de Jesus Santos Costa, presidente da Comunidade São João da Cruz. Após as breves palavras animadoras de cada um dos mesários, cada comunidade que estava presente foi apresentada por Dávisson, animador do congresso. 

No dia 21 de junho, iniciamos as atividades com a celebração da Missa com Laudes. Posteriormente, nosso irmão Artur Viana (OCDS-Fortaleza) proferiu a palestra com tema “São José, homem de oração e silêncio”, no qual referiu São José como um “Carmelita por excelência” e como “modelo acabado da alma que quer penetrar cada vez mais no recinto da intimidade divina”. Luciano Dídimo, presidente provincial da Associação OCDS, presenteou-nos com o tema “São José e a Santificação do Trabalho”, apresentando-nos os fundamentos bíblicos e os documentos da Igreja sobre o trabalho como vontade de Deus. Durante a tarde deste mesmo dia, nossa irmã Izabel (OCDS – São Luís), convidou-nos a refletir sobre o tema “São José, guardião da família”, meditando sobre os aspectos humanos e divinos de São José no contexto familiar. Logo após, houve um momento de adoração ao Santíssimo Sacramento, coordenado pela Ana Stela, durante o qual recitamos também as vésperas. À noite, fomos agraciados pelo Colóquio Musical da Ir. Maria Inês da Eucaristia (OCDS), que junto com nossa irmã Cristina (OCDS-São Luís) e outros musicistas, apresentou seu repertório de 10 músicas, intercaladas por meditações e reflexões edificantes, transbordando o Carmelo em canções! 






No sábado, dia 22 de junho, iniciamos as atividades com as Laudes, seguidas da primeira formação deste dia, ministrada pelo Giovani Mendes (OCDS-Fortaleza), com o tema “São José, Patrono da Igreja”, que discorreu sobre a grandiosidade e santidade deste santo e seus títulos paternos, lembrando-nos que “São José, depois de Maria, é o maior de todos os santos” (Beato Pio IX). Depois, Frei Luís Fernando, OCD, ensinou-nos sobre “São José no Carmelo”, desde quando surgiu a devoção a este glorioso santo, enfatizando o papel fundamental dos carmelitas nesta devoção. Ainda pela manhã, ocorreu a reunião do projeto da nova província Norte-Nordeste. À tarde, fomos à excursão do Santuário de São José de Ribamar, que fica na cidade que leva este mesmo nome, na região metropolitana de São Luís. Lá, fizemos um breve passeio turístico, registramos a foto oficial do congresso e participamos da missa no Santuário, retornando logo em seguida para o local onde estava sendo realizado o Congresso. Durante a visita a São José de Ribamar, foi possível presenciar a apresentação folclórica de um bumba-meu-boi desta localidade. Após o jantar houve o recreio carmelitano com o bumba-meu-boi da infância missionária e cada comunidade apresentou o tema junino de sua região. 



No domingo, dia 23 de junho, o despertar deu-se às 5:00 da manhã com fogos de artifício, seguido de uma breve procissão em honra a São José, culminando com a celebração eucarística com Laudes, presidida pelo arcebispo Dom José Belisário da Silva, OFM. Depois do café, dirigimo-nos ao Carmelo São José, que fica próximo ao local do congresso, onde fomos recebidos pelas monjas. Ao retornar, tivemos a última palestra com o Frei Luís Fernando, OCD, que falou sobre “São José e Santa Teresa”, com uma riqueza de detalhes sobre o amor desta santa a este glorioso pai e mestre. Ao final, o presidente da província, Luciano Dídimo (OCDS-Fortaleza), fez as considerações finais e encerramos com grande alegria e júbilo este XIV Congresso Norte-Nordeste em honra a São José, animados ao cantar “Carmelita secular, canta e louva o Senhor, que fez maravilhas em ti!” 






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...