domingo, 14 de março de 2021

5º DIA - NOVENA DE SÃO JOSÉ - 2021


“A grandeza de São José consiste no fato de ter sido o esposo de Maria e o pai de Jesus”. (Patris Corde) “Para os Carmelitas o interesse pela figura de São José foi um desenvolvimento natural da inspiração mariana da Ordem”.

(Carta à família Carmelitana)

 

ORAÇÃO INICIAL: (Todos os dias)

 

“É inegável que mais do que nenhum outro santo, Teresa de Jesus, fez do culto a São José um dos elementos característicos da piedade e da fisionomia espiritual do Carmelo”. Rezemos pedindo a São José que interceda ao seu Divino Filho, ao longo destes nove dias, por nossas intenções pessoais e familiares, carmelitas e eclesiais, pelos enfermos e pelas diversas necessidades do mundo inteiro, a fim de que possamos, crescer nas virtudes por ele praticadas.

 

Senhor Jesus Cristo, os Carmelitas como São José, conhecem o sonho e mantém a luz da esperança, que brilha e aponta para aquele mundo novo prometido àqueles que estão atentos à Palavra de Deus, crendo que Deus fará novas, todas as coisas. Senhor, com o Pai e o Espírito Santo, suplicamos que acolheis com bondade, as intenções que apresentamos nesta novena (..............), sob a intercessão deste castíssimo pai e patrono, unidos à Virgem Maria, vossa Mãe, e sob a intercessão de Santa Madre Teresa de Jesus.

 

Pai-Nosso. Ave-Maria. Glória ao Pai.

São José, Esposo da Virgem Maria,

Rogai por nós!

+++++++++++++++++++++++++++

5º DIA – 14/03/2021.

Tema: São José, empenho jubiloso na educação de Jesus.

O anjo anunciou aos pastores o nascimento de Jesus como sendo o do Messias prometido a Israel: «nasceu-vos hoje, na cidade de David, um salvador que é Cristo, Senhor» (Lc 2, 11). Desde a origem, Ele é «Aquele que o Pai consagrou e enviou ao mundo» (Jo 10, 36), concebido como «santo» no seio virginal de Maria (Lc 1, 35). José foi convidado por Deus a «levar para sua casa Maria, sua esposa», grávida d'«Aquele que nela foi gerado pelo poder do Espírito Santo» (Mt 1, 20), para que Jesus, «chamado Cristo», nascesse da esposa de José, na descendência messiânica de David (Mt 1, 16) - cfr Rm 1,3; 2 Tm 2,8; Ap 22,16. Chamado a proteger o Redentor, “José fez como lhe ordenara o anjo do Senhor e recebeu a sua esposa» (Mt 1, 24). Inspirando-se no Evangelho, os Padres da Igreja, desde os primeiros séculos, puseram em relevo que São José, assim como cuidou com amor de Maria e se dedicou com empenho jubiloso à educação de Jesus Cristo, assim também guarda e protege o seu Corpo místico, a Igreja, da qual a Virgem Santíssima é figura e modelo (...) Foi precisamente neste mistério que José de Nazaré participou como nenhuma outra pessoa humana, à exceção de Maria, a Mãe do Verbo Encarnado. Ele participou em tal mistério, simultaneamente, com Maria, envolvido na realidade do mesmo evento salvífico, e foi depositário do mesmo amor, em virtude do qual o eterno Pai «nos predestinou a sermos adotados como filhos, por intermédio de Jesus Cristo” (Ef 1, 5).

História: São José no Carmelo.

Em síntese, na liturgia antiga da Ordem sob a figura de São José encontramos um compêndio da espiritualidade do Carmelo: 1) A puritas cordis que torna possível a visão de Deus; 2) a união com Maria; e 3) a fruição da vida mística apresentada em termos de concebimento e nascimento do Verbo Encarnado na alma pura. São José por isso é celebrado como o espelho da vida mística carmelitana em Deus.

 

“Só peço, por amor de Deus, que faça a prova quem não me acreditar e verá, por experiência, o grande bem que é o encomendar-se a este glorioso Patriarca e ter-lhe devoção". (Santa Teresa de Jesus - Vida 6,8)

Encomendar a São José: A prática do cuidado.

Propósito do dia: A virtude da CARIDADE.

ORAÇÃO FINAL: (Todos os dias)

Os Santos ajudam todos os fiéis «a tender à santidade e perfeição do próprio estado». A sua vida é uma prova concreta de que é possível viver o Evangelho. À semelhança de Jesus que disse: «Aprendei de Mim, porque sou manso e humilde de coração» (Mt 11, 29), também os Santos são exemplos de vida que havemos de imitar. A isto nos exorta explicitamente São Paulo: «Rogo-vos, pois, que sejais meus imitadores» (1 Cor 4, 16). O mesmo nos diz São José através do seu silêncio eloquente. (Patris Corde 7)

 

Dirijamos-lhe a nossa oração:

 

Salve, guardião do Redentor

e esposo da Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós, Maria depositou a sua confiança;

convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai também para nós

e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem,

e defendei-nos de todo o mal. Amém.

(Patris Corde – 8/12/2020. PP. Francisco)

 

Estela da Paz.

Estela Maria Teresa de Jesus, OCDS.

Comissão de Espiritualidade.

Comissão de História.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...