terça-feira, 9 de abril de 2019

Moradas da alma: as etapas da vida mística segundo Santa Teresa de Ávila



 O nosso retiro iniciou-se com a Santa Missa no Carmelo. De lá partimos para o local do retiro, considerado por nós um pedacinho do céu, em oração e silêncio.








Na manhã do sábado, o tema proposto e rezado foi “oração”:
Ø  Não se trata, na oração, de dobrar Deus à nossa vontade com habilidade de um advogado versátil, mas sim de nos elevarmos à altura de sua vontade sábia e Santa, para adorá-la e fazê-la nossa. “Não muitas palavras, portanto, porém muita fé e muito amor”.
Ø  A oração enquanto diálogo com Cristo e processo de santificação é uma aventura, um caminho com muitas etapas, uma viagem ao interior do Castelo, através de várias moradas. Cada etapa desse caminho caracteriza-se:
  •       por uma graça interior;
  •   por uma vivência psicológica desta graça;
  • ·por um influxo ético que aperfeiçoa gradualmente a alma.
Após o almoço de sábado e até as 17 horas do domingo, o tema vivenciado por todos nós, através da oração, foi “Moradas da alma: as etapas da vida mística segundo Santa Teresa de Ávila”.
O livro Castelo poderia ser classificado como um guia de viagem para o autoconhecimento, para a vida de oração, para a santidade e para o interior da alma: um castelo, porque nele mora um Rei. Esse castelo contém muitos aposentos, assim como no Céu há muitas moradas. 
Santa Teresa atribuiu uma enorme capacidade para uma alma, reconhecendo que muito pouco sabemos a seu respeito e que Deus habita no mais íntimo dela. Sabemos que nossa alma existe, porque ouvimos dizer e a fé nos ensina, mas sabemos muito pouco sobre as grandes riquezas que nela existem.
A cada breve explanação da nossa formadora Márcia e da nossa presidente Andréia, tínhamos uma hora de oração silenciosa: eu e Ele… Ele e eu. Como tivemos nove pequenas explanações, pudemos vivenciar nove horas de profundo encontro com o Amado.
 Tivemos, também, momentos de orações das laudes, vésperas e completas.
Nas refeições, silêncio e comunhão com Deus.
E foi lançado um desafio: a cada hora de oração do tema Castelo Interior, se conseguíssemos ter 10 minutos de oração de gozo, ou seja, de profundo encontro com o Amado, adentraríamos uma morada do castelo, através de um bonequinho que nos foi entregue no início do retiro.
As três primeiras horas de oração, representadas pelas três primeiras moradas do castelo, foram vivenciadas em um local a escolha de cada membro; a partir da quarta morada, o desafio foi maior, pois toda comunidade deveria se reunia para a oração silenciosa diante do Santíssimo.
Após a sétima morada, ao abrir as portas do castelo, muitos membros não conseguiram conter a emoção vivenciada durante todo o retiro, as lágrimas eram visíveis.
No caminho das MoradasTeresa partilha um itinerário de amor. “Um caminho de muitas oscilações, superações e possibilidades de autoconhecimento, do outro, de Jesus Cristo e sua Humanidade.”
A presença forte da Trindade e a relíquia de Santa Teresa, relembrando a todo momento o seu testemunho de ter entrado ainda em vida nos aposentos do Rei, nos dão a certeza de que, com a determinada determinação de Teresa e muita oração , também é possível a nós, um dia, adentrar no aposento real e eternizar os nossos passos num abraçar com Deus.
Nosso retiro terminou com a celebração da Palavra e a partilha de todos. Voltamos para casa renovados e cheios do amor de Deus.






















quinta-feira, 4 de abril de 2019

Nota de falecimento


Maria Anália Abreu faleceu em 01/04/2019, aos 79 anos, membro da Comunidade Maria, Mãe e Rainha do Carmelo -Jabaquara -SP. Ingressou na OCDS na comunidade de Higienópolis, e se transferiu para o Jabaquara em 13/01/2001, onde era também seu local de trabalho com as Monjas do Mosteiro de Santa Teresa. Frequentou assiduamente até adoecer, mas não perdeu depois o entusiasmo de continuar com todas as práticas que a Ordem nos ensina. Morreu, como disse o sacerdote que encomendou sua alma, preparada, pois na mesma semana foi à missa dos enfermos receber a Unção dos Enfermos, confessou, com muita dificuldade ainda foi à missa do domingo, e na segunda pela manhã descansou... Que Deus a tenha em eterno descanso !!!

* Notícia enviada por Haidê, Conselheira Provincial.  
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...