terça-feira, 29 de janeiro de 2008

O VESTIDO VALE MAIS DO QUE O CORPO

Frei Patrício Sciadini, ocd.

Sempre que nos afastamos dos ensinamentos do evangelho e do exemplo de Jesus Cristo nos encontramos vagando sem rumo pelas estradas do mundo que nos questionam e não sabemos dar uma resposta que acalme o nosso coração já inquieto por tantas coisas. A preocupação pelas coisas, pelo comer, beber, pelo luxo, pelos vestidos finíssimos, pelos acessórios caríssimos e por tudo que é mera aparência enganosa não nasceu hoje e não vai terminar hoje. É o drama dos homens e mulheres vazias que necessitam preencher-se com algo que possa parecer importante.
Só ler um pouco da literatura de todos os tempos para se convencer. Só contemplar os grandes palácios de ontem com o shopings de hoje para ver que a beleza teve sempre valor. Ao ponto que os grandes, preocupados com a possibilidade de desaparecer depois de morto, enquanto estavam vivos, construíram os próprios túmulos e monumentos se auto-divinizando. Nestes dias, não sei porque, o evangelho de Mateus 6 me está perturbando a consciência com maior insistência. Toca em profundidade o meu eu e me obriga a parar. Pode ser que no meu subconsciente busque as aparências e não a realidade. O que não vale e não o que vale. “O corpo não vale mais do que o vestido?... E por que vos preocupais com as vestes? Observai como crescem os lírios do campo: não trabalham nem fiam. Mas eu vos digo que nem Salomão com toda a sua glória se vestiu como um deles.”(Mt 6, 25.28-29)
Jesus nos questiona para que não nos deixemos invadir pela corporeidade esquecendo os valores mais importantes que devem estar sempre diante dos nossos olhos. Porém não podemos nos esquecer que o corpo não pode ser visto como inimigo da santidade, mas como nosso aliado no caminho que nos leva para Deus. A experiência de Deus não acontece fora do corpo e nem depois da morte, mas enquanto estamos vivos e andando por este mundo tão bonito que Deus nos proporcionou para vivermos a alegria da existencialidade. O que devemos questionar é a idolatria do corpo que leva os seres humanos a uma verdadeira loucura para que ele, o corpo, apareça numa forma atraente e bem harmoniosa, todo etiquetado de firmas famosas dos que se chamam estilistas.
A loucura pelo corpo provoca tantos males que não tem como não vê-los. É necessário voltar à sacramentalidade do corpo, considerando-o como templo vivo do Espírito Santo. Sacramento e santuário do Deus vivo que deve ser amado porque nele está o melhor de nós.
Toda agressão ao corpo será sempre um pecado que grita contra Deus, seja por excesso de cuidados ou seja por defeito de cuidado. Jesus, deixando-nos o seu corpo como alimento, nos faz compreender como seja importante o corpo, que é vida e deve dar a vida.
Para um número cada vez mas crescente, o vestido vale mais que o corpo, é preciso reverter esta tendência e voltar a ver o corpo como mais importante. Sermos pessoas que acreditam que não é o vestido que Deus fez, mas o corpo humano, à sua imagem e semelhança; procurarmos viver sempre numa atitude de respeito para o nosso corpo e o corpo dos outros. O corpo não é objeto, é vida e a vida sempre deve ser defendida, amada e respeitada.

domingo, 27 de janeiro de 2008

COMO DEUS ME CHAMOU AO CARMELO - MARIA APARECIDA

O que me levou ao Carmelo com certeza foi o imenso amor de Deus por mim. Estava passando por momentos difíceis e uma amiga me incentivou a começar uma novena participando da missa durante nove dias. Como trabalhava à tarde, combinamos de ir a uma igreja perto de meu bairro, onde a missa era celebrada bem cedinho. Fui e gostei muito, mas a minha amiga, como preferia e ainda prefere levantar mais tarde, sugeriu-me que fossemos ao Carmelo, porque lá a celebração iniciava à 07:30h. Apesar de não gostar da idéia, aceitei, afinal, ela estava fazendo a novena comigo somente para me ajudar. No outro dia, estava eu na porta da casa dela, mas cadê a minha amiga? Nada de aparecer. Então, muito brava decidi ir ao Carmelo sozinha mesmo, porque não queria interromper a novena.
Chegando lá, tive dificuldade em encontrar a capela. O Carmelo estava ainda em construção e ao entrar naquela minúscula capela, que funcionava provisoriamente em um cômodo no fundo da construção, senti uma paz tão grande e uma vontade de ficar ali bem quietinha. No entanto, uma irmã me chamou e pediu para que eu acendesse as velas da coroa do Advento. Participei da missa e gostei demais. No outro dia voltei lá novamente. No final da missa, duas irmãs me chamaram na grade e perguntaram qual era a minha vocação e eu, sorrindo, disse que era casada. Elas olharam uma para a outra e disseram: que pena achamos que você era vocacionada. No primeiro momento, achei graça, mas como estavam certas, eu realmente era vocacionada, mas ao Carmelo Secular.
Desse dia em diante não parei mais, fiz amizade com as irmãs, e ainda não sabia que tinha ordem secular. Comecei a ler livros carmelitanos e o primeiro foi “História de uma Alma”, fiquei encantada com aquela santinha. E depois me deram “Castelo Interior ou Moradas”, e fiquei extasiada e para sempre apaixonada por aquela mulher. Através dos livros de Santa Teresa encontrava respostas para as minhas dúvidas, incertezas, e como disse Edith Stein, “nela encontrei a Verdade”. Um belo dia ao ler “O Mensageiro de Santa Teresinha”, li uma reportagem na qual falava que era possível ser carmelita sem ser monja e então fui perguntar às irmãs como era isso. Posteriormente a madre me convidou para entrar na Ordem e eu estou até hoje e pretendo ficar até quando Deus quiser.Amo o Carmelo, amo a Ordem, e agradeço imensamente a Deus e à minha amiga que sem querer me levou até esta família onde tenho a maior alegria de fazer parte.
Maria Aparecida
(OCDS de Franca-SP)

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Consagração a Nossa Senhora do Carmo

Virgem do Carmo, ó minha Mãe, a vós me consagro,
toda minha vida entrego em vossas mãos.
Aceitai meu passado, como ele foi.
Aceitai meu presente, como ele é.
Aceitai meu futuro, como ele será.
Por esta total consagração
confio-vos tudo que tenho e sou,
tudo o que tenho recebido de vosso Sacratíssimo Filho
e de vosso Santíssimo Esposo.
Confio-vos minha inteligência, minha vontade e meu coração.
Em vossas mãos deposito minha liberdade, meus anseios,
meus temores, esperanças, desejos,
minhas tristezas e minhas alegrias.
Cuidai de minha vida e de todas as minhas ações
para que eu seja mais fiel ao Senhor Uno e Trino,
e que eu me salve, com vossa ajuda.
Confio-vos, ó grande Senhora,
meu corpo e meus sentidos,
para que sempre sejam puros
e me auxiliem no exercício das virtudes.
Confio-vos minha alma, para que a preserveis
das tentações do mundo, da carne, e de Satanás.
Fazei-me santo, como fostes santa;
conformai-me a Jesus Cristo, ideal de minha vida.
Confio-vos meu ânimo e o ardor de minha devoção
para que me ajudeis a não desanimar na Fé.
Confio-vos minha capacidade e meus desejos de amar
como vós amastes, e como Jesus quer que amemos.
Confio-vos minhas incertezas e minhas angústias,
para que em vosso Coração eu encontre segurança,
sustento e luz, a cada instante de minha vida.
Através desta consagração
me disponho a seguir vossa vida
de humildade, mansidão e pureza.
Aceito as renúncias e os sacrifícios,
resultados desta escolha, e vos prometo,
com a graça de Deus e com vossa ajuda
ser fiel ao que me proponho.
Ó, Mãe de todos os homens,
Soberana de minha vida e de minha conduta,
disponde de mim e de tudo o que é meu
para que eu caminhe sempre no Evangelho
sob vossa direção, ó Estrela do Mar.
Ó Rainha do Céu e da Terra,
Mãe Santíssima do Redentor,
sou totalmente vosso (a), ó Virgem do Carmo,
e a vós me uno, agora e por todo o sempre,
para adorar Jesus Cristo, na companhia
dos anjos e dos Santos, agora
e por todos os séculos dos séculos.
Amém.

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

CORTA OS GALHOS SECOS

-
Corta os galhos secos
Vida nova vai florescer

Vem cuidar da vinha
Preciso de você

Corta os galhos secos
Vida nova vai florescer

As noites escuras
São para te fortalecer

Corta os galhos secos
Vida nova vai florescer

Contigo na caminhada
Vamos sempre um em três

Corta os galhos secos
Vida nova vai florescer

É jóia preciosa
Chamei-te... Porque amo Você.

Corta os galhos secos
Vida nova vai florescer

Andréia Virgínia (OCDS de Sete Lagoas - MG)

domingo, 20 de janeiro de 2008

COMO DEUS ME CHAMOU AO CARMELO - Beatriz Zahn


É, não houve um ponto “x”, porém algumas circunstâncias especiais. Desde pequena, sempre me chamava a atenção as formas de oração que via em casa com a família e os vizinhos: eram terços e ladainhas. Ficávamos eu e meus irmãos menores rindo a valer por detrás da cortina da sala. Tinha que ver! Na Igreja, a missa “passava batido” mesmo, era em latim e o que eu mais gostava era o missalzinho com capa de madrepérola (presente da primeira eucaristia) e os vestidos novos. Seguia as procissões com muita curiosidade e olhava todas aquelas pessoas circunspectas, pensativas... Aqueles semblantes ficavam dias na minha cabeça. Na juventude, ai Deus meu! Rock"n roll e bilisquete, com direito a luz estroboscópica. É... minha hora me pegou adulta, casada, mãe de 3 filhos e imersa numa espessa escuridão. Sem Deus total! Tudo era nada. Quanta confusão! Por algum motivo, bati à porta do Carmelo num "daqueles dias" e... não deu mais pra sair. Dei um enorme trabalho às Monjas. Nem acredito quando olho para atrás. Penso que foi por causa delas que o Senhor não desistiu de mim. Paciência de anjo. Puro amor doação. Quando cheguei até São João da Cruz e Santa Teresa, tive respostas a todas as minhas indagações, inclusive existenciais. E aí tudo se aquietou...

Beatriz Zahn
Três Pontas - MG

sábado, 19 de janeiro de 2008

Teresas do Carmelo


Teresa de Jesus
reformou o carmelo
tornando-o mais belo.

Teresa de Lisieux,
nos trouxe a alegria,
sua pequena via.

Teresa Benedita,
judia cientista,
mártir carmelita.

Teresa de Los Andes,
chilena que encanta,
tão jovem e tão santa.

Algumas entre tantas
outras Teresas santas.
Quatro santas Teresa
do Carmelo, da Igreja.


Luciano Dídimo

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Novo Provincial


FREI ALZINIR FRANCISCO DE SANTA MARIA





Frei Alzinir Francisco Debastiani





Eleito Provincial: 08-01-2008
Triênio: 2008-2009-2010
Ordem Carmelita Descalça - Província São José-Sudeste do Brasil
Natural de: Abdon Batista - SC
Profissão Simples: C.T.E = São Roque, 25-12-1984
Profissão Solene: Teresianum-Roma = 07-04-1991
Ordenação Presb.: Campos Novos-SC = 30-11-1991
Pároco em Caratinga-MG = 1993-94-95
Formador (Fil. e Teo.): B.Horizonte-MG = 1996-97-98
Formador (Noviciado): 1999 a 2007


NOVOS SUPERIORES CONVENTUAIS



São Paulo: Frei Rubens SevilhaConvento Sede da Província

São Roque-SP: Frei Jorge Jacinto Corrêa
Centro Teresiano de Espiritualidade

Rio de Janeiro-RJ: Frei César Cardoso de Resende
Convento e Paróquia Sta. Teresinha

Travessão de Campos-RJ: Frei Francisco Edglê Alves de Souza
Convento e Paróquia Menino Jesus de Praga

Belo Horizonte-MG: Frei Geraldo AfonsoCasa de Formação de Teologia

Belo Horizonte-MG: Frei Francisco Aurilio Matias CostaCasa de Formação de Filosofia

Caratinga-MG: Frei Marcos Hideo MatsubaraCasa de Formação do Postulantado

Piedade de Caratinga-MG: Frei Edinaldo da SilvaCasa de Formação do Noviciado

Anchieta-ES: Frei Deneval Januário de Souza Casa de Formação do Aspirantado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...