domingo, 30 de outubro de 2016

OUTUBRO... UM MÊS CHEIO DOS MIMOS DE DEUS PARA OS MEMBROS DO GRUPO SÃO JOSE - SETE LAGOAS/MG

Assim foi o mês de outubro para os membros do GRUPO SÃO JOSE  de Sete Lagoas, quantos mimos Deus têm para nós.
14 de outubro
  • Formação do Frei Pierino : Santa Elisabete da Trindade

  • Noite de autógrafos do novo livro de poesias do Frei Pierino “Reflexos de Luz”



     15 de outubro 

  •          Dia repleto de atividades: visitas ..passeios



  •     A noite: Solenidade de Santa Teresa e missa de admissão dos nossos irmãos: Adriana, Neide e Wilson  e promessas temporárias de Nayara Maria de Jesus Crucificado.







  •  Após a santa missa momento de confraternizarmos com os nossos irmãos,  familiares e amigos.




            16  de outubro
  •       Missa em ação de graças pela canonização da Santa Elizabete da Trindade celebrada pelo Frei Pierino.



    22 de outubro
  •     Durante reunião de formação, uma visita muito especial: Bárbara (10 anos) quer ser carmelita, veio conhecer o grupo e conhecer um pouco do Carmelo.

  
29 de outubro

  •    Pastoral de rua

Nas ruas e nos hospitais... levando o pão do corpo e o pão do Espírito... um aperto de mão... um olhar...uma escuta... uma palavra de carinho......um abraço... praticar as obras  de misericórdia corporais e espirituais.
























quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Vocação :um chamado pessoal e comunitário


Missa de Admissão , Primeiras Promessas e Promessa definitiva das Comunidades Ocds de Fortaleza/Ce

Membros das Comunidades Ocds de Fortaleza/Ce

Foi realizada no último dia 14 de outubro, véspera da Festa de Santa Teresa de Jesus, no Carmelo Santa Teresinha  , em  Fortaleza ,missa de Admissão à Ordem dos Carmelitas Descalços Seculares , Primeiras Promessas e Promessa definitiva dos membros das Comunidades Ocds: Flor do Carmelo de Santa Teresinha, Rainha do Carmelo e São José de Santa Teresa. Celebrada por Frei Claudiano Aragão, Ocds. Idealizador da Escola do Carmelo ,Frei Claudiano tem nos enriquecido com suas formações on-line no canal do you tube. Para acompanhar basta acessar e inscrever-se: https://www.youtube.com/channel/UCghTu1pA_1Hn2ZlYMLom5Sw



Neste momento que três Comunidades Ocds realizam juntas momento de consagração de seus membros á Ordem ´carmelita é hora de parar e perguntar :afinal  de contas o que é VOCAÇÃO?
 Saber o significado desta palavra  é descobrir também o motivo existencial de você, eu e todos nós estarmos aqui fazendo parte da Família Carmelitana.
Frei Carlos Mesters, na sua obra “Venha beber desta fonte”,define vocação como ser chamado pelo nome . Deus nos chama e cabe a nós responder ao seu apelo.Não apenas individualmente mas comunitariamente .No livro que escreveu no ano Vocacional Carmelitano,cujo tema fora”Ser carmelita é tudo que eu quero.”

Frei Claudiano e Juliana que fez Promessa definitiva / Com.Rainha do Carmelo 
E nós ?È isso que queremos realmente? Neste momento de admissão á Ordem de novos membros , membros que dão os primeiro passos concretos realizando as primeiras promessas e outros que defitivamente se consagram á Deus na Ocds , reflitamos ...

A vocação é como nós seres humanos,é como a gente  .Ninguém nasce sozinho ,geração espontânea ,nascemos de um pai,uma mãe,no seio de uma família.Pois bem, a vocação não cresce sozinha,ela se desenvolve ,cresce e amadurece com a ajuda de outras pessoas.

Membros das três Comunidades Ocds Primeiras Promessas 

Assim fala o poeta cearense,sem estudo e sem diploma,o filósofo do sertão :

Eu não sou pessoa,não!Sou pedaço de pessoa!Pessoa é a Comunidade quanto mais eu participo da Comunidade mais pessoa eu fico.”

Então como a Vocação cresce dentro da gente?
CONVIVENDO

“Estar junto é o exercício mais belo da Caridade.”(São Basìlio)
Que o Senhor nos ajude a compreender e viver o sentido real e completo da vocação ao Carmelo Teresiano.Combatamos veementemente o individualismo e cultivemos o aumento do sentimento de pertença á esta grande e maravilhosa família: a Ordem Carmelita.



Frei Claudiano ,Ocd e membros  admitidos á Ocds


Irmã Teresinha  e membros Com.Flor de ST

Danielle Cabral Mendes, Presidente da Comunidade Flor de ST,membro Comissão Jovem e Comunicação da  Província São José.

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Eis os Reflexos da Luz de Deus presentes em nós !!!


                                


NOVO LIVRO DE POESIAS DE  FREI PIERINO ORLANDINI, OCD



REFLEXOS DE LUZ
Eis os reflexos da luz de Deus, presentes em nós e no Livro:
Ele mesmo, o próprio Deus que nos fala na sua Palavra, feita carne e a quem escutamos, seguimos e suplicamos.
Maria, mãe de Deus e mãe dos homens, que pronuncia o seu “Sim” e canta o “Magnificat” em nome de toda a humanidade.
A natureza com suas flores, árvores, frutos, água, neve, pedras, aves...tudo, um hino de louvor e reflexo da beleza Criador.
A vida, com suas luzes e sombras, alegrias e dores.
O amor e a saudade.
A amizade e os sonhos.
Os outros, alegria de nossa caminhada.
A liberdade e a comunidade.
A esperança e a segurança que Deus, “Alegria Infinita”, infunde em nosso coração para continuarmos na caminhada da vida, até atingir a meta prefixada e desejada por Ele para todos nós.
Com um olhar contemplativo – e não com um olhar superficial – saberemos ler e ver o próprio Deus em seus sinais e, mediante os sinais de Deus, refletiremos sua luz, sua vida, sua beleza, sua felicidade. É esta a intenção do livro: conduzir-nos a Deus, luz de nossas existências, e irradiar esta luz – um conjunto de coisas boas - para atrair todos a Ele, a quem se deve toda glória, ação de graças e louvor sem fim. Frei Pierino Orlandini, O.C.D.




Será lançado em São Roque no do XVII ENCONTRO DE CONSELHOS E COMISSÕES DA OCDS. onde será vendido a preço de lançamento 25,00.
Descrição Rápida:
Autor: FREI PIERINO ORLANDINI, O.C.D.
Edição: 2016, SETEMBRO 
Págs.: 88 
Formato: 17 X 24
Código de Venda: 5491.0
ISBN: 9788536188713




segunda-feira, 17 de outubro de 2016

​Carta Circular 06/2016




Carta Circular 06/2016
Fortaleza, 17 de outubro de 2016

Caros Conselheiros Provinciais, Presidentes e Coordenadores das Comunidades e Grupos e membros das Comissões de Trabalho da OCDS – Província São José,
Aproxima-se o XVII ENCONTRO DE CONSELHOS E COMISSÕES DA OCDS, a ser realizado no período de 12 a 15/11/2016 no Centro Teresiano de Espiritualidade, em São Roque-SP, este ano com o tema: “Deus nos deu as potências para que com elas trabalhemos” (Santa Teresa de Jesus, M 4, 3, 6) e lema: “Favorecei as obras de nossas mãos” (Salmos 89, 17).
O Encontro de Conselhos e Comissões é o novo formato para o antigo Encontro de Presidentes, Encarregados de Formação e Conselheiros da OCDS, cujo objetivo principal será a avaliação da atuação do Conselho Provincial e de suas comissões de trabalho durante o triênio que ora se encerra, bem como a elaboração de um plano de ação para o novo triênio.
Todo o evento será uma grande assembleia.  No domingo pela manhã acontecerão as eleições provinciais. Após a eleição, faremos a divisão por equipes e cada equipe fará a avaliação e planejamento de uma Comissão de Trabalho. O resultado será tomado a termo para, após aprovação na assembleia, ser sistematizado um documento que orientará os trabalhos do Conselho Provincial e das Comissões de Trabalho no próximo triênio.
Sabemos que os nomes dos delegados já devem ter sido enviados na cédula do voto para a eleição provincial, entretanto esses votos estão em envelopes lacrados que só serão abertos pela Comissão Eleitoral no dia 13/11/2016 pela manhã.
Por essa razão, solicitamos que sejam enviados com urgência os nomes das pessoas que comparecerão ao Encontro, possibilitando assim a divisão das equipes de acordo com o perfil de cada um. Os nomes deverão ser enviados para a Secretária Provincial Ruth Leite Vieira através do e-mail ruthleitevieira@gmail.com ou WhatsApp 85 988572560.
Fraternalmente,

Luciano Dídimo Camurça Vieira

Presidente Provincial da OCDS – Província São José

CONVITE - Comunidade SANTA Elisabete da Trindade

CONVITE



DIVULGAÇÃO SOBRE A SANTA EM NOSSAS COMUNIDADES DA CIDADE.


domingo, 16 de outubro de 2016

Á Elisabete da Trindade






Elisabete da Trindade   

    
            Ó Elisabete, como nos alegramos por um dia após celebrarmos Santa Madre Teresa de Jesus podermos celebrar finalmente a tua canonização. Te vermos elevada às honras dos altares.
Eis o que nos motiva a rendemos graças a Deus: Tu deixastes para nós da doutrina celeste de tua e nossa amada Santa Madre Teresa um caminho de perfeição próprio teu e que nos cativou e nos fascina. “Crer que um Ser chamado Amor habita em nós, constantemente dia e noite; que nos pede que vivamos em sociedade com Ele; que recebamos de igual modo, como procedente diretamente do seu amor, a alegria e o sofrimento. Isto tem feito de minha vida um céu antecipado.” Rezando contigo a tua “ELEVAÇÃO À SANTÍSSIMA TRINDADE” como não desejar e pedir ao Deus Trindade que Ele faça de nossa alma um lugar para seu repouso, que nunca o deixemos só. Estarmos todos inteiros, totalmente despertos em nossa fé, EM ADORAÇÃO... Como não olhar para o Cristo Crucificado e pedir a Ele que nos faça identificar a nossa alma com os movimentos de Sua alma. A paixão e o desejo que o levou a derramar até a última gota de sangue pela nossa salvação. Esta paixão invadiu a tua alma, Elisabete e te fez cantar: “Esgota toda a minha substância para a tua glória.
Que se destile gota a gota pela tua Igreja.” Sim, pediste e foste atendida, pois assim morreste consumida pela doença de Addison. E o desejo que nos desperta ao ouvir a Palavra de Deus, o Verbo Eterno de ser de uma docilidade absoluta para tudo aprender Dele.  Não temer as noites, os vazios, as impotências mas, desejar ter os olhos fixos Nele e ficar sob sua grande luz, para que Ele nos fascine e não seja mais possível sair de seu clarão radioso.
Ao Espírito Santo, teu Divino Amigo, fogo devorador, Espírito de Amor pedimos que também venha a nós e opere em nossa alma como que uma encarnação do Verbo: que sejamos para ele uma humanidade de acréscimo na qual Ele renove todo o seu mistério... Pedimos a Deus que nos dê o teu olhar para a Mãe do Verbo, Maria Santíssima e pedirmos como tu: “Ó mãe da graça, forma a nossa alma a fim de que seus filhinhos sejam uma imagem viva e atraente do  seu primogênito, o Filho do Eterno, aquele que foi o perfeito louvor de glória do Pai.” Queremos também sermos “presa” de Deus ao pronunciarmos o nosso “SIM” dia a dia. Ver em Maria o modelo das “almas interiores, das criaturas escolhidas por Deus para viverem dentro, no fundo do abismo insondável. Com que paz, com que recolhimento Maria se entregava a todas as ocupações! Como as ações mais banais eram por ela divinizadas! Queremos Elisabete também como tu ser um louvor de glória: “Um louvor de Glória é uma alma de silêncio que se mantém como uma lira sob o toque misterioso do Espírito Santo, que nela tange harmonias divinas. Sabe que o sofrimento é uma corda que produz sons ainda mais belos, e por isso gosta de vê-la em seu instrumento, porque assim agradará mais deliciosamente o coração de Deus”.
 E agradaremos tanto a Deus que Ele se dignará a nos conceder a graça de conhecer os seus segredos. Pois, assim nos tu nos revelaste em teu último retiro ao se reportar à Rainha dos Mártires, Senhora das Dores: “Ali está ela, junto da cruz, de pé, forte, corajosa. E o mestre me diz: Eis a tua mãe. Ele ma entrega por mãe... Agora que ele voltou ao Pai, que me deixou em seu lugar na cruz para que eu sofra em meu corpo o que falta à sua paixão, por seu corpo que é a Igreja, a Virgem está ainda ali para ensinar-me a sofrer como ele, para transmitir-me, para fazer-me ouvir aqueles ÚLTIMOS CÂNTICOS DE SUA ALMA, que ninguém senão ela, sua Mãe, pode perceber.” Louvamos enfim a Deus por tua vida, nossa “Bete”, pelo teu testemunho e por teus escritos e queremos estar como tu, com olhar Nele, só Nele...


ANA STELA DE ALMEIDA SILVA
Conselheira (Norte-Nordeste)
Comunidade São José de Santa Teresa
(Fortaleza-CE)



sábado, 15 de outubro de 2016

CARTA PARA TERESA


(Moisés da Cruz*, ocds) 


"Querida mãe Teresa, de Ávila, mas também de Jesus, e porque é de Jesus estendestes sua Ávila ao mundo. Nós, seus filhos e amigos, celebramos seu dia, cheios de alegria e de reverência. Passou-se um ano desde que celebramos seus 500 anos! Tu és presença viva no nosso meio, no seio da Igreja e até mesmo em outras religiões que querem te escutar, mestra da oração, da vida espiritual, da vida mística.


Seus escritos nos contagiam, nos inflamam de amor ao seu e nosso Rei, Senhor e Esposo. Tu, como mãe, nos pega pela mão e nos mostra o “Caminho da Perfeição”, caminho este que tu passaste primeiro. Tua fala não é teoria, mas sim vida, vida vivida no desejo de buscar o Amado num belo “Castelo Interior”, onde a porta é o autoconhecimento. Palmo a palmo nos apresenta as Moradas que são progresso, lapidação para o feliz encontro.

Querida Teresa, celebrar seu dia é termos a certeza de um caminho seguro, de um porto seguro nesta nossa sociedade tão confusa: que brilhe seu grande desejo de fazer Jesus amado. Flecha-nos com o dardo com o qual fostes envolta de amor, fere-nos de desejo pelo amado de nossas almas, ó querida Teresa, neste mundo marcado pelas feridas do ateísmo, do aborto, do consumismo, da corrupção, sede para nós referencial, modelo, guia como foi para tantas outras "Teresas": da Cruz, dos Andes, do Menino Jesus…

Nós, teus filhos e amigos, viemos, neste dia, trazer nossas inquietações e ouvir de teus lábios, “tudo passa, só Deus basta”, sim a “paciência tudo alcança”, paciência que é a arte de saber sofrer, sofrer as demoras de Deus, sofrer as nossas imperfeições. Neste ano jubilar, canta conosco as misericórdias do Senhor, sim, queremos, como tu, no final da vida, morrermos filhos da Igreja, queremos, como tu, por onde passarmos, inflamarmos aos outros com o amor real, concreto, pois, como tu mesma dissestes, “Obras quer o Senhor”.

Tu és um presente de Deus para a Igreja do seu tempo, tu és um presente de Deus para Igreja do nosso tempo, ajuda-nos a vivificar em nós o amor a Deus e à Igreja. Querida Teresa, neste dia que toda a Igreja celebra sua memória, nós, seus filhos e amigos, elevamos a Deus nosso louvor, em gratidão, no desejo que o Senhor complete em nós a obra começada e, assim completo o número dos eleitos, possamos, juntos, na Jerusalém celeste, cantar eternamente as glórias a nosso Deus".





Moisés da Cruz é membro da Ordem dos Carmelitas Descalços Seculares, coordenador da Escola de Formação Edith Stein, coordenador do Grupo Santa Teresinha, Alma missionaria – Quixadá – CE, professor universitário, casado.                         

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

OCDS ESTEVE PRESENTE EM REUNIÃO DO CNLB








A OCDS se fez presente,  na reunião do  Colegiado Deliberativo do CNLB, realizada entre os dias08 e 09.10.2016, em São Paulo.



Marilza José Lopes Schuina presidente da CNLB- e Laudelino assessor do setor Leigos da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato (CEP) da Conferência nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e Rose Lemos Piotto,ocds😍
O Documento 105 foi abordado Por Laudelino Augusto Azevedo: O Documento 105 segue a metodologia Ver, Julgar e Agir e divide-se em três capítulos. O primeiro apresenta o marco histórico-eclesial da caminhada da vida dos cristãos leigos e leigas. O segundo trata da compreensão da identidade e da dignidade laical como sujeito eclesial e identifica a atuação dos leigos, considerando a diversidade de carismas, serviços e ministérios na Igreja. Já o terceiro e último capítulo aborda a dimensão missionária da Igreja e indica aspectos, princípios e critérios de formação do laicato. Confira nesta seção documentos exclusivos à respeito deste tão rico e importante material publicado em maio de 2016 pela CNBB
 Dando máxima importância de nossa vivencia como sujeitos desse momento na igreja:" “Ser sujeito eclesial significa ser maduro na fé, testemunhar o amor à Igreja, servir os irmãos e irmãos, permanecer no seguimento de Jesus, na escuta obediente à inspiração do Espírito Santo e ter coragem, criatividade e ousadia, para dar testemunho de Cristo”

Foi apresentado o livro de Carlos Signorelli: 



 O VATICANO II E A POLÍTICA . Discorre sobre a atualidade do Concilio Vaticano II:"O Vaticano II não foi somente um evento do passado, mas constitui, de fato, o hoje da Igreja católica, a fonte da qual a Igreja retira o sentido fundamental para sua caminhada histórica e para o diálogo com a realidade atual. Esse “Concílio em curso” completa cinquenta anos com uma história e um saldo que merecem ser visitados por todos os que estão atentos a sua importância para a Igreja em permanente sintonia com o mundo, que avança rapidamente em suas conquistas científicas e tecnológicas. Se a modernidade perscrutada pelos padres conciliares já não existe mais, ela deixou, entretanto, suas consequências positivas e negativas para nossos dias; consequências que exigem de novo o olhar atento da fé cristã que busca distinguir os sinais dos tempos e lançar os cristãos como sujeitos ativos no mundo..."

Palestra de Daniel Seidel : Desordens e Golpes Crise Mundial


Daniel Seidel

A pauta discorreu sobre :
1. Avaliação dos seminários realizados no primeiro semestre; 
2. Seminários 2017; 
3. Avaliação do AGO 2016 - Aracaju; 
4. Agenda 2017; 
5. Assembleia 2017; 
6. Estatuto; 
7. Apresentação das Comissões do CNLB; 
8. Vivência do Documento 105; 
9. Ano do Laicato; 
10. Tesouraria; 
11.Informes.

A missa de sabado a noite foi celebrada lindamente pelo Bispo  Dom Antônio Celso de Queiroz, que Foi secretário-geral (1987-1994) e vice-presidente da CNBB (2003-2007). Em 2009 o papa Bento XVI aceitou sua renuncia por idade.



Dom Antônio Celso de Queiroz


"Os cristãos têm a obrigação de inserir-se politicamente em suas realidades em nome dessa fé e na esperança de que o Reino de justiça e paz se faça cada vez mais presente na história humana."(Signorelli, Carlos)

Agradeço a oportunidade de participar em nome de nossa OCDS, e rezando que a luz do Espirito Santo ilumine a cada Cristão para que se disponha com responsabilidade na contrução de um mundo mais humano e mais cheio de fé, espérança e caridade.

Rose Lemos Piotto,ocds




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...