terça-feira, 30 de maio de 2017

Comunidades e Grupos compartilham suas atividades nas redes sociais

Comunidade Santa Teresa de Jesus - Campinho/RJ
A Comunidade se reunião para a Admissão, Renovação
 e Profissão das Promessas, e logo após se reuniram para o recreio Carmelitano.
Grupo São José - Petrópolis/RJ
Na manhã do ultimo domingo o Grupo se reuniu no Carmelo São José para
 participar da Santa Missa e logo após a celebração ouve a Admissão de quatro
 novos integrantes a Ordem.
Depois das Admissões o Grupo se reuniu com familiares e amigos para celebrar
 a Pascuella.
Comunidade Nossa Senhora do Carmo  - Tijuca/RJ
A Comunidade se reuniu para coroar a Virgem do Carmo. 
Comunidade Santa Teresa de Jesus - Belo Horizonte/MG
Meditação do Santo Terço.
Comunidade São José - Sete Lagoas/MG
 Formação com o tema : "Reconciliação e Unção dos Enfermos" sob a
 coordenação da nossa Irmã Lourdes.
Comunidade Rainha do Carmelo - Fortaleza/CE
Comunidade Flor do Carmelo de Santa Teresinha -Fortaleza/CE
Comunidade São José de Santa Teresa - Fortaleza/CE
Grupo Santa Teresinha Alma Missionaria -  Quixadá/CE

Reuniram se para celebrar a Pascuella de 2017. 
A Pascuella é o momento aguardado por todos para a vivência espiritual e humana
 do momento maior da Vida do cristão: a Ressurreição de Cristo.
Grupo São José - Petrópolis/RJ
Reunião de formação com o tema: Introdução aos Santos do Carmelo, ministrado

 pela Helenilda.


segunda-feira, 29 de maio de 2017

Mês de Maio - Comunidade Alegria da Sagrada Face - Itapetininga/SP


Nosso mês de maio chegou com muitas alegrias e, sob a proteção da Virgem do Carmo, comemoramos 16 anos de vida comunitária OCDS. Participamos da missa com nosso bispo diocesano D. Gorgônio...
   


Fomos agraciados com a chegada do João Miguel, filho do casal OCDS Adriano e Bruna...


Tivemos a oportunidade de participar, com nosso trabalho, da festa de Santa Rita, na comunidade paroquial que nos acolhe e temos sala para nossas reuniões...



Deus nos presenteia com a alegria contagiante da nossa querida irmã D. Sarah que completou 90 anos de total desprendimento! Nosso exemplo...




Encerramos o mês dedicado a Maria com nossa Pascoela numa data festiva, a Ascensão do Senhor. Dia este em que fizemos do nosso pequeno Carmelo, nossa Jerusalém, local onde JESUS faz o apelo para que os discípulos permaneçam. Jerusalém, cidade do encontro, dos buscadores de Deus. Jerusalém, caminho da cruz, mas também da ressurreição e da Efusão do Espírito Santo. E como é próprio de nossa vocação rezamos e presenteamos nosso irmão Sidnei que se casou no dia 06 de maio.
E agora ... aguardando a chegada do Felipe, filho da nossa presidente Carla... mais um futuro carmelita.

“Deus alegria infinita” Teresa de los Andes









Comunidade Alegria da Sagrada Face
SOMOS FELIZES POR SERMOS CARMELITAS!!

Texto enviado por Márcia, ocds.

29/05 - Beata Elias de São Clemente

Irmã Elias de São Clemente (1901-1927)



Terceira filha de Giuseppe Fracasso e Pasqua Cianci, a nova Beata nasceu no dia 17 de Janeiro de 1901, em Bari (Itália), e foi baptizada com o nome de Teodora.

A sua família mantinha-se graças ao trabalho do pai, mestre pintor e decorador de edifícios. Considerados excelentes cristãos, os pais de Teodora representavam para ela e para os seus quatro irmãos um seguro ponto de referência no seu crescimento humano e espiritual.

Quando tinha cerca de cinco anos de idade, Teodora afirmou ter visto em sonho uma linda "Senhora" que passeava num campo coberto de lírios floridos e em seguida desapareceu num feixe de luz. Depois da sua mãe lhe ter explicado o possível significado da visão, a criança prometeu que quando crescesse se tornaria monja. Além disso, na véspera da sua primeira Comunhão, sonhou que Santa Teresa do Menino Jesus lhe predizia: "Serás monja como eu".

Entrou na Associação da Beata Imelda Lambertini, Dominicana de acentuada piedade eucarística, e depois na "Milícia Angélica" de S. Tomás de Aquino, reunindo-se periodicamente com as amigas para meditar e rezar, ler o Evangelho, a "Imitação de Cristo", as vidas dos santos e em particular a autobiografia de Santa Teresinha. 

Em 1914 foi introduzida na Terceira Ordem Dominicana como noviça, com o nome de Inês, e fez a profissão no ano seguinte, depois de ter recebido uma dispensa especial, por causa da sua jovem idade. Ampliou infinitamente o seu campo de apostolado, de catequese e de assistência, dando livre espaço ao seu profundo desejo de fazer o bem ao próximo; contudo, o seu coração aspirava por uma vida de clausura. Assim, sabiamente orientada pelo seu confessor, preparou-se com uma profunda espiritualidade para dar o novo passo e, em 1920, vestiu o hábito carmelita escolhendo o nome de Irmã Elias de São Clemente. No ano seguinte emitiu os votos simples seguindo, a exemplo de Santa Teresa do Menino Jesus, o "pequeno caminho da infância espiritual onde me sentia chamada pelo Senhor". Fez a profissão solene em 1925.


Em Janeiro de 1927 teve uma forte gripe que muito a debilitou, provocando-lhe dores de cabeça intensas e frequentes, que contudo suportava com grande abnegação. A Irmã Elias sofreu deste mal durante o ano inteiro e, na vigília de Natal, recebeu a visita de um médico, que só pôde constatar a irreversibilidade das suas condições de saúde (meningite e encefalice).

A nova Beata faleceu ao meio-dia de 25 de Dezembro, entrando no Céu como tinha previsto: "Morrerei num dia de festa". A jovem Carmelita deixou em todos uma lembrança nostálgica, mas também um grande ensinamento: é necessário caminhar com alegria rumo ao Paraíso, porque este é o "Ponto Ómega" de todo aquele que crê.


Fonte: http://www.vatican.va/news_services/liturgy/saints/ns_lit_doc_20060314_suor-elia_po.html


Do Comum das Virgens, com a salmodia do dia do saltério

ORAÇÃO

Ó Deus, a quem agradou a oblação de si a vós oferecida pela virgem, Beata Elias de São Clemente, por sua intercessão concede-nos, sustentados pelo Pão Eucarístico, cumprir fielmente vossa vontade. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho que é Deus e vive e reina convosco na unidade do Espírito Santo, pelos séculos dos séculos.

Amém. 


Ofício das leituras

Segunda leitura

Dos escritos da B. Elias de São Clemente, Virgem. (ED. OCD 2001: pp. 282-295-322).

O desejo de perder-se em Deus e o zelo apostólico

Oh doce ocultamento, como amo passar os meus dias sob tua sombra e consumir assim minha existência, por amor do meu doce Senhor... às vezes, pensando nas eternas recompensas, infinitamente maiores que os leves sacrifícios desta vida, a minha alma fica maravilhada e tomada de uma ardente ânsia, eleva-se a Deus exclamando: “Oh meu bom Jesus, a qualquer preço quero atingir a meta, o porto da salvação. Não negue-me nada, concede-me de sofrer. Este seja o martírio interior do meu pobre coração, oculto a qualquer olhar humano; uma cruz despojada eu te peço. Estendida sobre ela, quero passar meus dias aqui”.
Quando se sofre unido a Jesus, o padecer é alegria; sofrer amando eu anelo, fora disto não quero mais nada.
Meu Dileto, quem poderá jamais separar-me de Ti? Quem será capaz de romper estas fortes correntes que amarram meu coração ao Teu? Será o abandono das criaturas? É próprio isto que une a alma ao seu Criador... talvez as tribulações, as penas, as cruzes? É nestes espinhos que o canto da alma que te ama é mais livre e leve. Talvez a morte? Mas esta não será outro que o princípio da verdadeira felicidade para a alma.... nada, nada poderá separar, nem mesmo por breves instantes esta alma de Ti. Ela foi criada por Ti e é fora do seu centro se não vive abandonada em Ti.
A minha vida é amor: este néctar suave me circunda, este amor misericordioso me penetra, me purifica, me renova e sinto que me consome. O grito deste meu coração é: “Amor do meu Deus, a Ti somente busca a minha alma. Alma minha, sofre e cala; ama e espera; imola-te e oculta a tua imolação sob um sorriso e, sempre avante... quero passar a minha vida num profundo silêncio para escutar no íntimo da alma a delicada voz do meu Doce Jesus.
Almas buscarei para lançá-las no mar do Amor misericordioso: almas de pecadores, mas sobretudo almas de sacerdotes e religiosos. Com esta meta a minha existência se apagará lentamente, consumindo-se como o óleo da lâmpada que vela junto ao Tabernáculo”. Sinto a vastidão da minha alma, a sua infinita grandeza, que não basta a vastidão deste mundo para preenchê-la: ela foi criada para perder-se em Ti, meu Deus, porque só tu és grande, infinito e por isso só Tu podes torná-la plenamente feliz.

Responsório
R. A rocha do meu coração é Deus, é Deus a minha herança para sempre: * fora Dele, nada desejo da terra.
V./ Uma Virgem preocupa-se das cosias do Senhor, para ser santa no corpo e no espírito:
R./ fora Dele, nada desejo da terra.

Ant. ao Benedictus: Como é suave, Senhor o teu amor! Perdida em Ti, vivo beata eternamente.

Ant. ao Magnificat: O teu amor, oh Deus, como o fogo me consumiu na fornalha ardente do teu Coração.

Fonte: http://carmelitasjovens.blogspot.com.br/2015/05/beata-elias-de-sao-clemente.html


Matéria enviada pela Comissão de Intercessão OCDS

quinta-feira, 25 de maio de 2017

25/05 - Santa Maria Madalena de Pazzi

SANTA MARIA MADALENA DE PAZZI (1566-1607)


Santa Maria Madalena de Pazzi nasceu em 1566, em Florença, na Itália. Recebeu o nome de Catarina no batismo e cresceu bela e muito inteligente em sua cidade natal, Florença. Tinha origem nobre, com acesso tanto à luxúria quanto às bibliotecas e benfeitorias da corte da família De Médici, que governava o ducado de Toscana. Sua sensibilidade foi atraída pelo aprendizado material e espiritual, abrindo mão dos prazeres terrenos, do luxo e das vaidades que a nobreza proporcionava. Assim, ao contrário do desejo dos pais, fez a primeira comunhão aos dez anos, coisa nada normal para a época.

Aos dezoito entregou-se à vida religiosa das carmelitas, onde assumiu o nome de Maria Madalena. A partir daí, passou a viver experiências místicas impressionantes, onde eram comuns os êxtases provocados por penitência, oração e contemplação, originando extraordinárias visões proféticas.

Para que suas revelações divinas não se perdessem, seu superior ordenou que três irmãs anotassem fielmente as palavras que explodiam de sua boca durante os êxtases. Um volumoso livro foi escrito com essas premonições e mensagens, e ela de próprio punho escreveu muitas cartas dirigidas a papas e príncipes contendo ensinamentos e orientações.

A vida mística acabou lhe acarretando doenças e desolações interiores que consumiram sua saúde. Seu zelo pelas almas não tinha limites. Gritava pelos corredores do Mosteiro de Florença: “Almas, Senhor, dá-me almas”! Seu grande anelo está plasmado nesta frase: “Jesus meu: dá-me uma voz potente que a ouça o mundo inteiro. Nosso amor próprio é o que nos ofusca o vosso conhecimento... amor próprio que é contrário ao Vosso, Senhor... Amor, faz com que as criaturas não amem outra coisa senão a Ti”!

Morreu em 25 de maio de 1607 com apenas quarenta e um anos. Foi canonizada, pelo Papa Clemente IX, no mesmo ano, coisa nada natural até na sua época.

PENSAMENTOS DE SANTA MARIA MADALENA DE PAZZI

"Verdadeiramente és admirável, ó Verbo de Deus, no Espírito Santo, fazendo com que ele se infunda de tal modo na alma, que ela se una a Deus, conheça a Deus, e em nada se alegre fora de Deus".

"Ó almas criadas de amor e por amor, porque não amais o Amor?".

"Ó Amor não amado, nem conhecido. Ó Amor, faz com que todas as criaturas te amem, Amor"

"Vem, Espírito Santo. Venha a unidade do Pai e do bem-querer do Verbo. Tu, Espírito da Verdade, és o prêmio dos santos, o refrigério dos corações, a luz das trevas, a riqueza dos pobres, o tesouro dos que amam, a saciedade dos famintos, o alívio dos peregrinos; tu és, enfim, Aquele que contém em si todos os tesouros. Vem, tu que, descendo em Maria, realizaste a encarnação do Verbo, e realiza em nós, pela graça, o que nela realizaste pela graça e pela natureza".

"Vem, tu que és o alimento de todo pensamento casto, a fonte de toda clemência, a plenitude de toda pureza. Vem e transforma tudo o que em nós é obstáculo para sermos plenamente transformados em Ti".

"E parecia-me que a plataforma deste templo foi a elevada mente e o alto entendimento da Virgem Maria. Havia também um altar, e percebi que era a vontade da Virgem. E a toalha do mesmo altar era a sua puríssima virgindade. E o cibório onde Jesus se encontra é o coração da Virgem. E diante do altar vi sete lâmpadas que entendi serem os sete dons do Espírito Santo que igual e perfeitamente se encontravam na Virgem Maria. E sobre o altar encontravam-se doze formosíssimos candelabros que eu percebi serem os doze frutos do Espírito Santo que a Virgem possuía".

"A alma que recebe o Sangue divino torna-se bela como se a vestissem preciosamente, e tão brilhante e fulgurante que, se pudéssemos vê-la, seríamos tentados a adorá-la".

"Quando ofereces o precioso Sangue ao Pai celeste, lhe ofereces um dom tão agradável, que ele se reconhece teu devedor".

"O tempo mais apropriado para crescer no amor de Deus é aquele que se segue após a comunhão".

"A alma que recebe a Eucaristia se torna bela, como que revestida de uma veste preciosa, e tão resplandecente, que, se pudéssemos vê-la, ficaríamos tentados a adorá-la"

"Todas as nossas orações não devem ter outra finalidade a não ser alcançar de Deus a graça de seguir em tudo sua santa vontade"

"Com a obediência estou segura de fazer a vontade de Deus, ao passo que não estou segura dedicando-me a qualquer outra ocupação"

"A perfeita obediência exige uma alma sem juízo próprio"

"Felizes os religiosos que, desapegados de tudo por meio da pobreza, podem dizer: 'Senhor, sois a parte da minha herança' (Sl 15,5)"

"Certas pessoas querem o meu Espírito, mas querem-no como lhes agrada, tornam-se assim incapazes de rcebê-lo"

"Meu Senhor pensou em criar esta flor, desde toda eternidade por meu amor"

"Sim, Jesus, vós estais louco de amor!"

"Deus remunera as nossas boas obras segundo a pureza de intenção"

"Quando pedimos as graças a Deus, ele não só nos atende, mas de certo modo nos agradece"

"A honra de uma pessoa desejosa de vida espiritual está em ser colocada depois de todas as outras e em ter horror a ser preferida aos outros".

"Os olhos da intenção reta inclinam a si os olhos do agrado divino"

"Para a perfeição importa irmos não andando, mas correndo; não correndo, senão voando"

"Só de ouvir nomear o pecado deveríamos morrer de espanto"

"Ai, ai, ai daquele por quem na Religião se introduzir vaidade ou propriedade"

"A estrada para o Paraíso mais limpa, mais breve e mais segura é a Religião"

"Ah! Bom Jesus! Quanta doçura está encerrada nesta só palavra: Vontade de Deus!"

"Dar bom exemplo ao próximo é uma das maiores honras que podemos dar a Deus".

"Sobre o nada da humildade funda Deus o mundo da perfeição"

"Que vergonha! Nós entre rosas, Cristo entre espinhos!"

"A alma vestida de caridade é quase onipotente".

"O Espírito Santo vem à alma, marcando-a com o precioso selo do sangue do Verbo, ou seja, do Cordeiro imolado. Mais ainda, é esse mesmo sangue que O incita a vir, embora o próprio Espírito já por Si tenha esse desejo".

Fonte: http://coracaomistico.blogspot.com.br/2008/01/s-maria-madalena-de-pazzi-1566-1607.html

Texto enviado pela Comissão de Intercessão da OCDS

segunda-feira, 22 de maio de 2017

PASCOELA 2017 - OCDS - COMUNIDADE SÃO JOSE - SETE LAGOAS-MG

A Comunidade São Jose de Sete Lagoas  acolheu no dia 21 de maio, nossa Conselheira Provincial Ruth , membros das três comunidades seculares de Belo Horizonte,membros da Comunidade Santa Teresinha de Sete Lagoas, membros da comunidade Edith Stein de Divinópolis ,frades OCD   do mosteiro São João da Cruz, as irmãs Carmelitas de Santa Teresa  de Florença, membros da comunidade de leigos Palautianos, as irmãs da Comunidade Madre Glória,as irmãs Carmelitas da  Divina Providência, irmãs  Carmelitas do Divino Coração de Jesus, irmas Carmelitas Missionária do Palau, frades da antiga observância da Comunidade Edith Stein, para a Pascoela da Família Carmelitana. Iniciamos a Pascoela com a Celebração da Santa Missa, que foi presidida pelo Frei Cléber  e concelebrada pelo Frei Hudson. Após a celebração tivemos o momento de acolhida no salão com a apresentação da jovem  Nayara embalada pela musica “Trindade que adoro”,logo após delicioso almoço em família e saborosos doces. Em seguida nosso  recreio com o  “ Quiz Carmelitano”. Terminamos com um lindo momento de ação de graças, onde cada participante recebeu um mine círio pascal.








































Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...