segunda-feira, 25 de abril de 2016

XXXII CONGRESSO PROVINCIAL DA OCDS


Aconteceu de 21 a 24/04/2016 o XXXII Congresso Provincial OCDS, no Centro Teresiano de Espiritualidade, em São Roque-SP. O Congresso teve como tema "OBRAS QUER O SENHOR" (5M, 3 , 2) e como lema "Vedes então que o homem é justificado pelas obras, e não somente pela fé" (Tiago 2, 24). 

A missa de abertura foi presidida por Frei André Severo, Delegado  Provincial para a OCDS do Norte e Nordeste. Após uma animada acolhida das comunidades e grupos presentes, o Provincial da OCD, Frei Cléber dos Santos proferiu a palestra de abertura do Congresso, com o tema "Obras quer o Senhor". Após, a palestra o dia foi finalizado com a oração das Completas.

Acolhida e confraternização das comunidades e grupos presentes
Palestra de abertura do Frei Cléber

Oração das Completas

Na sexta-feira dia 22/04, a missa da manhã foi presidida por Frei Cléber dos Santos. Nessa manhã tivemos duas palestras: "As obras de Misericórdia Espirituais", por Liz Lelis, ocds, da Comunidade São João da Cruz, de Belo Horizonte-MG, e "As obras de Misericórdia Corporais", por Ruth Leite Vieira, ocds, da Comunidade São José de Santa Teresa, de Fortaleza-CE.


Missa presidida por Frei Cléber

Liz Lelis: OBRAS DE MISERICÓRDIA ESPIRITUAIS

Ruth Leite: OBRAS DE MISERICÓRDIA ESPIRITUAIS


Na parte da tarde, Carlos Signorelli, ex-presidente do Conselho Nacional do Laicato do Brasil (CNLB) e atualmente membro da sua Comissão de Assessoria Permanente, proferiu palestra com o tema "Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade", onde fez uma abordagem sobre o Documento 107-A, o qual qual foi recentemente aprovado pela CNBB.


Carlos Signorelli

Ao fim da tarde tivemos um momento de Adoração ao Santíssimo Sacramento, conduzido por Frei André Severo. 

Momento de Adoração ao Santíssimo

À noite um divertido Recreio Carmelitano no anfiteatro localizado no subsolo do Centro Teresiano e que estava desativado há vários anos. No local, tivemos a apresentação da peça teatral "Obras quer o Senhor", protagonizada pelos membros da Comunidade Santa Teresa de Jesus, de Campinho, Rio de Janeiro-RJ, seguida pela apresentação do Coral Masculino Alumínio (CMA), de São Roque, que interpretou belíssimas canções. A noite foi finalizada com um farto coquetel de confraternização.


Recreio Carmelitano
Encenação da peça "Obras quer o Senhor"

Apresentação do Coral Masculino Alumínio

Coquetel de confraternização
Na manhã do sábado dia 23/04 tivemos a palestra "Espiritualidade do Avental - O Apostolado do Carmelita Secular", com o Diácono Carlos Almeida, ocds, da Comunidade Alegria da Sagrada Face, de Itapetininga-SP. Em seguida a Oficina de Oração com Elizabete da Trindade - "Eu vim trazer fogo à terra, e como desejaria que já estivesse aceso" (Lc 12, 49), conduzida por Ana Stela Almeida, ocds, da Comunidade São José de Santa Teresa, de Fortaleza-CE.

Diácono Carlos Almeida, ocds

Ana Stela conduz a Oficina de Oração com Elizabete da Trindade
Na parte da tarde, recebemos a Profª. Rosana Manzini, mestre em Teologia, professora da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo e Coordenadora Geral da Rede Latinoamericana do Pensamento Social da Igreja (REDLAPSI). Sua palestra teve como tema "A Doutrina Social da Igreja".

Profª Rosana Manizini
Ao final da tarde, tivemos o Momento Mariano, organizado pela Comunidade Alegria da Sagrada Face, de Itapetininga-SP. 

Momento Mariano

À noite uma descontraída noite no Restaurante Fazendinha Santa Adélia, onde desfrutamos de rodízio de pasteizinhos e pizzas ao som de uma animada música ao vivo.

No Restaurante Santa Adélia

Rodízio de pasteis e pizzas

A OCDS cai na dança

No domingo dia 24/04, iniciamos o dia com a missa com laudes presidida por Frei Francisco Sales Amaro, Superior Conventual do CTE, que proferiu em seguida a palestra final com o tema "Vedes então que o homem é justificado pelas obras, e não somente pela fé" (Tiago, 2, 24).

Frei Francisco Sales Amaro, ocd
Em seguida aconteceu a Assembleia Geral Ordinária, onde foi aprovado o texto do novo Estatuto Civil da Associação, bem como foram aprovadas as contas da Província dos anos de 2014 e 2015. 

Assembleia Geral Ordinária

Após, tivemos a Palavra do Presidente Provincial Luciano Dídimo que comunicou as decisões tomadas na Reunião do Conselho Provincial, que aconteceu paralela mente ao Congresso, deu os informes e avisos da Província, bem como entregou os certificados de "Aceite" aos novos associados: Grupo Nossa Senhora do Monte Carmelo, de Maceió-AL, e Comunidade Flor do Carmelo de Santa Teresinha, de Fortaleza-CE, além do certificado de deferimento da promoção do Grupo São José, de Aparecida-SP, à condição de Comunidade.


Catarina recebendo o aceite da
Com. Flor do Carmelo de Sta Teresinha
(Fortaleza-CE)

Frei André, recebendo o aceite do Grupo N. S. do Monte Carmelo, de Maceió
Grupo São José de Aparecida é promovido à Comunidade.

Reunião do Conselho Provincial

Finalizamos o Congresso com o cântico da Salve Regina, a bênção final pelo Frei André Severo e abraço da paz ao som do Hino da OCDS.

O XXXIII Congresso Provincial da OCDS já está marcado para 02 a 05/11/2017.

Foto Oficial do XXXII Congresso Provincial OCDS



segunda-feira, 18 de abril de 2016

BEATA MARIA DA ENCARNAÇÃO, Religiosa de Nossa Ordem.





Tus Preguntas sobre los Santos: Beata María de la Encarnación, Madame Acarie:
HOJE, 18 de abril lembramos na liturgia da Ordem a B. Maria da Encarnação (Bárbara Avillot era seu nome civil). Nasceu dia 1º de fevereiro de 1566 e foi formada na família e na escola nas virtudes cristãs e na piedade. Com 14 anos de idade já dedicava-se assiduamente na via da piedade cristã, nas obras de assistência aos pobres e de austeridade. Mas os pais vendo esta inclinação a levavam a frequentar a alta sociedade para tirá-la do desejo da vida consagrada e fazê-la conhecida; como não conseguiam demovê-la destes seus bons propósitos, a deram e casamento aos 16 anos a Pedro Acarie, outro nobre francês.

Ainda que tentasse resistir, acabou por contrair o matrimônio e a exercitar sua condição de boa esposa e mãe, sendo de exemplo aos empregados, a quem pagava mais além do salário convencional. Visitava os pobres, viúvas e enfermos e instruía na doutrina cristã às crianças. Com seu bom exemplo influenciava as esposas de outros nobres que eram heréticos, convertendo a muitos ao catolicismo.

O tempo em que ela viveu era o das guerras de religião. Este fato trouxe profunda mudança na vida do casal pois o marido era partidário da Liga em oposição ao rei Henrique IV, o qual triunfa na guerra. Em consequência, Pedro perde todos os seus bens. Bárbara dedica-se à educação dos filhos e pouco a pouco consegue reabilitar o marido diante do rei e que lhes fossem devolvidos seus bens. Sua casa torna-se um centro de cultura católica e de promoção e resgate dos valores cristãos na sociedade parisiense. Neste mesmo tempo seu marido lhe deixa a administração e que seja ela a encarregar-se dos bens e das visitas inumeráveis que recebem e que vem por sua causa: era mulher de rara beleza, muito serena e sábia.

Em 1601 conhece a vida e a obra de Santa Teresa de Jesus. Tem visões da santa que lhe pede para esforçar-se para trazer à França as Carmelitas Descalças, mesmo que os tempos fossem difíceis para as congregações religiosas e fossem proibidas novas fundações na França. Insiste diante do rei e do arcebispo de Paris, mas não consegue nada.

Como era mulher espiritual e muito conhecida nos círculos intelectuais católicos, consultou seu primo, o futuro cardeal de Berulle, o cartuxo D. Beaucosin e seu diretor espiritual, Andrés Duval, que se tornarão seus apoios. Estes lhe pedem que espere tempos melhores. 

Marie of the Incarnation.jpgMas S. Teresa insiste novamente em outra visão, dizendo que para o bem do Carmelo, da Igreja e da França, dariam frutos de santidade (fato que realmente será verdade: S. Teresinha, a B. Elisabeth de Trindade, etc.…). Foi S. Francisco de Sales quem, conhecendo a garra de Bárbara, se preocupou do tema e com sua ajuda entusiasmaram a princesa de Longueville; assim iniciaram a buscar um lugar para a fundação. Francisco de Sales convence o rei, os bispos, o Geral da Ordem e o Papa Clemente VIII, o qual autoriza a entrada das Carmelitas na França.

Enquanto isso, Bárbara contata jovens virtuosas e inicia a formá-las na oração e na penitência (inicialmente se chamavam as filhas e S. Genoveva), enquanto espera a vinda das carmelitas da Espanha. Trabalhou neste mesmo tempo pela  reforma dos mosteiros de Longchamps, das beneditinas de Montebraldo e das monjas de Soissons. Fundou em Paris um mosteiro das Ursulinas para educação das meninas pobres.

Assim dia 29 de agosto de 1604 saíram da Espanha as 6 primeiras Carmelitas Descalças rumo a Paris, entre elas a venerável Ana de Jesus e a B. Ana de S. Bartolomeu. Chegaram em Paris o dia 15 de outubro e dia 18 iniciaram a vida monástica regular.

A futura B. Maria da Encarnação fundou também os conventos de Pontoise, Amiens e Dijon, onde entraram 3 de suas filhas. Em 1613, Pedro, seu marido adoeceu e faleceu. Bárbara, encaminhados seus filhos e sem compromissos agora com a família, entra como irmã externa no Mosteiro de Amiens onde estavam suas filhas, dia 7 de abril de 1614, com o nome de Maria da Encarnação.

Foi grande devota do Coração de Jesus e vivia na presença de Deus. Em 1616 foi transferida ao mosteiro de Pontoise, onde viverá ainda por dois anos. Acometida de uma infecção pulmonar, faleceu dia 18 de abril de 1618. Apenas conhecida sua morte, grande afluência de pessoas do povo vierem a venerar sua grande benfeitora.

Dia 23 março de 1623 iniciou-se o processo informativo sobre suas virtudes (naquele tempo não se podia começar um processo antes de 50 anos da morte…) e por isso o processo foi parado. Em 1788 Pio Vi mandou reabrir o processo e forma reconhecidos os 3 milagres pela intercessão de maria a 10 de abril de 1791, tendo sido beatificada a 5 de junho deste mesmo ano por Pio VI. Sua memória foi fixada dia 18 de abril e seus restos mortais repousam no Carmelo de Pontoise, o único mosteiro na França que continua no mesmo lugar onde foi fundado.

Assim a B. Maria da Encarnação, que viveu um avida familiar exemplar e como leiga, promoveu e influenciou a sociedade de seu tempo, na Vida religiosa termina sua missão, sendo um exemplo de amor a Deus que se serve da boa vontade de todos os que se dispõe a agir pela causa do Reino.


http://www.carmelpontoise.com

http://www.religionenlibertad.com/beata-maria-de-la-encarnacion-alma-carmelitana-41676.htm

sexta-feira, 15 de abril de 2016

I CONGRESSO DE CASAIS DA OCDS



Caros irmãos,

É com muita alegria que convidamos a todos os casais e casados da OCDS para o nosso I Congresso de Casais, onde teremos a oportunidade de partilhar as experiências, alegrias e desafios de ser um casal cristão carmelita no mundo de hoje. 
Este Congresso é um antigo sonho de nossa Província que finalmente se concretiza, graças aos esforços da nossa Comissão de Casais da OCDS.
Casais que não sejam da Ordem e que tenham o desejo de conhecer e viver a espiritualidade do Carmelo em seu matrimônio e em sua família também poderão participar.
Seguem abaixo as principais informações.
Fraternalmente,

Luciano Dídimo

INFORMAÇÕES

  • O Congresso terá início às 16h00min do dia 22/07/2016 e se encerrará às 12h00min do dia 24/07/2016 (após o almoço).
  • Acontecerá no Centro Teresiano de Espiritualidade, em São Roque – SP, localizado na Rodovia Raposo Tavares, KM 64 – CEP: 18130-970 - (Caixa Postal 57) - Telefone: 11-4712-2270.
Inscrições e Informações com:
Fábio e Juliana (OCDS de Bauru-SP)
E-mail: comissaodecasaisocds@gmail.com
WhatsApp: (14) 988203059

  • A taxa de inscrição é de R$ 450,00 (quatrocentos e cinquenta reais) por casal, que poderá ser depositada em duas parcelas, sendo a primeira até o dia 20/06/2016 no valor de R$ 225,00 (cento e quarenta e cinco reais), e a segunda em igual valor até 20/07/2016. Os depósitos deverão ser efetuados em nome da:
Associação das Comunidades da Ordem dos 
 Carmelitas Descalços Seculares no Brasil da Província São José
CNPJ: 08.242.445/0001-90
Banco Itaú - Conta corrente: 06234-1 - Agência: 0156 
  • Efetuada a inscrição e não havendo o comparecimento no evento, não haverá devolução das parcelas depositadas.
  • Solicitamos que levem, além dos objetos pessoais, Liturgia das Horas. Não é necessário levar roupa de cama e banho
A Comissão de Casais está preparando um cadastro dos casais carmelitas seculares da Província São José. Cadastre-se clicando AQUI.

quinta-feira, 14 de abril de 2016

O Álbum "Para Vós Nasci Senhor",está concorrendo ao Troféu Louvemos ao Senhor 2016



O Troféu Louvemos ao Senhor está na sua 8ª Edição  e trata-se do maior Prêmio Nacional da Música Católica pelo voto de jurados . Lá estão nomes como de Ziza Fernandes,Anjos de Resgate,Rosa de Saron,Cantores de Deus,Canção Nova,Padre Reginaldo Manzotti e outros nomes famosos e conhecidos da música católica .Ao todo são 18 categorias e para alegria do Carmelo Descalço o  cd "Para Vós Nasci", álbum em comemoração pelos 500 anos de Santa Teresa, está concorrendo ao Troféu Louvemos o Senhor desse ano nas categorias :Álbum independente e Gravação do Ano.





O projeto conduzido pelo jovem frade carmelita descalço Frei Marcus Vinícius da Cruz contou com a participação de outros frades carmelitas descalços da Provícia São José  , Frei Marcus Matusbara e  Frei Renato do Espírito Santo.Os poemas de Santa Teresa foram musicados e  cantados com uma roupagem moderna e bem produzida com lindos arranjos e muito amor, a capa e os encartes também   foram bem pensados e escolhidos. E o cd  primoroso contou com a participação  especial das cantoras da Canção Nova e Shalom,Ziza Fernandes e Suely Façanha,Vale a pena conferir e deixar sua mensagem de apoio na página do facebook do Troféu Louvemos ao Senhor.




segunda-feira, 11 de abril de 2016

Retiro Espiritual da OCDS- Comunidade Santa Teresinha( Caratinga) e Grupo Elizabete da Trindade( Coronel Fabriciano)

Louvor de Glória!

Com a reflexão do texto do “Último Retiro” da Beata Elizabete da Trindade , e a oração intensa na Palavra de Deus , nosso irmão e amigo Frei Cleber nos presenteou com a orientação do retiro, feito aqui em Piedade de Caratinga- Noviciado São José.
Nestes dias 08,09 e 10/04 experimentamos mais intensamente o silêncio orante fazendo de fato um aprofundamento da vida de oração via Elizabete da Trindade.
 Fomos convidados a atrair as almas a Deus e prolongar nossa permanência Nele, sem máscaras. A entender que a oração é um combate, não de um dia, nem de uma hora, mas de uma vida toda.
Foi relevante refletir sobre a oração por atrição e de contrição, sabendo que “ Vive Deus em cuja presença estou. Assim sendo o Carmelo é onde está o Carmelita. No lugar da presença de Deus, o Vivente que a todo momento nos ama e deseja o encontro conosco.
Os escritos da Beata Elizabete entraram pelas reflexões de Frei Cleber, nosso irmão e Padre Provincial como uma flecha na alma que seduz o coração ao amor.
Neste Kairós abundante podendo contar com a orientação espiritual dos frades conventuais ( Frei Marlon, Frei Sebastião e Frei Odair) e do orientador do retiro. Com a participação dos noviços na acolhida fraterna e liturgia é que desfrutamos deste presente que o Ressuscitado nos ofereceu.
No cumprimento da vontade de Deus queremos prosseguir, confiando que Maria espelho de justiça nos toma pela mão e nos guia até Ele- seu filho. Junto a ela reafirmamos nossa vida cristã e carmelita tentando ser dia a dia um louvor de glória.
A todos que rezaram e contribuíram para o bem deste retiro, nossas orações e gratidão.

Ana Maria Scarabelli







quinta-feira, 7 de abril de 2016

XII CONGRESSO NORTE/NORDESTE DA OCDS - PROVÍNCIA SÃO JOSÉ







Em Seu testamento, Ele disse: “Fazei isto em memória de mim” (Lc 22,19). O “isto” que Jesus pede que façamos abre-se para uma perspectiva exigente, oblativa, de doação completa da vida. “Fazei isto” significa celebrar o mistério eucarístico, atualizar a memória de Jesus. “Fazei isto” implica doar a vida cotidianamente. “Fazei isto” significa repartir o pão em todas as suas dimensões e sentidos. ( Padre Benedito Ferraro)

 “Queria mostrar-te a todos, ó pão da vida, e transmitir a todos a tua beleza! ”  (Beata Maria Cândida da Eucaristia)

Vivência Eucarística:  Fonte de vida cristã para a OCDS.
Carmelita Secular,  faça da Eucaristia a sua fonte de vivência e apostolado; transforme o mundo por meio da Eucaristia.

A escolha do Tema e do Lema para o XII Congresso Norte Nordeste da OCDS teve como inspiração o  XVII  Congresso Eucarístico Nacional que Belém do Pará sediará de 15 a 21 de agosto de 2016  cujo tema "E ELES O RECONHECERAM NO PARTIR DO PÃO (Lc 24, 35), também inspirou o Tema do Círio de Nossa Senhora de Nazaré de 2015, "Maria, Mulher Eucarística”.  Para inscrições no XVII Congresso Eucarístico Nacional acesse o site cen2016.com.br.

 


CARTA-CONVITE

A Comunidade Santa Teresa dos Andes, OCDS Belém-PA tem a imensa alegria de convidar todas as Comunidades associadas da Ordem dos Carmelitas Descalços Seculares no Brasil da Província São José a participarem do XII Congresso OCDS Norte/Nordeste que terá como tema: EUCARISTIA: FONTE DE VIDA PARA OCDS e como Lema :  “FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM” (Lc 22, 19)


- Evento: XII Congresso Norte/Nordeste da OCDS

- Data: 26, 27, 28 e 29 de maio de 2016

- Início: 16:00 hs de 26/05/2015
- Encerramento: 13:30 hs de 29/05/2016

- Local: Centro Mariápolis Glória – Movimento dos Focolares Norte
- Endereço: Av. Augusto Meira Filho nr. 100 – Benevides PA Fone: 91 -3714-1358 E-mail: cmariapolisgloria@gmail.com

- Taxa de Inscrição: R$500,00 (quinhentos reais) –(incluído alojamento c/ar condicionado, roupa de cama e banho, refeições).
- Parcelamento da taxa: parcelas mensais de R$100,00 de dez/2015 a abril/2016,
- Pagamento Integral: Inscrevendo-se a partir de abril
- As inscrições serão encerradas em 10/05/2016

- Não havendo comparecimento ao Evento não haverá devolução das parcelas pagas.

- Os depósitos devem ser efetuados no Banco do Brasil conta corrente nr. 68.576-3 Agencia 0765-X -  Maria do Socorro Vasconcelos Neves (tesoureira).

- As inscrições deverão ser efetuadas pelo Presidente da Comunidade  através do o email santeresandes.ocdsbelem@gmail, bastando enviar o nome completo do congressista e o comprovante do(s) depósito(s).

- Não há limitação de vagas.

 - Mais informações pelo telefone 91 9 9632 3847 e 91 3229 1834 com Maria da Graça de Souza Ewerton (Presidente) .




segunda-feira, 4 de abril de 2016

Semana Santa em Missão no Vale do Jequitinhonha


" Igreja santa e missionária, os teus caminhos eu antes palmilhei..."

Em resposta ao chamado de Deus na necessidade das comunidades, fomos novamente ao Vale do Jequitinhonha- Diocese de Araçuaí  ,( comunidades do Dutra e da Vila São João), celebrar  a semana santa.
Como Igreja, reunimos um grupo Ana Maria, José Paulo, Sidnei, Márcia, ( leigos consagrados no Carmelo Descalço) ,Frei Wilson( Padre , religioso no Carmelo Descalço), Irmã Zilda( da Congregação das Hospitaleiras). Unidos a nós amigos e parentes , ( Leôncio, Silméia , Julião e Lúcio).
Sem contar aqueles que não foram fisicamente , mas que muito contribuíram pelo êxito da missão.
Foram dias marcados pela fé e vivência de um povo que mesmo em sofrimento , diz com alegria seu sim a Deus através da partilha e oração na história pessoal e da comunidade.
Tivemos a oportunidade de partilhar com eles da Via Sacra na quarta feira, do Tríduo Pascal, e do Domingo da Ressurreição. Ainda momentos marcantes nas visitas aos doentes e aos idosos.
Também   a confraternização no Sábado Santo, com a tradicional farofa,  podendo vivenciar as brincadeiras culturais após a maravilhosa celebração da Vigília  tão bem participada na Vila São João. Momento ímpar que faz aumentar nossa fé.
É importante lembrar que em algumas casas de doentes e idosos, ao perguntar se queriam confessar e comungar, eles diziam:- Queremos tudo, a Palavra de Deus, a confissão, a  hóstia consagrada, tudo, tudo... Assim lembramos Santa Teresinha que também escolheu tudo, escolheu ser santa. Esse é também o desejo daquele povo que tem de fato sede de Deus. Deve ser também nosso desejo.
Queremos lembrar que na Diocese de Araçuaí estavam presentes além de nós, tantos outros missionários de diversas congregações presentes na  CRB de Belo Horizonte. Encontrá-los foi fato de gratidão. 
Ficou marcado também a partilha dos missionários e Irmãs  da Congregação da Missão. No qual  nos presentearam com uma confraternização.
Agradecemos a Deus por esta rica oportunidade de serviço enriquecido de tantas graças, ao Bispo Dom Marcello, amigo e irmão que abre sua diocese à missão. Ao padre Raimundo,  e Padre Vander Lazaristas, amigos no caminho de fé, e  que tão bem nos acolhem em sua Paróquia e casa, dando total abertura ao trabalho missionário.  Ao povo das comunidades que visitamos que partilharam conosco suas vidas, sua fé. Ao Renato da Vila São João, que se coloca a disposição para nos levar em tantos lugares afim de vivenciar o amor e a bondade de Deus com as famílias .
A você que através da oração  e apoio esteve presente na missão.
Em tudo demos graças ao Senhor rico em misericórdia!

Ana Maria Eymard Pereira Scarabelli- OCDS

























Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...