quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Liturgia - 05 de fevereiro - Santa Águeda, Virgem e Mártir

Cor litúrgica: Vermelho
Ofício da memória



Liturgia das Horas: 1250-1600-1113
Oração das Horas: 1195-1509-1085



Leituras: Hb 12,18-19.21-24 - Sl 47(48)
Mc 6,7-13


“Jesus chamou a si os Doze e começou a enviá-los dois a dois.”

Os apóstolos são enviados por Jesus para evangelizar com autoridade, par converter e livrar o povo dos demônios que dominavam o homem.




Santa Ágata morreu na Sicília em 251. De origem nobre, sofreu, sem esmorecer, um cruel martírio, para preservar a virtude da pureza e a integridade da fé. Teve os ossos desconjuntados e os seios arrancados com garfos de ferro; arrastaram-na sobre os cacos de vidro e carvões em brasa. Depois de passar por esses tormentos, foi conduzida ao cárcere e ali morreu enquanto rezava.



“Quem a tudo souber morrer terá vida em tudo.”
São João da Cruz – D 170


1571 - C. 30 - A Alonso Alvares Ramirez, em Toledo - Teresa de Jesus alegra-se de que a capela das descalças tenha ficado tão bem provida de Capelães. Sobre a transladação dos restos de Martin Ramirez. Nã esqueça de por São José sobre a porta da capela.
1580 - C.320 - Teresa de Jesus escreve à D. Juana de Ahumada, em Alba, lamentando ver-se tão longe de D. Juana e não poder esta estar sobre a miúde. Anuncia-lhe sua viagem a Villa Nueva de La Jara, Medina e Ávila, onde deseja ve-la.

Nenhum comentário: