terça-feira, 29 de novembro de 2011

Carmelita Secular toma possa na Academia Brasileira de Hagiologia

No dia 31 de outubro de 2011 o carmelita secular LUCIANO DÍDIMO CAMURÇA VIEIRA (Luciano de São José, ocds),  membro da Comunidade Rainha do Carmelo, de Fortaleza-CE, da OCDS– PROVÍNCIA SÃO JOSÉ, tomou posse na cadeira nº 38 da ACADEMIA BRASILEIRA DE HAGIOLOGIA, tendo como patronesse a santa chilena carmelita TERESA DE LOS ANDES.
A ABRHAGI é uma academia dedicada ao estudo da hagiologia, ou seja, dos santos, candidatos à honra dos altares, movimentos messiânicos e coisas sagradas e santificadas. Segue abaixo o seu discurso de posse:


É com muita honra que passo a integrar a Academia Brasileira de Hagiologia, principalmente neste dia em que aqui é homenageado meu tio-avô, Monsenhor André Viana Camurça, que foi Conselheiro de Honra desta Academia.

Como sabemos, a Academia Brasileira de Hagiologia é a primeira Academia no Brasil e no mundo dedicada ao estudo dos santos, candidatos à honra dos altares, movimentos messiânicos e coisas sagradas e santificadas. Sendo eu membro da Ordem dos Carmelitas Descalços Seculares, que é um dos três ramos da família carmelitana, composta por frades, monjas e leigos, é com alegria que já descubro o lado carmelitano desta Academia.

Isso porque a acadêmica Gizela Nunes da Costa, uma das fundadoras desta Academia, tem como patronesse a Serva de Deus Madre Maria José de Jesus (Honorina de Abreu), falecida em 1959 e que foi monja carmelita descalça no Convento Santa Teresa, no Rio de Janeiro.

É membro desta Academia o frade carmelita descalço, Frei Patrício Schiadini, famoso no Brasil por seus inúmeros livros sobre oração e sobre os santos do Carmelo, morando atualmente no Egito. Frei Patrício tem como patronesse Santa Teresinha do Menino Jesus, que é a mais conhecida santa do Carmelo Descalço, viveu em Lisieux, na França, entrou no Carmelo aos quinze anos de idade e faleceu com apenas 24 anos no final do século XVIX. Escreveu o famoso livro “História de uma Alma”.

Já o acadêmico Pedro Henrique Gênova de Castro tem como patronesse Santa Teresa d’Ávila, que fundou o o Carmelo Descalço juntamente com São João da Cruz no século XVI. É considerada, portanto, a mãe do Carmelo Descalço. Santa Teresa de Jesus é á grande Mestra da Oração, razão pela qual o dia do professor é comerado no seu dia – 15 de outubro. Ela é famosa por suas obras místicas, sendo seus livros mais conhecidos o Livro da Vida, Caminho de Perfeição, Moradas e Fundações.

Vejam como é rica a espiritualidade do Carmelo, pois na mesma Ordem existem três doutores da Igreja, Santa Teresa de Ávila, São João da Cruz e Santa Teresinha. 

O acadêmico Mantovanni Colares Cavalcante tem como patrono São José, o qual é considerado Patrono do Carmelo, pela enorme devoção que a ele tinha Santa Teresa de Ávila, sendo inclusive o nome do primeiro mosteiro fundado pela santa. Também eu, como carmelita secular, o tenho grande devoção e, como pai de família, com ele me identifico, razão pela qual adotei como nome de Ordem: Luciano de São José.

E por fim, o acadêmico Francisco Barbosa Filho, tem como patronesse, nada mais nada menos do que Nossa Senhora do Carmo, ou Nossa Senhora do Monte Carmelo. Na verdade o nome oficial da Ordem Carmelita é Irmãos da Bem-Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo, pois foi no Monte Carmelo, em Israel, que se instalaram os primeiros eremitas que deram origem à nossa Ordem. Segundo a tradição, Nossa Senhora do Carmo apareceu em 1251 a São Simão Stock , então prior da Ordem, e lhe entregou o escapulário como sinal de sua proteção. 

Dessa forma, apesar desta Academia Brasileira de Hagiologia já estar recheada pelo Carmelo, eu venho colocar ainda mais um pouco de fermento na massa, pois já tendo um membro frade carmelita, Frei Patrício, há agora um carmelita leigo ou carmelita secular. 

E para aumentar o rol dos patronos e patronesses carmelitas, escolho como minha patronesse outra Santa Teresa, que não é a de Ávila e nem a de Lisieux, mas Santa Teresa de Los Andes, monja carmelita descalça, chilena, primeira santa do Chile e primeira santa carmelita da América Latina. Nasceu no dia 13 de julho de 1900 e seu nome de batismo era Joana Henriqueta Josefina dos Sagrados Corações Fernandez Solar, mas era conhecida e chamada por todos pelo nome de Juanita. Faleceu ainda mais jovem que Santa Teresinha, aos 19 anos de idade, no dia 12 de abril de 1920, não tendo passado sequer um ano no covento. As religiosas afirmavam que ela já entrara santa, de modo que, em tão breve tempo, pôde consumar o caminho de santidade iniciado muito a sério já antes da sua Primeira Comunhão. Foi beatificada no dia 13 de abril de 1987 por João Paulo II e também por ele canonizada no dia 21 de março de 1993. É uma santa do século XX e, portanto modelo principalmente para os jovens da atualidade. Por isso, foi proclamada a padroeira dos Jovens da América Latina. É a santa da alegria.

O meu grande amor por Santa Teresa de Los Andes fez com que eu arriscasse escrever este poema em sua homenagem:

Santa Teresa de Los Andes

Jovem santa da alegria
Amante da Eucaristia
Da juventude modelo e guia

Do Chile a primeira flor
Testemunho alegre na dor
Louca de amor pelo Amor

Dezenove anos de idade
De amor, de docilidade
Alegre testemunha da caridade

Pequena Juanita, descalça carmelita
Curta vida intensamente vivida
Hóstia imaculada oferecida

De todas as coisas despojada
Na primavera da vida, arrebatada
Uma jovem por Deus apaixonada

Luciano Dídimo

Pode-se dizer que foi graças a ela a minha entrada no Carmelo, pois já fazendo parte da Renovação Carismática de Fortaleza, na Comunidade Católica Shalom, por nove anos, sentia em meu coração que aquela não era a minha vocação e me sentia chamado a algo diferente, mas não sabia o que era. Foi então que lendo o livro de Frei Patrício “Teresa de Los Andes, uma Jovem Apaixonada por Deus”, descobri que a mãe de Santa Teresa de Los Andes, D. Lucia Fernandez, tornou-se membro da Ordem Carmelita Secular. E eu pensei comigo mesmo: “É isso!”. Por coincidência ou providência, na mesma época estava com uma viagem de passeio marcada para o Chile com minha esposa e meus pais. Então conseguimos encaixar na programação uma visita ao Santuário de Santa Teresa de Los Andes, que fica cerca de uma hora de Santiago. E lá, eu e minha esposa tivemos essa experiência de encontro com o Carmelo, através de Santa Teresa de Los Andes, e confirmamos o chamado a experimentar essa nova espiritualidade. Não sabíamos nem se existia carmelo em Fortaleza, mas pesquisando, descobrimos o Carmelo das Monjas Carmelitas no Condomínio Espiritual Uirapuru e chegando lá, perguntamos sobre a existência do Carmelo Secular. Então descobrimos que existia uma comunidade em Fortaleza, a Comunidade Rainha do Carmelo, e lá estamos desde 2005, onde fiz minhas promessas temporárias em 2008 e as promessas definitivas agora em setembro de 2011.

Assim, foi no Carmelo que descobri a minha vocação. É no Carmelo que me sinto feliz. E é no Carmelo que exerço meu apostolado. O Carmelo é uma Ordem riquíssima em espiritualidde e também é um Ordem com muitos santos. Existem 17 santos carmelitas canonizados, cerca de 40 beatificados e inúmeros carmelitas Servos de Deus espalhados pelo mundo, sendo duas brasileiras: a já citada Madre Maria José de Jesus, do Rio de Janeiro, e Madre Maria do Carmo da Santíssima Trindade, conhecida como Carminha de Tremembé.

Além desses, ainda há muitos outros carmelitas que ainda precisam ser pesquisados, estudados para que um dia possam vir a ser abertos os seus processos de canonização. Portanto, acredito que não vai faltar trabalho para mim nesta Academia, e coloco-me, desde já, à disposição da diretoria e dos acadêmicos, para colaborar naquilo que for necessário e onde eu puder ser útil de alguma maneira. Tentarei servir à Academia com alegria, seguindo o exemplo de Santa Teresa de Los Andes, a santa da alegria, que disse:

“Tudo no Carmelo se faz com alegria, porque em todas as partes temos a nosso Jesus que é nosso gozo infinito. Tudo está impregnado de sua Divina Presença. Respira-se Deus, por assim dizer, em tudo. O Carmelo é um Céu”

Muito obrigado.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...