quinta-feira, 23 de novembro de 2017

XXXIII - Congresso Provincial da OCDS



Tema: A Identidade do Carmelita Secular

Lema: Os Seculares trazem para a Ordem a riqueza de sua secularidade




Foto Oficial do XXXIII Congresso Provincial Ocds

Aconteceu entre os dias 02 e 05 de novembro de 2017 o XXXIII Congresso Provincial da OCDS, no Centro Teresiano de Espiritualidade, São Roque-SP. O tema, A identidade do carmelita secular, que norteou toda a reflexão do congresso, foi um convite a uma revisão de vida e de vocação. De que forma nós seculares podemos contribuir com nossa secularidade com a missão da Ordem e o projeto de Deus para o mundo? Nesses dias, refletimos, estudamos e rezamos essa questão tão fundamental e necessária para nós que já começamos a viver o jubileu do centenário da OCDS no Brasil.


Celebração Eucarística Fr.Javier, ocd  Delegado Ocds America Latina 






Acolhida fraterna 


Já no primeiro dia, após a missa de abertura e o jantar, fomos acolhidos de uma maneira muito especial e fraterna. São próprias do espírito teresiano a comunhão e a alegria de os irmãos estarem sempre junto. Dessa forma, fomos recebidos com muito entusiasmo e festa, por meio de uma dinâmica que nos permitia sair de nossos lugares e ir ao encontro do outro e acolhê-lo pessoalmente.



Presidente das Comunidades e Grupos Ocds Provincia Sudeste Luciano Didimo



Na ocasião, foi lançado o IV Livro de Formação da Província (Primeiro ano para as Promessas definitivas). Compuseram a mesa, Rose Piotto, coordenadora da comissão de formação, Lourdes Pimenta, organizadora dos livros de formação da província, fr. João de Deus, delegado para a OCDS das comunidades N/NE, e Luciano Dídimo, presidente provincial.
No dia seguinte, iniciamos nossas atividades com a Santa Missa rezada com Laudes, e logo após o café da manhã.

Missa com Laudes 





Liz Lelis ,ocds
A primeira palestra do ciclo de reflexões foi proferida por Liz Lélis, que abordou o tema: Sou um carmelita secular, sou um ser espiritual. Em sua fala, Liz frisou que é o exercício diário da oração que nos leva a ser um ser espiritual, buscando o Encontro com Deus, que é o que nos transforma. É a misericórdia de Deus que nos faz prosseguir, é preciso nos colocarmos sempre em suas mãos. Em seguida, nosso irmão Gustavo Castro tomou a palavra e refletiu conosco sobre o tema: Sou carmelita secular, sou leigo. Nosso irmão nos levou a pensar acerca de alguns pontos-chave, como: o que a Ordem espera do secular? O que a Igreja orienta a nós cristãos?
O que precisamos guardar das nossas Constituições e dos ensinamentos conciliares do Vaticano II? Quais os desafios que precisamos superar e enfrentar? De que modo podemos contribuir para a implantação do Reino de Deus?





Gustavo Castro, ocds

Na parte da tarde, escutamos nosso irmão Moisés Farias que refletiu conosco o seguinte tema: Sou carmelita secular, vivo em comunidade. Moisés nos falou sobre a dimensão maior que nos caracteriza enquanto família: somos uma família mundial, 


Moisés Rocha,ocds



provincial e local, e como membros de uma só família somos chamados a uma obediência que fortifica nossa unidade e amor entre nós. É necessário ter essa visão de conjunto para podemos avançar em nossos projetos comuns e em nossa fraternidade. Na palestra seguinte, proferida pelo Definidor da Casa Geral para América Latina e Caribe, fr. Javier Mena, cujo tema foi: “Os seculares trazem para a Ordem a riqueza própria da sua secularidade”, fr. Javier reitera nossa participação privilegiada na Ordem, apontando que somos, de fato, carmelitas e, por isso, herdeiros das graças de que Deus favorece a Ordem e, mais que isso, responsáveis por ela em toda a parte. Fr. Javier chama atenção para a revitalização de nossas comunidades, dizendo (e nos mostrando como um desafio a superar) que precisamos dar abertura aos jovens, que o nosso carisma, embora antigo, é sempre novo e deve ser atrativo aos mais jovens também. A dimensão missionária foi muito estimulada em sua fala, e a leitura da carta do Padre Geral à OCDS, veementemente recomendada.


Fr.Javier Mena,Delegado P. Ocds América Latina

Na parte da noite, assistimos a um vídeo sobre o percurso de anos da OCDS no Brasil. Voltamos ao tempo, ao ver fotos de nossas comunidades e dos eventos da OCDS durante esses anos de atuação.
Primeiras notícias sobre o Fórum de Santa Teresinha, que acontecerá em Aparecida, entre os dias de 15 a 18 de novembro de 2018, foram repassadas. Começamos, desde já, a nos movimentar para estarmos, em peso, nessa grande celebração jubilar dos nossos 100 anos de presença no Brasil, sendo abençoados e acompanhados por santa Teresinha.



No terceiro dia do congresso, meditamos com Luciano Dídimo acerca do tema: Sou carmelita secular, sou Igreja. Luciano enfatizou que nossa adesão à Igreja deve ser concreta e comprometida, dessa forma, se faz necessária nossa presença nos movimentos e associações em que podemos mostrar o rosto da nossa vocação. Na palestra que segue, Rose Piotto abordou o tema: Sou carmelita secular, sou um ser em formação. Nossa coordenadora da comissão formativa nos fez refletir sobre nosso compromisso com a Ordem que só pode ser possível e aderido por meio de uma formação sólida que nos faça compreender o que de fato quer dizer pertencer a uma Ordem e as consequências dessa agregação. “O único modo correto de compreender o nosso lugar e nosso papel como carmelitas seculares é buscar uma formação consciente e participativa, integrada com a Ordem OCD, província OCDS, e a Igreja”.


Presidente Luciano Didimo e Vice-Presidente Rose Piotto

Na noite de sábado, celebramos nossa fraternidade no recreio carmelitano, dançando e cantando músicas dos tempos dourados. Foi um momento de descontração, intimidade, festa e bom gosto!!!

Casal Ocds Juliana e Fabio 




Recreio Carmelitano



Anos Dourados -Recreio Carmelitano CTE 



Festa Retrô Ocds 



Fr.João de Deus,Ocd Delegado Provincial Ocds N/Ne 


Na manhã do último dia do congresso, fr. João de Deus nos brindou com sua palestra: Sou carmelita secular, sou missionário a serviço da Igreja e da sociedade humana. Muito animado, partilhou conosco sua experiência de missão na Holanda e, inflamado, nos despertou para a necessidade da missão. É preciso sair, é preciso fazer mais, é preciso assumir cada vez mais a nossa vocação com os olhos e o coração abertos ao que a Igreja nos
pede. Em resposta à sua palestra, o Conselho Provincial criou mais uma comissão, a Comissão Missionária, coordenada por Moisés Farias, com o objetivo de se colocar à disposição da evangelização.

Conselho Provincial da Ordem dos Carmelitas Descalços Seculares Província Sudeste 




Louvemos a Deus pela graça de nossa vocação e peçamos à sempre Virgem Maria, Mãe e Rainha do Carmelo, a graça de em tudo correspondermos à vontade de Deus e às necessidades da Igreja e da Ordem. Amém!

  
Texto :Artur Viana,Formador Com.Flor do Carmelo de ST e coordenador Escola de Formação Edith Stein

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...