quarta-feira, 9 de maio de 2012

A Comunidade Santa Teresinha do Menino Jesus – OCDS- São Roque se fez presente no XIV Encontro de Presidentes, Encarregados de Formação e Conselheiros


Edna de Jesus,ocds
Tema:  “Considerai-vos alicerces daqueles que virão”(fund.4,6)
Lema: “Estais edificados sobre o fundamento dos Apóstolos e dos profetas,do qual é Cristo Jesus a Pedra angular.”(Ef.2,20)

A Comunidade Santa Teresinha do Menino Jesus – OCDS - São Roque se fez presente no XIV Encontro de Presidentes, Encarregados de Formação e Conselheiros que aconteceu de 28/04 a 01/05/2012 na cidade de Belo Horizonte-MG, representada pela presidente  Edna de Jesus e pelo encarregado da formação José Maria, foram dias de muita reflexão e oração, de encontro e porque não dizer, diversão,  afinal ouvimos também alguns causos e piadas no recreio.
No primeiro dia tivemos a missa de abertura e o momento da acolhida, onde cada comunidade/grupo se apresentou. Logo tivemos a 1ª palestra: “A identidade, os valores e os compromissos da OCDS” por José Eduardo Manfredini, membro da comunidade Santa Face de Tremembé/SP. Uma palestra instigante pois nos deu questionamentos para que meditássemos sobre: como devemos ser; se estamos vivendo a espiritualidade Carmelitana na nossa vida, seja em casa, no trabalho, na igreja; será que não estamos sendo causa de escândalos para os outros? Outro ponto que me chamou a atenção foi a questão do escapulário e das promessas, sejam temporárias ou definitivas, onde o José Eduardo esclarece que usar o escapulário e já ter feito promessas não é identificação  de que se é um Carmelita Secular; é necessário identificar  bem sua vocação  e viver sua espiritualidade e aprimorá-la dia-a-dia.
No segundo dia tivemos a Missa com laudes e na parte da manhã a palestra e a oficina com a Lúcia Pedrosa, uma pessoa de grande conhecimento sobre a nossa Santa Madre, Teresa de Jesus. Ela deu sua palestra com paixão e segurança, mostrando Teresa de Jesus muito próxima, corajosa, ousada e apaixonada pela humanidade e divindade de Deus. Pontos que me chamaram a atenção: nos mostra que a oração é fonte de discernimento; que devemos orar para buscar forças e não para dar bons exemplos; a necessidade de se autoconhecer, ter a experiência de encontro com Deus e consigo mesma; confiar mais nos sentimentos, pois Deus põe no coração o desejo de que se faça algo.
Na parte da tarde a Marisa e a Iris partilharam sobre o XII Congresso Latino Americano de Espiritualidade que aconteceu em Santo Domingo, de 14 a 19 de novembro de 2011, o qual nos cobra um maior envolvimento com a Ordem e nos dá sugestões para uma melhor divulgação do 5º Centenário da Santa Madre. Após tivemos uma oficina para discutir como anda o processo de formação nas comunidades. Foi nos informado que o plano de formação continua em vigor; que devemos nos atentar para todas as dimensões: espiritual, carmelitana, doutrinal e humana; nos foi mostrado  como fazer um planejamento correto e porque planejar é importante; foi questionado sobre as dificuldades que encontramos na formação. Respondemos um questionário e entregamos para a equipe de formação.
Nessa mesma tarde tivemos a palestra do frei Deneval. Por conta do atraso a palestra foi curta porém de grande proveito. Ele falou sobre Teresa como fundadora, conselheira e missionária.
Na nossa oração da tarde fizemos a experiência da Lectio Divina, conduzida pelo Fernando Alcici.
Segunda-feira, dia 30, o tempo passa rápido quando servimos de coração! Na parte da manhã tivemos a palestra da Jovita, membro da comunidade Santa Teresa dos Andes-Belém-PA: “A serviço do projeto de Deus”, e a oficina com a Ruth, membro da comunidade de Fortaleza: ”Propostas concretas para exercer o apostolado carmelitano". A Jovita esclareceu o que é apostolado: “o apostolado é toda atividade com a finalidade de ordenar a Cristo o universo inteiro e tornar todos os homens participantes da redenção”. Na oficina, a Ruth nos falou de como viver o amor de Deus entre os irmãos, na família e na sociedade.
O que tiro dessas atividades é que para viver a totalidade do amor de Deus devemos viver a nossa humildade, reconhecendo-nos necessitados desse amor e que se conhece a Deus no rosto do irmão. Deixo aqui meu agradecimento à Jovita e à Ruth, pois são mulheres fortes de Deus.
O frei Wilson, com seu capacete de operário do Reino, veio e colocou o seu tijolinho para a construção da nossa formação, nos falando sobre: “O planejamento na vida formativa das comunidades”. Baseando-se na Ratio, explanou com autoridade sobre a formação na OCDS; o objetivo central; os responsáveis pela formação, que são: o presidente, os três conselheiros e o encarregado pela formação; e sobre a divisão do trabalho formativo, pois para que não haja sobrecarga é necessário dividir as tarefas com aqueles que têm capacidade de apresentar alguns temas para a comunidade, não necessariamente sendo membro do conselho.
No período da tarde tivemos a Assembléia da OCDS onde foi feito a prestação de contas.
Na palestra de frei Fabiano ele nos falou sobre: “A vida fraterna em comunidade”, a importância de viver bem em comunidade para servir, seja na sociedade, na Igreja, no mundo,  pois devemos ter maturidade humana, autoconhecimento. Faltando isso a vida em comunidade se torna muito difícil. Devemos ser capazes de olhar o todo, não somente os nossos interesses. Há um peso maior sim nas mãos do presidente, dos conselheiros e do encarregado da formação. É necessário que estejam bem claras a função e a missão de cada um, isso para toda a comunidade, para que não haja confusão e conflitos, lembrando também que todos os membros são responsáveis pelo bom andamento da comunidade. Cada membro tem sua história, seu modo de ser, de agir, porém a comunidade nos ajuda a viver o que escolhemos. Ninguém foi obrigado a ser carmelita. A pessoa é livre para deixar a OCDS quando perceber que de fato essa não é sua vocação, também pode pedir afastamento por tempo determinado, mas devemos ser coerentes, pois acontece de pessoas que saem por afastamento e quando retornam não percebem que ela é que parou não a comunidade, sendo assim necessário retomar do início a sua formação. E cabe ao presidente estar atento a essas situações e agir com firmeza e determinação.
Lembrando que uma comunidade verdadeiramente cristã é aquela em que Cristo é o centro, pois a comunidade se reúne “por Cristo, com Cristo e em Cristo”, como diz a nossa regra: “viver em obséquio de Jesus”.
Devemos ter especial atenção ao processo formativo, discernir bem sobre a vocação, assumir com compromisso e responsabilidade  todos os deveres de consagrado ao Senhor pelo vínculo da espiritualidade Carmelitana. Esse é um assunto muito importante e frei Fabiano, com maestria, desenvolveu muito bem, acredito eu, não deixando dúvidas, pois sem viver a verdadeira fraternidade nas nossas comunidades nada caminha bem. Outra coisa, a Santa Madre fundou comunidades fraternas, orantes e vibrantes e é assim que devemos ser.
À noite tivemos o nosso recreio, apresentação da dupla Faísca e Fumaça, também a “Teresa Seixas” que cantou sua saga na música:  “Eu nasci há quinhentos anos atrás”; o conto do espelho encenado pelo casal Luciano e Ruth participando também a Gardênia e o Sergio Lopes, motivo de muitas gargalhadas; a participação especial da Irmã da casa que nos recebeu, que nos fez rir muito com as suas piadas; depois a dupla contratada nos animou com boa música onde muitos membros se entregaram ao bailado.
E chegamos assim ao último dia do encontro. A missa de encerramento foi às 7 horas e ainda tivemos a conclusão da oficina da Ruth, onde cada um escreveu uma “carta do amor de Deus” e entregou para um dos membros presentes, mostrando assim que devemos ser uma carta do amor de Deus para todos que encontrarmos em nossa vida.
Ainda a Rose Piotto nos falou sobre a formação, a necessidade de planejar. Também foi aberto um espaço de partilha para que se comentasse sobre o que se achou do encontro e como está a sua comunidade. Foi livre e alguns representantes de comunidades falaram sobre suas experiências.
Com a oração à Virgem Maria encerramos o XIV Encontro de Presidentes, Encarregados pela formação e Conselheiros de 2012.
                                                                    
                                                                          Edna de Jesus
Presidente da Comunidade Santa Teresinha do Menino Jesus-OCDS-SRoque

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...