quarta-feira, 27 de julho de 2011

EM TUDO DEUS ATUA PARA O BEM DAQUELES QUE O AMAM

Beato Tito Brandsma da rettore dell'Università Cattolica di Nimega (1932)
(Memória na OCD)

Tito Brandsma, sacerdote e jornalista, foi mártir nos campos de concentração nazistas, por defender a liberdade da Educação e da Imprensa. Morreu aos 61 anos, em 1942, levando Paz, Amor e Conforto a todos os seus colegas de prisão e bem soube comunicar esse AMOR a todos que o rodeavam, incluindo aqui, soldados, médicos e enfermeiros(as) nazistas. Foi proclamado beato de Cristo pelo Papa Beato João Paulo II, no dia 3 de novembro de 1985. Sua mensagem de PAZ e AMOR bem cabe para nossos dias atuais.

"...Vivemos em um mundo onde com muita força se condena o AMOR, classificando-o muitas vezes como fraqueza a ser superada... Dizem ainda que a religião cristã, com seu discurso sobre o AMOR, já é coisa do passado... Sim, estes vêm a nós com tais doutrinas e até encontram adeptos que as aceitam de boa vontade. 'O AMOR não é conhecido', já dizia Francisco de Assis, e alguns séculos depois, Maria Madalena de Pazzi, proclamava a todos o quanto é belo o AMOR... É o AMOR que nos traz de volta a Vitória e sanará nossos corações e o coração de todos que ainda não crêem no AMOR. A naturalidade das coisas é superior à teoria... Deixai que tal teoria condene e menospreze o AMOR, chamando-o de fraqueza; porém, a prática da vida e o desenrolar dos acontecimentos fará novamente do AMOR uma força de Vitória. É este mesmo AMOR que manterá unidos os corações de todos os homens."
(Tito Brandsma-OCD)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...