domingo, 6 de junho de 2010

DOMINGODA X SEMANA DO TEMPO COMUM = 06/06/2010

II semana do Saltério – ( II salmo = II Vésperas)

Ant 2 É nos céus que está o nosso Deus; Ele faz tudo aquilo que quer. Aleluia.

Salmo 113 B (115): Louvor ao Deus verdadeiro.

Um Salmo que nasce sob a influência do Exílio. A derrota e a dispersão do Povo de Deus terá sido uma derrota de Seu Deus... As gentes perguntam: onde está Vosso Deus? O autor responde progressivamente. Nosso Deus é o Executor: Ele faz tudo aquilo que quer; vossos ídolos são criatura humana. Se vossa criatura não produz, não é deus; porém, o Nosso é Deus, porque faz. Na verdade, ai está o povo, apesar de tudo. A este povo o salmista exorta que tenha confiança em Deus, que O bendiga; e o povo responde à bênção com tons hínicos. Formalmente é um Salmo de difícil classificação. Presume-se que foi composto para alguma ação litúrgica.
A Bíblia de Jerusalém dá a este Salmo o nome de “O único Deus verdadeiro. É uma exortação à confiança através de recordação do poder de Yahweh e do nada dos ídolos: de volta do Exílio o povo não tem direito a perder a coragem; é uma súplica de proteção ao povo, sendo assim Yahweh
glorificado ante as nações.
O Salmo está dividido em três partes:
a) Profissão de fé em Yahweh, com desprezo dos ídolos de outros povos; (vv. 1-8);
b) Confiança de Israel em seu Deus (vv.9-11);
c) Súplica de ajuda e bênção.
Isto parece indicar que o salmista escreve em tempos em que a nação está numa situação crítica, como consequencia do poder estrangeiro. Os gentios parecem zombar do povo eleito, que se acha desamparado por Deus. A situação parece refletir as duras condições de vida dos repatriados do cativeiro, quando, em meio à hostilidade dos povos vizinhos, tiveram que reconstruir o patrimônio nacional.
Do ponto de vista literário, o Salmo é uma composição litúrgica na qual se mesclam a oração, a elegia, as considerações sapienciais e a exortação.
“Fidelidade e graça” são as virtude típicas do Deus da Aliança, com respeito ao povo que elegeu, Israel (cf. v. 1). Assim, o universo e a história estão sob Seu domínio, que é poder de amor e de salvação.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...